Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
CREIO EM DEUS - PARTE I
"A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê". (Hb 11,1)

Creio: mais do que uma afirmação, é uma convicção ou empenho de toda vida; crer é ser de Deus. Quando se diz: creio no amor em outras palavras isso quer dizer que só quem vive essa dimensão chamada amor crê nele de fato (Cf. 1Cor 13).

Caros irmãos e irmãs: “Desde a origem, a Igreja apostólica exprimiu e transmitiu sua própria fé em fórmulas breves e normativas para todos: ‘Se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo’“. (Rm 10,9) Conferir ainda 1Cor 15,3-5. “Mas muito cedo a Igreja quis também recolher o essencial de sua fé em resumos orgânicos e articulados, destinados, sobretudo aos candidatos ao Batismo. Estas sínteses da fé chamam-se ‘profissões de fé’, pois resumem a fé que os cristãos professam. Chamam-se ‘Credo’ em razão da primeira palavra com que normalmente começam: ‘Creio’. Denominam-se também ‘Símbolos da fé’”. (CIC). Ora, para nós o ‘Creio em Deus... ’ é o símbolo de nossa fé por excelência, ele é um sinal de reconhecimento e de comunhão entre os crentes; por isso, ele é a coletânea das principais verdades da fé. Daí o fato de ele servir como ponto de referência primeiro e fundamental da catequese.

O Creio, “símbolo de nossa fé, está, pois, dividido em três partes: ‘Primeiro, fala-se da primeira Pessoa divina e da obra admirável da criação; em seguida, da segunda Pessoa divina e do Mistério da Redenção dos homens; finalmente, da terceira Pessoa divina, fonte e princípio de nossa santificação”. (CIC). Com efeito, a Escritura Sagrada nos diz que “o justo vive da fé”; ora, viver da fé é seguir as pegadas dos apóstolos de Cristo que nos confiaram o Credo ao qual chamamos Símbolo dos Apóstolos que é esse resumo fiel da fé dos mesmos apóstolos, o qual contém as verdades básicas ensinadas por eles e por todos os discípulos de Cristo em todos os tempos. “Sua grande autoridade vem do seguinte fato: ‘Ele é o símbolo guardado pela Igreja Romana, aquela onde Pedro, o primeiro apóstolo, teve sua Sé e para onde ele trouxe a comum expressão de fé”. (CIC).

Por fim, irmãos e irmãs na carta aos Hebreus encontramos o seguinte versículo: "Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, pois para se achegar a ele é necessário que se creia primeiro que ele existe e que recompensa os que o procuram". (Hb 11,6). De uma certa forma todos os seres humanos têm fé, pois sem fé é impossível a vida. Todos crêem em alguma coisa, mas a verdadeira fé é aquela que nos liga a Deus, ela, na verdade, é Comunhão com Sua Vontade divina; o homem e a mulher de fé percebem no mais íntimo de si mesmos e nas ações que praticam a presença de Deus; presença esta que orienta, estimula, que leva ao arrependimento das faltas cometidas, que salva, cura e faz feliz.

A fé é o alento da alma que nos faz desejar a santidade e a glória de Deus, alcançadas pelas virtudes que Espírito Santo nos concede. Em meio a toda fraqueza humana e todas as contradições deste mundo, somente por meio da fé encontramos respostas para essas agruras que nos atormentam e somente em Deus encontramos alívio e conforto. Por isso podemos dizer com o salmista: “só em Deus nossa alma tem repouso, pois é dele que nos vem a salvação.” Amém!
Com Jesus e com Maria
Frei Fernando,OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 18/10/2006
Reeditado em 20/10/2006
Código do texto: T267198
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215014 leituras)
87 áudios (18784 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:02)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor