Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REVELADO O MISTÉRIO DA ARCA DE NOÉ

Comecei a ler a Bíblia Sagrada aos 12 anos, ocasião em que meus pais se tornaram evangélicos. Até aquela época, eu só conhecia as histórias mais famosas como a do Paraíso (Adão e Eva), a Arca de Noé, Sansão e Dalila, Davi e Golias e do Rei Salomão, o homem mais sábio do mundo que teve setecentas mulheres e trezentas amantes (concubinas). Assim, quando iniciei a leitura do mais famoso livro dos cristãos, sequer imaginava que fosse encontrar nele tantas contradições, tantos erros de lógica, tantas coisas absurdas, inconcebíveis e inaceitáveis mesmo para os dias de hoje. Durante 25 anos (até o 37 anos de idade), li a Bíblia pelo menos 20 vezes nas mais diferentes versões, anotando ponto a ponto, versículo a versículo. Descobri depois que havia muitas versões do livro e não apenas aquela que os evangélicos da Assembléia de Deus usavam nos cultos. Os Adventistas do Sétimo Dia tinham uma versão diferenciada, assim como os Testemunhas de Jeová, os Católicos e os próprios judeus usavam livros diferentes. Qual era a versão verdadeira (se é que havia alguma)? Quem traduziu os textos originais e onde eles estavam? Onde estavam  as provas de tudo quanto estava escrito nos livros que compunham a Bíblia e que foram traduzidos e retraduzidos?

 Fiz um estudo sistemático da bíblia sagrada. Verifiquei surpreso que os próprios cristãos discordavam sobre a autenticidade das versões uns dos outros. Cada grupo religioso afirma possuir a versão verdadeira. Todos dizem, no entanto, que é a Palavra de Deus. Mas de qual Deus? Do Jeová, o nome do deus que os judeus afirmaram conhecer há milhares de anos. Sabe-se que depois inventaram outros deuses, sendo um deles chamado de Jesus, que não teve pai terrestre e foi fecundado só pelo óvulo de uma mulher virgem chamada Maria. Depois inventaram outra figura chamada Espírito Santo, que até hoje ninguém sabe o que é direito, mas parece ser uma espécie de "ser" sem identidade e origem. Infelizmente, poucas pessoas leem de fato a Bíblia. Tudo o que sabem é pela boca dos pastores, padres e líderes religiosos. O livro é muito hermético, confuso e cheio de contradições. Dizem que é a Palavra de Deus. Se fosse, não deveria ser mais clara, objetiva e não conter tantos erros? Bem, vamos fazer apenas uma análise de dois capítulos do livro de Gênesis. Neles poderemos constatar uma série de fatos que demonstram a impossibilidade de existir verdade na lenda contada pelos judeus.

 Gênesis 6

1.    E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,

2.    Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.

3.    Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.

 Isso não é verdadeiro pois atualmente temos muitas pessoas que já passaram dos 120 anos.

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4554670-EI8142,00.html

E segundo as pesquisas científicas o ser humano poderá nos próximos séculos viver até mil anos:

http://noticias.sapo.pt/info/artigo/1076583.html

 4.    Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.

Gigantes? Onde estão os fósseis desses gigantes? De onde vieram? Filhos de Deus? Quem eram eles? De outro planeta? Aqui há uma grande icógnita. Não existem provas da existência desses gigantes nem se explica quem eram os Filhos de Deus, como se fossem eles oriundos de um outro planeta.

 5.    E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.

6.    Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.

 Pode um Deus se arrepender? Arrependimento não é um sentimento de culpa e próprio dos seres humanos? Um Deus pode errar? Se pode, o que o diferencia de um SER HUMANO? Um Deus como esse que parecia ser onipotente, onisciente e onipresente, não sabia que iria acontecer todas essas coisas? Porquê fez o homem imperfeito para depois destruí-lo impiedosamente? O homem pediu para ser criado? Um ser humano não tem direito de punir Deus por seus erros? Que Deus é esse que não consegue fazer as coisas certas desde o início e coloca a culpa nos seres humanos?

 7.    E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.

Uma vez mais o arrependimento. E por quê e para quê  destruir os animais? Eles também cometeram algum erro? Quer dizer que se meus filhos cometerem um erro eu devo matar todas as galinhas, cães e gatos que eu tenho em casa? É este um bom exemplo de justiça do Deus da Bíblia?

8.    Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR.

9.    Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.

10. E gerou Noé três filhos: Sem, Cão e Jafé.

11. A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência.

12. E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.

13. Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.

14. Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos na arca e a betumarás por dentro e por fora com betume.

15. E desta maneira a farás: De trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinquenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura.

16. Farás na arca uma janela, e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás andares, baixo, segundo e terceiro.

 A arca deve ter tido essas dimensões:

1 Côvado = 0,444m
Comprimento: 300 x 0,444 = 133,20 metros
Largura: 50 x 0,444 = 22,20 metros
Altura: 30 x ,0444 = 13,32 m metros

 Veja este vídeo

 http://www.youtube.com/watch?v=CsgZWpNXnLc

 e você entenderá que seria impossível um navio com estas dimensões caber  uma casal de cada animal que havia no planeta inteiro. Será que alguém se perguntou como foram para lá os rinocerontes, os ursos polares, os cangurus, os milhares de insetos, as incontáveis criaturas que vivem no subsolo e rastejam (minhocas, caracóis, lesmas, moscas, mosquitos, aranhas, gafanhotos, escorpiões, cobras, lagartos etc.?) Ou será que não eram vistos como animais ainda? Parece que o escritor não estava bem atento quando escreveu essas coisas. Mas hoje sabemos que seria impossível colocar naquela embarcação um casal de cada espécie de aves que existe apenas na floresta amazônica. Alguém falou nas toneladas de comida que teriam que levar para alimentar todos esses animais por 40 dias e 40 noites? Os biólogos dizem que precisariam de pelo menos um navio do mesmo tamanho para transportar alimentos. Será que alguém já se perguntou como esses animais todos ficaram enjaulados? Ou melhor, como se comportaram dentro do navio? Alguém se perguntou como fizeram para alimentar os animais carnívoros?  Leões, tigres, leopardos e ursos não comem animais mortos. Noé precisaria levar de quebra pelo menos uns 40 veados, uns 200 coelhos e outros animais para serem devorados pelos felinos. Só um elefante come por dia 140 kgs de alimento vegetal.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Elefante

Ora, só para os elefantes foram necessários mais de 11 toneladas de alimento. Tem alguém calculando aí quantas toneladas foram necessárias para os demais animais?

17. Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará.

18. Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo.

19. E de tudo o que vive, de toda a carne, dois de cada espécie, farás entrar na arca, para os conservar vivos contigo; macho e fêmea serão.

Aqui Deus diz de "tudo o que vive" – se fosse isso mesmo a teoria da Arca cairia por terra ou melhor,  afundaria, pois é natural que naquela época existissem mais espécies de animais do que hoje (muitos foram extintos pelo homem). Se fosse hoje, Noé precisaria colocar pelo menos entre dois milhões e dez milhões de insetos no barquinho. Veja o link:

http://mundoestranho.abril.com.br/mundoanimal/pergunta_286330.shtml

Além de milhares de outros animais mamíferos, milhares de aves e seres que naquela época ninguém conhecia. Claro que isso nunca aconteceu. É só uma lenda. Repare que Deus fala em DOIS DE CADA ESPÉCIE, MAS NO CAPÍTULO 7 E VERS.  2 E 3 FALA EM ANIMAIS LIMPOS – SETE CASAIS.

 20. Das aves conforme a sua espécie, e dos animais conforme a sua espécie, de todo o réptil da terra conforme a sua espécie, dois de cada espécie virão a ti, para os conservar em vida.

21. E leva contigo de toda a comida que se come e ajunta-a para ti; e te será para mantimento, a ti e a eles.

Os pesquisadores já fizeram um cálculo de quanto seria este alimento. Precisariam de pelo menos uma arca só com alimentos vivos e uma com vegetais. Ou seja, teria que ser pelo menos três arcas. Não consta que Noé construiu 3 embarcações.

