Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Sentido para Vida

Um  sentido para a  Vida
Magela Arruda
2006

Para que eu vim à terra, qual o sentido de viver, por que e para quem vivo?  O que tenho feito , qual o sentido da vida,  o que me motiva a viver: dormir, acordar, trabalhar, continuamente? Deve haver alguma razão maior . Recuso a pensar que sou mais um animal. Necessito de algo que me preencha,  me faça sentir conectado  com a energia vital  que dá vida ás flores, faz germinar as plantas.  Ser parte do todo  em harmonia com o universo ,  corrente de energia vital.
Como me sentir vivo, presente, satisfeito e realizado? Seria dando minha participação, proporcionando benefícios às pessoas? Ver que contribuí  para melhoria da comunidade e meu torrão natal ?
Não sentir o vazio da inutilidade, um abortado do mundo, um projeto de Deus que não se  viabilizou, uma  missão  fracassada, a  tristeza do insucesso, um homem de lata, um corpo sem unidade com a alma,  perdido no meu caminho sem saber para onde ir, o que fazer? Quero  me sentir integrado, conectado com a engrenagem do universo , ser parte do fluxo vital desta grande rede de veias que nutre o cosmo pulsando em uníssono ,  energia   neste processo  de sístole e diástole . Cumpro a missão que Deus me reservou?
Afinal qual a missão que me foi reservada?
Faço a minha missão ou recebi de Deus  quando nasci?
De um jeito ou de outro estou perdido.Primeiro, não percebo um sentido maior no que eu faço e  sim um mecanismo  banal.
Vivo ,alimento e educo os meus filhos; como os pássaros fazem
Por que viver?, Para que viver e por quem viver?
Por que nasci ? Vivo e continuo vivendo; por mim, pela minha mulher e meus filhos . Com que sentido ? De manter-me e mantê-los vivos?
Alienado no tempo,  um estranho no mundo , sem rumo e sem direção? Com medo, perdido, confuso, atrapalhado e desnorteado. Sinto-me vazio ,sem uma bússola interior  que possa me localizar: onde estou, para onde vou, fazer o que  e por quê?
Quero viver o dia ; não gastar ou adiantar o tempo e sim ser o próprio eu;
alimento e protecção  para os que  necessitam .
Para quê?
Para  me sentir útil , não um peso,  mas um suporte. Contribuir de alguma forma para a melhoria do mundo.
Magela
Enviado por Magela em 13/10/2006
Código do texto: T263600
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Magela
Fortaleza - Ceará - Brasil, 71 anos
24 textos (555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:24)