Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grão ou Semente?

Grão ou Semente?

Aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira...(2 Coríntios 9:10  )

Você pode imaginar: Essa história de grão e semente pode ser mais uma ilação nada razoável, não passando de um pensamento opaco. Afinal, quem não sabe que de grão em grão, a galinha enche o papo? Algo como dizem os alemães: (vielenworten) jogo de palavras. Posso ter um pouquinho de sua atenção?

De acordo com informações do Forrester Research, acima de meio milhão de clientes do Reino Unido, está abandonando as operações bancárias via Internet por causa da falha na segurança. Um “newsletter” que recebi neste fim de semana da empresa  BullGuard, me municiou destas informações.

Quando há seis anos atrás, fiz uma palestra na TV Mulher, sobre “O Bug do Milênio”, nações desenvolvidas foram vítimas de problemas que haviam sido detectados na virada do ano 2000. À época, o Brasil superava basicamente todo o mundo, posto não ter sido atingido seriamente por nenhuma falha relevante, atinente ao “Bug”.

Nosso país, além de ser um expoente em segurança na Internet, tem sido implacável no combate aos crimes digitais. Não é do meu conhecimento que estejamos sofrendo o mesmo problema da Grã Bretanha. Talvez seja uma questão de grão. Ou será de semente? Vamos dar uma analisada?

Estava passeando em uma galeria do Rio de Janeiro, acompanhado de minha esposa, quando ela, olhando a vitrine de uma loja que não víamos há alguns anos, disse:

 -- Gilberto, olha como todas as coisas estão exatamente no mesmo lugar. Parece que a administração da empresa não evoluiu. Impressionante!

-- É verdade. Confirmei. Lembro bem daqueles relógios e das canetas. Parecem que fixaram residência para sempre naquele eterno local!

Tudo sinaliza para o fato de o lojista ter usado a semente para alimento, esquecendo de plantá-la e com o retorno,  investir ainda mais, dinamizando o empreendimento e colhendo fartamente novos, merecidos  e abençoados grãos.

Não recordo a data exata, mais por não ser tão necessária a precisão, sigamos até os anos 80, quando lembro, de uma firma brasileira que tanto nos causa orgulho, começou a trabalhar na tecnologia de segurança computacional. Na ocasião, desenvolveu o programa de computador Curió. A continuação da semeadura gerou outros importantes grãos, os softwares Capoeira, Caipira e Cipó. Evidentemente, o “portafoglio” de produtos e soluções atuais desta organização, é de uma magnitude de causar espanto aos competidores internacionais. Quando tive contato vibrei com a semente que a empresa cujo nome digo de boca cheia: Módulo, começava a semear no mundo da segurança.

Hoje, a Módulo colhe grãos em vários países do primeiro mundo. De grão em grão, esta empresa tornou-se a maior companhia de soluções em segurança de informática da América Latina. Ela abriu mão de uma série de grãos, preferindo usá-los como semente.

Agora, com negócios em outros continentes, participa de grandes colheitas. Cessando porém o plantio, amanhã a organização não poderá continuar a colher. Há alguma outra maneira de multiplicar o grão, sem que o mesmo seja transformado em semente?

No mínimo você estará dizendo que grão é exatamente a mesma coisa que semente.

O Dicionário lhe dá razão, informando ser o grão, a mesma coisa que semente. Quando porém você pesquisa semente, ele dá outro enfoque. Percebe? Há mesmo uma diferença.

Permita-me dizer que a definição está diretamente voltada para o emprego do Grão. Se consumido, permanece com o mesmo nome. Todavia, quando separado para a multiplicação (investimento), troca seu nome para Semente.

Faça por favor uma reflexão:

-- O que você está precisando usar para sua empresa ascender a estrada da luminescência dos negócios?

-- Grão ou Semente?



Curió, Capoeira, Caipira, Cipó e Módulo, são marcas da Módulo Security Solutions.

BullGuard é marca da BullGuard Limited.
Gilberto Landim
Enviado por Gilberto Landim em 31/08/2006
Código do texto: T229640
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Landim
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
527 textos (25519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:59)
Gilberto Landim