CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Carnificinas promovidas pela Igreja Católica

Você leitor que está lendo estas linhas, deve estar se perguntando o porquê de tantos “ataques” a Igreja Romana, ressalto aqui que debato idéias e não pessoas. Critico a instituição que prega “moral de cueca”, quando na realidade não tem moral alguma, mas de nenhuma forma aos católicos pelos quais tenho o maior respeito, inclusive minha família é católica. Procedo desta maneira com pleno conhecimento de causa, pois já fui seu ministro, estive às portas do seminário arquidiocesano e quase fui seu sacerdote, pois eu amava profundamente esta “meretriz” (Ap 17), mas não tinha conhecimento pleno de suas atrocidades ou talvez não quisesse enxergar, tentando mascarar os fatos, pois contra estes não existem argumentos. Exponho aqui um breve resumo das principais carnificinas cometidas por esta instituição. Lembrando que o papado no princípio sobreviveu apoiado pelo Império Romano e mais tarde fazendo alianças astutas com os francos, posteriormente ganhou prestígio com as "FALSAS DECRETAIS DE ISIDORO", no começo da idade média usou a força dos países subservientes e mais tarde impôs autoridade derramando muito sangue na Inquisição, instituída pelo papa Inocêncio III.
Quase todos os papas foram autoritários, como Nicolau V, anos 1447-55, que autorizou o rei de Portugal "a guerrear com povos africanos, confiscar suas terras e fazer escravos." Esse papa dizia: "Sou tudo em todos, minha vontade prevalecerá; Cristo mandou Pedro embainhar a espada, mas eu mando desembainhar."
Santo Afonso Legouri também surpreendeu quando prescreveu que a Igreja sanciona o roubo! Esse "Santo", canonizado disse que "Se alguém roubar pouco, principalmente se for pobre não comete pecado!" (Dabium Leguori, citado por CHINIQUI, pág., 122)

Eis as principais atrocidades:
 
1º - Em 1208 exterminaram os cristãos Albaneses.

2º - O FRADE TORQUEMADA, anos 1420-98, comandou por 8 anos a morte de 10.200 protestantes e intelectuais queimados vivos, foi horrível! – o bispo Hooper foi queimado com fogo insuficientemente e gritada: "Mais lenha, aumente o fogo!" Ao seu lado numa caixa estava o papel de perdão, bastava retratar-se, mas não o fez!

3º - Só na Espanha 31.912 cristãos não católicos foram mortos. 291.450 martirizados e dois milhões banidos; a Espanha que era nação poderosa tornou-se país sem expressão!

4º - Carlos V anos 1500-58 eliminou por ordem do papa 50 mil cristãos alemães!

5º - O Papa Pio V anos 1566-72, exterminou 100.000 Anabatistas.

6º - O Papa Gregório XIII anos 1572-85, organizou com os jesuítas o extermínio dos protestantes franceses e na noite de 24 de agosto de 1572 mataram 70 mil deles! – Esse papa comemorou mandando que as Igrejas cantassem o TE DEUN, trocassem presentes e cunhou moedas comemorativas as massacre.

7º - Em 1590 o catolicismo eliminou uns 200 mil cristãos Huguenotes.

8º - O Monarca alemão Fernando II anos 1578-1637 instigado pelos jesuítas começou uma guerra de extermínio aos protestantes; essa guerra religiosa terminou em guerra política e tirou a vida de 15 milhões de pessoas! (1618-48)

 Tuta Scelera Esse Possunt, Secura Non Possunt!

      Em 1534 surgiu no cenário do Catolicismo Romano uma ORDEM SINISTRA! – Escreveu a página mais negra e horrenda da história da igreja. Foi criada pelo espanhol Inígo Lopes de Recalde, ex-pajem da corte e depois militar. – Ferido duas vezes na batalha de Pamplona, Inígo perdeu a aparência física, não podendo mais fazer parte na corte, adotou o pseudônimo de Inácio de Loyola, fundou a Ordem dos Jesuítas e foi canonizado pelo papa Gregório XV no ano de 1621.

 O juramento dos Jesuítas:

      encontra-se no livro "Congressional de Relatórios", pág. 3262 e em resumo diz: "Prometo ensinar a guerra lenta e secreta contra os protestantes e maçons... queimar vivos esses hereges, usar o veneno, o punhal ou a corda de estrangulamento... farei arrancar o estômago e o ventre de suas mulheres e esmagarei a cabeça de seus filhos contra a parede, a fim de aniquilar a raça!" "Se eu for perjuro, as milícias do papa poderão cortar meus braços e minhas pernas, degolar-me, cortando minha garganta de orelha a orelha, abrir minha barriga e queimá-la com enxofre, etc.! – Assino meu nome com a ponta deste punhal molhado no meu próprio sangue."

      Papa Clemente VII os repudiou chamando-os de "intrigantes". Mais tarde Clemente XVI em 21-7-1773, aboliu a Ordem, mas Pio VII no ano de 1914, restaurou os jesuítas que se dizem "Defensores do papa e braço direito da Igreja!" Foram expulsos de Portugal e da França em 1759, da Boêmia em 1762, banidos da Espanha em 1766, Malta livrou-se deles em 1768 e a Dinamarca em 1772, etc. Os Jesuítas consideram-se acima dos bispos por terem bulas que os isenta de sua jurisdição, os bons dicionários os identificam como astuciosos e hipócritas." São orientados por uma iminência quase papal conhecido como Papa-Negro, cujas relações com o Vaticano não são claras (Ver História dos Jesuítas, Melo Morais).

Concluindo é claro, não poderia deixar de citar a INQUISIÇÃO que num período de 600 anos, ceifou a vida de em torno de 9 milhões de pessoas através da fogueira, afogamentos ou linchamentos, e neste índice oficial não se contabiliza a Guerra Santa (retomada de Jerusalém, 1096 à 1270). O fato curioso nos réus do Tribunal do Santo Ofício é que 75% eram mulheres viúvas com mais de 50 anos, 15% de homens viúvos de qualquer idade, 10% de crianças (todos filhos de pessoas já condenadas) e 5% indefinido e de outras religiões, em todos os processos eles eram acusados de ações sexuais com o satã ou lascívia bestial! Detalhe: quem acusava poderia receber 25% das propriedades do réu caso fosse comprovado o "conjunctus" com o demônio, o restante iria para a Igreja caso não houvesse herdeiros!

Não fui eu quem criou estes dados, é a história comprovando, isso é apenas um resumo, fora muitas outras atrocidades que não foram citadas e nos dias de hoje vem à tona no mundo todo, os escândalos envolvendo padres pedófilos, minando ainda mais a frágil credibilidade do Vaticano e além de tudo isto, querem vir impor seus ditames e sua moral um tanto quanto corrupta... ninguém merece...

Adriano Couto
Enviado por Adriano Couto em 11/11/2010
Reeditado em 04/09/2011
Código do texto: T2609389

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Adriano Couto
Butiá - Rio Grande do Sul - Brasil, 28 anos
47 textos (15057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/04/14 05:12)