Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que pais é este? Duas tragédias!

Que pais é este? Duas tragédias!

Caros amigos do Recanto, é com muita tristeza que venho através deste artigo, dizer que  hoje tenho vergonha de ser BRASILEIRO.
Neste pais de clima extraordinário, e de belezas mil, existe um povo mesquinho, ignorante e acima de tudo sem patriotismo.
Em um pais como o Brasil,  penso que é de extrema importância o patriotismo ( amor e respeito ao pais),  e o respeito ao próximo. Infelizmente em nosso pais cada um só quer saber do seu, e o do próximo que se fo....., deis de que este proximo seja brasileiro é claro, pois os estrangeiros são bem tratados.
Neste sábado fomos pegos de surpresa por uma tragédia que veio silenciosa, um abalo inesperado para todos no mundo, mas de maior força para nós brasileiros. Perdemos prematuramente 155 vidas, pessoas que voavam naquele momento buscando uma vida melhor, muitos a trabalho, outros a passeio, mas todos de olho no futuro.
Para estes 155 brasileiros o futuro foi sábado, ali acabaram-se promessas, ilusões e acima de tudo sonhos, sonhos de ver um pais digno para se viver, onde todos tenham seus direitos respeitados e vivam com dignidade.
Mas para nós que ficamos o sonho ainda esta ai, o sonho existe mais a vida muitas vezes é mais rápida que nós,  ela se esvai como a água do rio que passa por uma ponte para nunca mais voltar, é um ciclo que não podemos modificar. Se esperarmos muito tempo para plantar os frutos, com certeza não viveremos para colhe-los e para saborea-los!
Neste sábado nós perdemos 155 pessoas, mais no Domingo a tragédia foi muito maior, (é claro que estou fazendo uma comparação de duas coisas diferentes em seus conteúdos mais iguais em seus fins), perdemos a chance de dar a volta por cima, de mostrar que não somos idiotas, de salvar não só 155 pessoas mais sim 120 milhões de um fim que já esta se desenhando como a maior tragédia mundial.
Já comparam o Brasil, a uma nova China em população para 2014, um Brasil como o Haiti em violência em 2010 e uma Brasil como a África em pobreza 2015.
 Até quando nós vamos ficar sentados esperando alguém fazer algo, por que é isto que estamos fazendo, nós só sabemos reclamar, e esperar que as pessoas que colocamos para nos representar no poder por meio de uma democracia (que na verdade é uma ditadura escancarada), faça algo para mudar tudo.
Neste Domingo vendo o que aconteceu nas votações, tive a pior sensação que um cidadão de bem pode ter, tive a sensação de que havia perdido algo, que havia perdido alguém, que havia perdido o Brasil.
O que vi em meus sonhos no final deste Domingo me deu calafrios. Vi o melhor lugar do mundo cair em desgraça, em uma desgraça causada por seu próprio povo.
Eu sei que parece ainda muito prematuro, mais acho que o Brasil não tem mais salvação, nosso povo esta podre, cada um só pensa em si deixando o próximo morrendo afogado a um metro da margem do rio. Depois de tudo que vimos nos últimos tempos elegemos novamente os mesmos “bandidos”, as mesmas maças podres. A quem votou para Paulo Maluf, Fernando Collor, Clodovil, Franck Aguiar e outros envolvidos em corrupção e sem nenhum estilo de comandar ou fazer bem a alguem, peço para que ponham a mão na consciência, pois acabaram de cometer não só um, mais 120 milhões de homicídios.
Tenho mil coisas ainda a escrever, mas no momento estou tão enojado que não consigo. Assim termino o meu artigo com a frase de uma musica interpretada por Cássia Eller que mostra que dentre os tempos neste pais nada mudou e não vai mudar.
“AINDA SOMOS OS MESMOS E VIVEMOS, AINDA SOMOS OS MESMOS E VIVEMOS COMO OS NOSSOS PAIS!”.

Ass: Diogo Raphael Simione
Diogo Raphael Simione
Enviado por Diogo Raphael Simione em 03/10/2006
Código do texto: T255404
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diogo Raphael Simione
Pedreira - São Paulo - Brasil
47 textos (27210 leituras)
4 e-livros (3086 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:54)
Diogo Raphael Simione