Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Presente Para Miguel Torga

            Um Presente Para Miguel Torga





   Ocorreu entre os dias 1 a 3 de Julho passados o Encontro Zero da Lusofonia em terras trasmontanas, mais exactamente em Murça nos dois primeiros dias e em apoteose na derradeira jornada precisamente na terra de um dos vultos homenageados no encontro; o escritor, poeta e humanista Miguel Torga.
   Não tendo sido um encontro muito participado valeu pela demonstração de fidelidade, interesse e desejo de marcar presença, por um lado, e o que mais nos agrada por outro: o incentivo dos presentes em continuar a promover estes encontros. Do Zero germinou a vontade da sucessão dos algarismos na continuidade do evento, porventura e a cada encontro consequente, melhor e mais aprimorado. Assim tentaremos fazer.
   Nota introdutória feita resta salientar e agradecer publicamente a excelente recepção oferecida aos participantes por parte da Associação e do Círculo Cultural Miguel Torga, pela Junta de Freguesia e pela população de São Martinho da Anta, terra natal do grande escritor.
   Durante a visita guiada aos locais frequentados e familiares do Poeta, fomos brindados com narrações e testemunhos vivos pelo já nonagenário padre Avelino, amigo e companheiro de longa data em vida do escritor. Detivemo-nos no templo universitário (escola primária) dos são martinhenses e aí, numa pequena alocução, a Comissão Organizadora do Encontro Zero sugeriu entusiasmada que fosse esse o espaço destinado ao futuro Museu Miguel Torga cujo centenário de nascimento ocorrerá em 2007.
   Não me compete alvitrar sobre a viabilidade da sugestão, eu que nunca fiz nada de útil na vida e penso que o homem só deve fazer a obra da qual se julga ser capaz, mas…a escola de São Martinho da Anta é um edifício centenário, térreo, sóbrio e de dimensões ajustadas para o propósito. Acresce dizer que a envolvê-lo, acompanhando todas as faces da sua forma rectangular, dispõe duma área apropriada à feitura de agradáveis espaços ajardinados: assim vejo o Museu Miguel Torga, eu sentado num banco duma das alas dos jardins temáticos apreciando a brisa vinda do Marão pouco distante…
   Urge oferecer-lhe um museu e nenhuma outra data é mais simbólica que a do seu próximo centenário. Congreguem-se todas as forças em redor deste objectivo; escritores, artistas plásticos, actores, entidades públicas e privadas, todos os que promovem e amam a cultura sem excepção, para vencer obstáculos no parir célere da obra. A meu ver e unidos esforços entre os organismos coordenadores da educação e da cultura seria mais sábio edificar de raiz uma escola moderna, adaptada às necessidades futuras da educação dos jovens e aproveitar a universidade dos primeiros passos do saber dos são martinhenses, como o foi do próprio homenageado, para imortalizar a sua vida e a sua obra.
   Bem-haja Miguel Torga pelo muito que nos legou.




Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 25/08/2006
Código do texto: T225214

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:03)
alestedoparaiso