Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



MIMOSO DO SUL, REVIVE A NOSSA HISTÓRIA


A Escola Municipal “Constâncio Vivas” foi palco de referência Estadual para outros Municípios, a cultura dos fundadores do Distrito de Santo Antonio do Muqui, fez se reviver.

A Diretora Eliane Puppim, e, auxiliares desse projeto, somam-se ao programa “Escola Aberta” no Município de Mimoso do Sul.

Pois deve ter gerado renda para aquela Escola, parabéns, Coordenadora, professores e demais funcionários que de forma espontânea contribuíram com á venda de deliciosos pratos típicos com referencia ao espetáculo apresentado, garantindo atenção para um fim de semana que seria ocioso.

Abriram-se as cortinas, a Diretora anunciou a dança dos índios; alunos representaram danças indígenas ao som especial, mostrando rara beleza, tradições, costumes da era 1896.

Os convidados para a festa tiveram a oportunidade de conhecer também, a dança – afro, a italiana e a dança portuguesa, teve presente, um coral do Distrito vizinho, de Conceição de Muqui, interpretaram várias canções, vozes bastante harmoniosas, lindo o coral. Todas as atrações muito bem apresentadas e bem vestidas, com figurinos da época.

Nesse contexto, vive a etnia indígena, a negra, portuguesa e a italiana.

Necessito aqui destacar, que o prédio onde foi fixada a Escola “Constancio Vivas” deve-se graças a Dona Odette Vivas Amado, a “Vovó Detinha”, que muito contribuiu para a modernidade de Santo Antonio, na doação do lote de terra, fez brotar do chão a semente daquela Escola, creio ainda ser vovó Detinha a mais idosa residente no distrito de Santo Antonio.

Há quase 3 anos, foi aprovado na Câmara Municipal da Cidade de Mimoso do Sul, o projeto, dando o nome da Biblioteca daquela Escola de “Biblioteca Vovó Detinha”, homenagem mais do que justa.

Estive visitando a Escola por ocasião desse evento, ocorreu-me um tremendo vazio, muito grande, não vi na porta da Biblioteca, qualquer referência com o Projeto a qual eu também estive presente na Câmara, pelo menos uma folha de cartolina com o nome gravado em tinta comum, “Biblioteca Vovó Detinha”, essa senhora que muito construiu a sua história, nasceu e sempre residiu no município, onde compartilha sua arte, sua vida e a sua dedicação á Comunidade.

Como falar de ética para os alunos, Se as leis do seu município não são cumpridas? Creio ser bastante perigoso certas adversidades em que compartilhamos. Aproveitando esse texto, fica aqui o meu apelo, ao Departamento de Cultura, a Diretora da Escola Constancio Vivas e as demais autoridades, inclusive a nossa Prefeita. Todos nós somos obrigados a cumprir ás Leis.


Alci Santos Vivas Amado
Enviado por Alci Santos Vivas Amado em 19/09/2006
Reeditado em 20/09/2006
Código do texto: T244167

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alci Santos Vivas Amado
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil, 71 anos
238 textos (31006 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:31)
Alci Santos Vivas Amado