Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Leboco

Semelhante a leopardo, com pés como de urso e boca como de leão. (Apocalipse 13:2)

Estava na praia de Botafogo, Rio de Janeiro, interessado em saber o futuro de uma “inadentrável” hedionda galeria com dois cinemas em ruínas que, depois de vinte anos de degenerescência, finalmente entrara em reforma.

Examinava uma figura esquisita contida no reboco da fachada, quando um rapaz de um restaurante chinês que fica do lado, veio me presentear com um anúncio falando da promoção dos pratos e disse:

--Venha entrar no restaurante, o senhor vai gostar – disse o educado moço, que de modo profissional, trabalhava sua propaganda forçando um resultado instantâneo.

--Só se você me disser o que vão construir nessa joça – sentenciei.

-- Sem problemas. Entre. O Senhor Xô sabe todas as informações e com certeza lhe contará.

Enquanto almoçava, um alegre chinês veio me cumprimentar:

-- “Agola telei um aumento de clientes, com a constlução que estão fazendo aqui do lado. O senhô mola aqui?”

-- Sim. O que estão construindo por favor?

-- Estão fazendo um Leboco.

-- O que é Leboco? – perguntei.

-- Seu Xô. Deixe-me continuar a conversa com esse senhor, pois o “Ovodez”, veio almoçar e quer conversar com o dono.
 
-- Senhor, boa tarde. Desculpe interromper. Seu Xô precisa tomar algumas providências. O pessoal que está chegando é o Grupo dos 10 do Ovobanco. São parceiros nessa construção. A língua do meu patrão é mandalim e ainda não sabe falar direito o português e troca a letra “R” por “L”. Ele diz que estão fazendo um Leboco (reboco) aqui do lado.

-- Mandarim - corrigi.

-- É? E quais são as vantagens? – perguntei.

-- Muitas.

Consertar os cinemas;
Trazer mais clientes para nosso restaurante;
Dinamizar o comércio local;
Revitalizar a área;
Aumentar os negócios do Ovobanco. Vão dar 50% de desconto nos cinemas para os correntistas!

-- De onde veio a idéia do Leboco? – perguntei.

-- Ninguém pergunta isso, mas faz sentido seu interesse. Mês passado, Xi, o filho do seu Xô, não teve aula e veio passar a tarde no restaurante. Quando olhou o reboco da obra, disse que parecia estar vendo um bicho com cabeça de Leão, corpo de Bode e rabo de Cobra. Seu pai juntou as duas primeiras letras de cada bicho e disse: Leboco.

Tentava lembrar onde o Leboco estava me levando. Já sei:  trata-se de uma Quimera.

Como você sabe, o significado de quimera é: imaginação, utopia, fantasia, incoerência ou algo absurdo. O menino Xi e seu pai Xô, têm razão. Também é um Leboco,  o monstro da mitologia grega, com cabeça de Leão, corpo de Bode e rabo de Cobra.

Estava em uma quimera (imaginação) pensando na utilidade do Leboco, além de assustar as pessoas e ser picado pelo seu próprio rabo. Não obtendo sucesso, desisti de tão inadequado pensamento.

Como desculpa por perder tempo pensando em bobagem, essa reflexão serviu para confirmar o dito popular: que não se deve procurar chifre em cabeça de cachorro, nem tromba em girafa. Será?

Até três semanas atrás, simplificava a vida diária servindo-me dessa idéia, quando li na revista americana The Scientist o artigo:

Um Problema de Quimera ( por Clare Kittredge )
Cientistas continuam contrários à idéia de que o registro da patente de Quimeras possa causar impacto no futuro.

A Quimera é a resultante, da mistura de dois ou mais seres. Poderá ser útil na cura do mal de Parkinson e Alzheimer.

Juntamente com a biotecnologia, nasceu a Quimera em 1980, nos Estados Unidos. Até o presente momento, já foram registradas cerca de quatrocentas patentes de Quimera. Os animais mais usados nas experiências foram:

Porco
Rato
Ovelha
Vaca
Coelho
Galinha
Cachorro

A diferença básica entre o Camaleão e o Palhaço, é que os dois disfarçam, mas somente um faz graça. Baseado nisso, agarro-me por enquanto à outra frase:

“Gente é gente e Bicho é bicho”.  Talvez você pergunte: por enquanto?
Quer saber da última da reportagem da The Scientist?

O professor de biologia, Irving L. Weissman, da universidade de Stanford, criou um rato com 1% do cérebro humano. Disse que embora seja possível atingir 100%, a ética jamais o permitirá fazê-lo.

O Dr. Martin McGlynn falou que sua empresa de biotecnologia, aguarda a permissão do Governo Americano para testar células-tronco humanas em Quimeras.

Uma Quimera que talvez fosse interessante, eu chamaria de Vagaca. Veja a seguir, algumas características e vantagens:

Características
Vagaca = Vaca + Galinha + Cachorro
É lógico, que com o tempo seu nome seria mudado para Vaga, sendo chamada pelas crianças de Vaguinha. O pessoal da modernidade chamaria simplesmente de “V”.
Som
Mucoau = Mú + Có + Au
O problema é que algumas pessoas pseudo-eruditas iriam falar “mucô”, pensando ser francês. Estaria pagando o maior “Mícô”!

Vantagens
Fornecimento de leite, como toda boa e linda vaca;
Produção de ovo, ou melhor ovão. Que bão! Poderia depositar o excedente no Ovobanco;
Proteger a galinha do cachorro;
E o cachorro? Tomar conta de se mesmo, da Quimera do dono das crianças, um show de bola. Por falar em bola, o Ovobanco agora está com um comercial de duas bolas!
Fazer amizade com o Leboco.

Uma digressão me fez dar tratos à bola

Chifre em cabeça de cachorro. Ajuda a enfrentar animais com cornos.
Óculos para caranguejo. Nano tecnologia em ação - Visão de 360 graus. Nada maus!
Canivete suíço - tão útil, que lembra uma quimera. Ou será um Quibanco?

Obter tudo isso
Quem dera
Caçar com caniço
Quimera

Anzol reboliço
Laça mera
Induz-me ao pinço
Quimera

Em múltiplo uso
Imagem à vera
Um pouco confuso
Quimera

Querer o reverso
Quem dera
Por isso me apresso
Quimera

Chegou o progresso
Leboco impera
Alcançou sucesso
Quimera

O amigo pode dizer:
-- cara você ultrapassou a loucura.

Resposta:
-- Estou falando apenas de uma Quimera.

Hoje você encontra chifre em cabeça de cachorro, bico em boca de cavalo. O devaneio tornou-se real, trazendo-nos o Leboco. Se você preferir, a Quimera.

O Ovobanco fez um Leboco. Transformou os dois horríveis cinemas da Praia de Botafogo em:

6 Salas de Cinema Ultramodernas
1 Livraria Bonitona
1 Um café chique
1 Lanchonete

Um detalhe: os correntistas do Ovobanco, têm 50% de desconto nos cinemas e em “otras cositas más”. Certamente alavancará mais negócios, aumentando a mão de obra. É o Leboco com Responsabilidade Social.

O Ovobanco poderá procurar os cientistas e cadastrar sua linda e útil quimera. Está tudo inaugurado, funcionando com um sucesso enorme. “Chineses e caliocas agladecem pelo empleendimento que no início não passava de um simples Leboco”.
Gilberto Landim
Enviado por Gilberto Landim em 12/09/2006
Código do texto: T238212
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Landim
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
527 textos (25521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:57)
Gilberto Landim