Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO A UM DESTES PEQUENINOS FIZESTES. . .


E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita:

Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Mt. 25:31-40.

Quem seriam esses pequeninos? Mendigos? Cheira-cola? Delinqüentes?

Na bem-aventurança, disse Jesus:

Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Mt. 5:11.

É mister que digamos que os bem-aventurados lá relacionados devem reunir numa só pessoa todas as qualidades lá mencionadas. Assim, os bem aventurados além de serem misericordiosos, pacificadores, limpos de coração, etc..., também são os mesmos que são e serão perseguidos por causa da justiça.

Ainda que dentre delinqüentes possa haver alguns que venham a tornar-se misericordioso e, portanto, venham, assim, a alcançar misericórdia, a recompensa não será para eles se não se converterem. Pois a mensagem é enfática e é de alcance global: “Arrependei-vos e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados”. At. 3:19.

Disse Jesus:

Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou. Quem recebe um profeta em qualidade de profeta, receberá galardão de profeta; e quem recebe um justo na qualidade de justo, receberá galardão de justo. E qualquer que tiver dado só que seja um copo de água fria a um destes pequenos, em nome de discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão. Mt. 10:40-42.
Então os pequeninos aos quais refere-se o previsto para serem recompensados são os discípulos de Jesus. Mas como discípulo significa aluno ou aprendiz, faz-se necessário saber quem está nessa condição. Será todos que dizem seguí-lo, e que pretendem seguir seus ensinos?

Disse mais:

Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo. Lc. 14:26 e 27.

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. Jo. 13:34 e 35.

E mais:

Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.   Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor. Jo. 15:7 a 9.

Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me. Mt. 16:24.

E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Mc. 8:34.

E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. Lc. 9:23 e 24.

Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna. Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará. Jo. 12:25 a 26.

Assim, não é suficiente ser aluno-aprendiz. É necessário que seja imitador, observador e seguidor, preferindo a Ele, ainda que para isso tenha que aborrecer a pai e mãe; a filhos e irmãos; a mulher e a vida.

Mas, por ocasião da recompensa, haverá quem queira reivindicar direitos, veja:

Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão. Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. Lc. 13:24-26.

E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade. Lc. 13:27.

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade. Mt. 7:21-23.

Então, se o que fizer a um dos menores discípulos de Jesus fará a ele, a Jesus, os que não fizerem benefícios aos seus discípulos não o farão a Jesus. E, assim, receberão a reprimenda:

Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. Mt. 25:41-46.

E muitos não fazem o que manda o Espírito Santo por Paulo, que disse: Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem. Rm. 12:20 e 21.

E por nos considerarem como inimigos, apesar de nunca termos feito nenhum mal a eles, também nos ofendem e maldizem, e até ridicularizam. Estes, apesar de se dizerem servos de Deus, e seguidores dele, não atentam para a revelação que diz:

Senhor, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração. Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo. Sl. 15:1-3.

Esses amam aqueles que estão lhes enganando com palavras fingidas, e que lhes espoliam, e odeiam aqueles que lhes falam sinceramente a verdade, como eu.

Disse Jesus:

Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. Jo. 15:18 e 19.

Então esses são do mundo, ainda que pertençam a organizações religiosas pretensamente cristãs. São cegos que estão sendo guiados por outros também cegos.

Alguns, temporariamente, crêem em nós e nos seguem, mas logo se escandalizam devido a nossa condição de humildade. E não perseveram até o fim como alguns discípulos de Jesus também não perseveraram e o deixaram. Portanto não é de estranhar.

O que eu tenho recebido deles lhes será recompensado. Aos que bem me fizerem com consciência de que eu sou um dos pequeninos discípulo de Jesus, lhes será dito: “vinde benditos de meu Pai. E aos que me tem perseguido, caluniado, maldizido, difamado, etc., se lhes dirá: Ide malditos para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos. Porque quando a um destes pequenos fizestes a mim fizestes.
oliprest
Enviado por oliprest em 21/10/2010
Código do texto: T2569303
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 64 anos
1253 textos (114260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/14 19:33)
oliprest



Rádio Poética