Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
DISCÍPULOS DE DEUS

“Está escrito nos profetas: todos serão ensinados por Deus”. (Jo. 6,45).

Na vida estamos sempre aprendendo, às vezes, como discípulos atentos, e assim nunca esquecemos a lição apreendida no mais profundo da alma; às vezes, porque “achamos” que Deus é extremamente generoso, esquecemos a lição e apresentamos os mesmos erros, parecendo até que somos “filhinhos de papai” que abusam de sua fortuna para praticar o mal. 

Ora, ser discípulo de Cristo é muito mais do que ser um mero coadjuvante na vida; para São João é viver em plenitude à vontade do Pai e fazer tudo o que Cristo fez e muito mais, uma vez que o Senhor nos garante diante do nosso Criador. Tudo o que fazemos na vida aponta para Cristo ou não; comunga com sua vontade ou não; realiza em nós o plano salvífico do Senhor ou não; depende do sentido com que fazemos as nossas ações e ainda do grau de consciência e por quem nos deixamos conduzir, ou quais valores conduzem as nossas ações.

Vivemos em um mundo que prega a liberdade, mas na verdade é escravo de tudo que faz, pois o fazer sem Deus é um fazer sem nexo, perdido. Segundo o Beato João Duns Scoto: “ser livre é escolher o Bem o Sumo Bem e o Sumo Bem é Deus”. Por isso, todo viver e fazer precisam está direcionados a Deus em Cristo de quem somos filhos e discípulos. 

É verdade que devido a nossa contingência (limitação) sofremos provações e desafios, tentações e lutas espirituais, porém sabemos que nunca somos tentados além de nossas forças, porque com as tentações vêm também as graças para vencê-las, além do mais não estamos sozinhos, pois Cristo é o nosso Mestre e está sempre a nossa frente qual doce Rabi a nos apontar a vereda da retidão e da vida eterna, é por isso que não corremos o risco de nos perdemos sem rumo.

Vejamos o que diz São Tiago a esse respeito: “Feliz o homem que suporta a tentação. Porque, depois de sofrer a provação, receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam. Ninguém, quando for tentado, diga: ‘É Deus quem me tenta’. Deus é inacessível (impenetrável) ao mal e não tenta a ninguém. Cada um é tentado pela sua própria concupiscência (desejo desordenado), que o atrai e alicia. A concupiscência, depois de conceber, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte. 

Não vos iludais, pois, irmãos meus muito amados. Toda dádiva boa e todo dom perfeito vêm de cima; desce do Pai das luzes, no qual não há mudança, nem mesmo aparência de instabilidade. Por sua vontade é que nos gerou pela palavra da verdade, a fim de que sejamos como que as primícias das suas criaturas”. (Tiago 1,12-18).

É nisto que consiste sermos discípulos de Deus, seguir os passos de Jesus Cristo o Senhor de nossas vidas. Ele mesmo nos diz: "O discípulo não é mais que o mestre, o servidor não é mais que o patrão. Basta ao discípulo ser tratado como seu mestre, e ao servidor como seu patrão”. (Mt 10,24-25a)

Ser atraídos por Deus é o mesmo que mergulharmos no seu infinito amor e nos inebriarmos de sua sabedoria, o Espírito Santo, e nos deixarmos conduzir pela sua divina unção. Por isso, para o Senhor Jesus: “crer é possuir a vida eterna”, isto é, tornar-se vida eterna nele; todavia, nada disso se dá sem a ação do Espírito Santo; agora, quais aprendizes atentos, nos deixemos conduzir por esse pedagogo eterno que nos ensina a ser santos e como experimentar a verdadeira paz do céu aqui na terra.

Vem, Senhor Jesus! Nós te amamos e te esperamos!

Paz e Bem!

Frei Fernando, OFMConv.



Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 24/09/2006
Reeditado em 25/09/2006
Código do texto: T248149
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215286 leituras)
87 áudios (18785 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:05)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor