Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Independência?

Mais uma vez o País entra no círculo das comemorações da nossa independência, no dia 7 de setembro. Fico me questionando. Sobre o que comemorar : Onde somos administrados pelos economistas americanos e o fundo monetário internacional (FMI) que nos mostram a maneira mais correta de administrar nossa moeda, na soberba iniciativa de cobrança de impostos de tudo que é espécie. Lançam-nos dia após dia aumentos da gasolina, alimentação, transporte, pedágios etc... Comemorar o que? O avanço da criminalidade, latrocínio, homicídio, fome, miséria, insegurança, falta de emprego, exploração de trabalho escravo e sexual até com as nossas crianças. Comemorar o que? O avanço das drogas que rondam soltas em todas as camadas de classe social. Destruindo a cadeia familiar, os doentes que lotam nossos hospitais em busca de uma última esperança pela vida. Vivendo verdadeiros martírios pela falta de medicação e até de preservativos masculino-femininos (onde o governo federal gastou milhões em campanhas contra a AIDES). Comemorar o que? O banquete de roubalheiras, falcatruas, conchavos e barganhas existentes em Brasília onde tem até ministro e Deputados Federais envolvidos nesse lamaçal podre e imundo na verdadeira lavagem de dinheiro, no claro intuito de abocanharem vantagens, estes “senhores” que deveriam ser representantes do povo e mantenedores de nosso sagrado dinheiro público. Estão até o pescoço envolvidos em CPIs, de bingo, correios, mensalão e outros menos expressivos. (com o País parado esperando aprovarem novos projetos). Ainda tem uns verdadeiros “senhores” cara de pau que vêem a luz dos holofotes da Imprensa afirmando: Não fui eu.... Não sei. Não peguei, mentirosos do primeiro ao quinto. Logo ali vêm as provas e a máscara do verme cai prostrada de corpo e alma na lama podre nos degraus das imundícies. Comemorar o que? A verdadeira morte em vida, onde milhões de pessoas sobrevivem com um salário mínimo, muitos analfabetos e mal alimentados sem mínimas condições de raciocinar, e a miséria batendo em sua porta cada vez mais, e nossos ilustres governantes continuam a manipulá-los sem piedade matando seu povo de fome e de esperança que há muito foi parar no “saco de lixo”. E nosso País, continua sendo capacho do capitalismo americano “manda quem pode e obedece quem precisa”. Comemorar o que? Os mais de 52 milhões de brasileiros que elegeram o partido da ética, moral e respeito. Clamando por mudanças, e hoje é visível a pintura de palhaços e bobo da corte. O que vimos são políticos do alto escalão, vestidos no manto negro de abocanhadores de privilégios engalfinhados ao câncer da célula da corrupção, e tantos outros literalmente a casos sem eira e nem beira loucos por trocarem de partido por qualquer “quinquilharia”, e a lei de fidelidade partidária não lhes interessa ‘ SÓMENTE A FINANCEIRA; tomem tenência com nosso dinheiro público e parem com essas delongas e pitongas respeitando nossa sociedade que vive dando murro em ponta de faca, para sobreviver no caminho dessa grande Pátria BRASIL. Vamos comemorar é a democracia desse País, para que Possamos manifestar nossos pensamentos e indignação, há! Se fosse na Ditadura militar muitos de nós já estaríamos presos, ou refugiados, por
Levantarmos a bandeira da liberdade de expressão. Reafirmo que: o Brasil é rico, mas mal administrado. Na lembrança do Poeta Espanhol Miguel Cervantes. 

"A VERDADE ALIVIA MAIS DO QUE MACHUCA E ESTARÁ SEMPRE A CIMA DE QUALQUER FALSIDADE, COMO O ÓLEO SOBRE A ÁGUA.”

Artigo publicado: Jornal do comércio – Porto Alegre RS-. Data; 04-09-05
Jornal folha Guaibense – Guaíba –RS- Data; 04-09-05
Jornal Correio de Noticias- Eldorado do Sul- RS. 05-09-05
Jornal Gazeta –Centro Sul- Guaíba – RS. 04-09-05
Jornal Novo Tempo – Barra do Ribeiro- RS. 02-09-05


Edegar Soares

Guaíba - Rs.



.
Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 06/09/2006
Reeditado em 06/09/2006
Código do texto: T234089

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:47)
Edegar SOARES