22. Assim fez Noé; conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

 Gênesis 7

1.    Depois disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.

2.    De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea.

Aqui temos a contradição inicial. Primeiro Deus manda separar todos os animais aos pares, mas aqui decide que uns são limpos e por isso devem ser escolhidos setes pares de cada e dos impuros apenas um par. Qual o critério de pureza para o Senhor Criador? Afinal não está escrito em Gênesis 1:20 a 25 que Deus fez tudo e viu que era BOM? Tudo era bom e ficou ruim? O que fez alguns animais ficarem impuros? O pecado do homem ou a incompetência divina? Claro que estamos falando de um deus hipotético, um deus criado por seres humanos com pouca instrução e com a mente cheia de mitos.

3.    Também das aves dos céus sete e sete, macho e fêmea, para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.

4.    Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei de sobre a face da terra toda a substância que fiz.

5.    E fez Noé conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara.

6.    E era Noé da idade de seiscentos anos, quando o dilúvio das águas veio sobre a terra.

Foi então depois do dilúvio que a idade do homem caiu para 120 anos? Foi isso que Deus havia dito a Noé?

7.    Noé entrou na arca, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio.

8.    Dos animais limpos e dos animais que não são limpos, e das aves, e de todo o réptil sobre a terra,

9.    Entraram de dois em dois para junto de Noé na arca, macho e fêmea, como Deus ordenara a Noé.

10. E aconteceu que passados sete dias, vieram sobre a terra as águas do dilúvio.

11. No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram,

12. E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.

13. E no mesmo dia entraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seus filhos.

14. Eles, e todo o animal conforme a sua espécie, e todo o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil que se arrasta sobre a terra conforme a sua espécie, e toda a ave conforme a sua espécie, pássaros de toda qualidade.

15. E de toda a carne, em que havia espírito de vida, entraram de dois em dois para junto de Noé na arca.

16. E os que entraram eram macho e fêmea de toda a carne, como Deus lhe tinha ordenado; e o SENHOR o fechou dentro.

17. E durou o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra.

18. E prevaleceram as águas e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas.

19. E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.

20. Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos.

Quinze côvados apenas? Ou seja quase 6 metros acima do monte mais alto? Será isso possível? Claro que não, pois os cientistas já calcularam que mesmo que as duas calotas polares derretessem de uma só vez, o máximo que as águas chegariam seria a uma altura de um prédio de 23 andares ou seja 67 a 70 metros. O que dizer do Everest que tem 8.840 metros de altitude? Foi coberto também? Como sabemos, o Everest tem milhões de anos de existência, assim como milhares de outros montes espalhados pelo planeta já existiam naquela época. Ou seja, mesmo que as calotas polares tivessem derretido (e para isso a temperatura da terra teria que aumentar muito, o que provocaria a morte de milhares de espécies trancadas dentro da arca de Noé. Mas não se falou em aumento de temperatura e sim de dilúvio universal. Veja o link abaixo para entender melhor sobre a impossibilidade da arca de Noé ter existido.

http://super.abril.com.br/superarquivo/2003/conteudo_122788.shtml

21. E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem.

22. Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu.

23. Assim foi destruído todo o ser vivente que havia sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; e foram extintos da terra; e ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.

Definitivamente, esse deus dos judeus não era nem um pouco ecológico nem tinha compaixão com seres que nunca fizeram qualquer mal a ele ou sequer o desobedeceram, como era a justificativa para uma destruição em massa. Esse deus deveria ser condenado a pagar por esse e outros pecados. Mas essa é outra história.

24. E prevaleceram as águas sobre a terra cento e cinquenta dias.

 (*)Mathias Gonzalez é psicólogo e escritor.
http://mathias.gonzalez.sites.uol.com.br
Mathias Gonzalez
Enviado por Mathias Gonzalez em 23/12/2010
Reeditado em 27/12/2010
Código do texto: T2687872

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Este texto foi produzido por Mathias Gonzalez). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mathias Gonzalez
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 57 anos
72 textos (20031 leituras)
2 áudios (210 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 02:01)
Mathias Gonzalez



Rádio Poética