Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Inimigos Invisíveis

As pessoas unem-se por motivos louváveis e separam-se num processo que passa pela reserva mútua e culmina com distanciamentos irreparáveis.

O ser humano traz dentro de si a necessidade de comunicar-se com os outros, conviver, mas traz também o gérmen da discórdia, a ânsia de sobrepor-se, a intolerância com os critérios alheios. E quanto haveríamos de aprender com aqueles que são nossos opositores, nossos inimigos entre aspas. “Quem não quer ter inimigos, melhor seria que nem tivesse nascido”, li certa vez num escrito antigo, “pois eles provam a têmpera de nosso espírito”.

Os grandes ditadores não admitem oposição, eliminam o inimigo. E podemos eliminar as pessoas de formas sutis, esquecendo-nos delas, passando uma borracha na lembrança que possamos ter de sua existência, mas não resolvemos o nosso problema; outros aparecerão como as formigas que surgem do nada em nossos quintais, pois nossos maiores inimigos estão em nossas mentes na forma de pensamentos que nos fazem errar e sofrer.

A crueldade ao julgar as pessoas através de critérios alheios é a mesma com a qual seremos julgados; e assim prosseguiremos neste mar de incompreensões e desentendimentos, até que atinemos que o engano e o mal estão em nossas mentes, e ali deverão ser combatidos estes inimigos invisíveis para que as relações humanas deixem de ser o palco de tantas discórdias e distanciamentos.

A existência dos pensamentos como entidades psicológicas, agentes da inteligência e promotores da felicidade ou da desdita do ser humano, é a prova mais cabal da existência de um outro mundo, o mental,extra-físico, invisível e desconhecido pelo ser humano.

O império dos pensamentos poderá ser substituído pelo da inteligência através da reversão desta condição humilhante em que a maioria da humanidade se encontra escravizada pelos pensamentos que perambulam pelo mundo.

Nagib Anderáos Neto
Nagib Anderáos Neto
Enviado por Nagib Anderáos Neto em 31/08/2006
Reeditado em 08/04/2013
Código do texto: T229447
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Nagib Anderáos Neto www.anderaos-nagib.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nagib Anderáos Neto
São Paulo - São Paulo - Brasil
366 textos (87982 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:56)
Nagib Anderáos Neto