Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jesus não foi batizado aos 30 anos por João Baptista

Como o João foi preso na Pereia no 6º mês do ano 26 d.C, a mando de Herodes Antipas, e ficou preso na fortaleza de Maqueronte, por dez meses, até ser decapitado, o “Batismo” de Jesus Cristo aos 30 anos, por João Baptista, filho de Zacarias, é só uma estratégia, no sentido de fingir que Jesus Cristo existiu.
Tanto os Documentos romanos como o escritor Flavio Josefo, em “Antiguidades Judaicas”, reportam a morte de João Batista em 27 d.C., porem sem mencionar “Salomé”, que só existe nas versões modernas.

O Batismo de Jesus Cristo por João Batista é uma cópia de lendas como a de Zaratustra Spitaman, que há cerca de 3700 anos, com 30 anos de idade, ao participar de um ritual de purificação no Rio, conheceu Vohu Manah, que o conduziu ao Deus Ahura Mazda.
Hórus também teria sido batizado aos 30 anos, por Anup, no Rio Eridanus (Jordão); e para fingir que Jesus Cristo existiu, se forjou que o João Batista teria batizado Jesus Cristo aos 30 anos.

Já que o Elias não morreu, e “Subiu ao Céu Num Carro de Fogo”, o João Batista não seria a “reencarnação” do profeta Elias. João Batista não foi Batizado, não fez Profecias, não teve Clarividências, e o João seria apenas um esquizofrênico que julgava ter vindo ao mundo para confirmar as profecias de Isaias a respeito da vinda do Messias.
Quando perguntaram ao João Batista, És tu profeta? Ele respondeu, Não!

Em 7:28, Lucas ao afirma que Jesus teria dito que "E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João Batista", estaria contrariando a versão onde Moisés afirmou que "E nunca mais se levantou em Israel profeta algum como Moisés, a quem o SENHOR conhecera face a face." 34:10.

Sendo judeu, Jesus teria sido batizado no oitavo dia de nascido, numa “Britmilá”, como símbolo da “Aliança entre Deus e o povo de Israel”, e Batizado aos 13 anos, quando passou pelo B'naiMitzvá.
O Batismo cristão por Ablução é uma cópia dos rituais pagãs, onde ao se banhar em algum Rio como o Rio Ganges, não se purifica a Alma, e sim, se adquire doenças infecto-contagiosas.
O “Batismo” por Ablução, feito por João Batista servia para “lavar” a mancha do “Pecado Original”, e Jesus sendo um Deus/homem e o “Espírito Santo”, Ele teria nascido sem o “Pecado Hereditário”, e não precisaria ser batizado. Além disso, a “BritMilá” de Jesus teria sido uma Aliança de D'us consigo mesmo, e na hora do “banho” por imersão nas águas do Rio Jordão, o Espírito Santo não precisaria ter descido sobre Jesus, ou seja, decido sobre si mesmo.
Lisandro Hubris
Enviado por Lisandro Hubris em 10/10/2010
Reeditado em 11/10/2010
Código do texto: T2548471
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lisandro Hubris
Não Interessa - Açores - Portugal, 89 anos
380 textos (96734 leituras)
33 e-livros (15925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/11/14 07:47)
Lisandro Hubris



Rádio Poética