Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mistério de Deus e da Igreja

MISTÉRIO DE DEUS E DA IGREJA

“Certamente, o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas” (Am 3:7).


No tempo do fim, o saber (a ciência) se multiplicará  (Dn 12:4).

Este saber torna os arrogantes  mais perversos... e mais perto do inferno!
Mas também contribui para que os filhos de Deus possam melhor entender o que o Senhor já disse a respeito deste fim dos tempos, e com isto possam melhor suportar este tempo, na esperança da brevidade dele e da salvação eterna em Jesus.

Eu ouvi, porém não entendi; então eu disse: meu Senhor, qual será o fim destas coisas?

Ele respondeu: Vai, Daniel, porque  estas palavras estão encerradas e seladas até ao tempo do fim.
Muitos serão purificados, embranquecidos e aprovados; mas os perversos procederão perversamente e nenhum deles entenderá, mas os sábios (segundo Deus) entenderão  (Dn 12:8-10).



O ENCONTRO: MÃO ESQUERDA, PÉ DIREITO

“Bem-aventurado o povo que conhece o som festivo: andará, ó Senhor, na luz da tua face. Em teu nome se alegrará todo o dia.

(* o som festivo ou som de harpa e alaúdes era produzido por Vênus e Seth quando estavam para colidirem entre si e com a Terra nos dias de Jó (Jó 30:31, 38:7,12,13, Is 14:11).


Porque o Senhor Deus é a nossa defesa e o Santo (Jesus) de Israel o nosso rei.
Então em visão (a Davi) falaste do teu Santo (Jesus) e disseste:
Socorri um que é esforçado e exaltei a um eleito do povo...

(*disse Jesus: Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele (Mt 11:12). Na entrada triunfal de Jesus em Jerusalém a multidão clamou: “Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores alturas (Lc 19:38) .


Achei  a Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi... e em meu nome será exaltado o seu poder...

(*só Jesus foi ungido diretamente por Deus Pai (Mt 3:17).
Jesus é o último descendente real de Davi, e cumpriu-se a promessa de Deus a Davi: de que nunca lhe faltaria sucessor ao trono de Israel (1Rs 2:4).


E porei a sua mão no mar, e a sua direita nos rios.
Ele me invocará dizendo: Tu és meu pai, meu Deus, e a rocha de minha salvação (Salmo 89:15-26).

(* a mão esquerda de Jesus (descendente real de Davi) está sobre o mar e a sua direita sobre os rios, simbolizando a “abundância de águas vivas” que ele é).

*No soar da sétima trombeta, o arcanjo Miguel, general de Jesus, estará com
o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra, simbolizando o final do tempo dado a todos para se apossarem da sua parte nesta abundância de águas vivas. Quem bebeu, bebeu! (Ap 10:2,8).

(*Percebe-se que Miguel vem ao encontro de Jesus (mão esquerda, pé direito), e estando frente a frente, Jesus se posta sobre as águas do rio (Dn 12:6).

(*Miguel, em 2020,  após pelejar e vencer o dragão e seus anjos (cinturão de asteroides) no céu, os atira na terra: “ai da terra e do mar, pois o diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta”,
 e em continuo Miguel põe o seu pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra, sinalizando a vitória e a autoridade de Cristo sobre tudo).

(*Miguel, porém não pisa os rios, pois, estes representam as “águas vivas” que são as palavras de Jesus que julgarão os ímpios no último dia (Ap 11:15, 12:7-12, João 12:48,).


 “Vi  outro anjo forte (Miguel) descendo do céu, envolto em nuvem, com o arco-íris por cima de sua cabeça; o rosto era como o sol, e as pernas como coluna de fogo; tendo na mão um livrinho aberto.
Pôs o pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra, e bradou em grande voz, como ruge o leão, e, quando bradou desferiram os sete trovões as suas próprias vozes” (Ap 10:1-3).

(*Miguel é o guia do planeta Vênus, e se levantará, fazendo Vênus subir de sua órbita para colidir com o “cinturão de asteroides” e após subjugá-los, atirá-los na Terra:
“as estrelas do céu cairão pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte deixa cair os seus figos verdes” (Ap 6:13).

(*O arco-íris significa que foi Miguel, o anjo usado por Deus para derramar o Dilúvio sobre a terra. Toda a raça humana estava corrompida e pereceu, com exceção de oito pessoas e que foram salvas neste Dilúvio.
O Dilúvio de águas é símbolo do batismo, e o batismo é a purificação do homem.
O arcanjo Miguel volta agora, no fim dos tempos, para a colheita).

 (*O objetivo é salvar o povo de Deus das mãos de seus inimigos (Dn 12:1).
Vênus é a estrela que procede de Jacó. Miguel é o cetro de ferro de Jesus, que sobe de Israel para ferir todos os filhos de Seth [Satanás e seus anjos] – (Nm 24:17).


 "Logo que falaram os sete trovões (o espírito das sete igrejas primitivas), eu ia escrever (o que disseram os sete trovões), mas ouvi uma voz do céu dizendo:
Guarda em segredo as coisas que os sete trovões falaram e não as escrevas ...
mas, nos dias da voz do sétimo anjo, quando ele estiver para tocar a trombeta, cumprir-se-á  então, o mistério de Deus, segundo ele anunciou aos seus servos, os profetas...
E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse:
Vai e toma o livrinho aberto da mão do anjo (Miguel) que está em pé sobre o mar e sobre a terra.
E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho.
E ele disse-me: Toma-o e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como o mel.
E tomei o livrinho e  comi-o; e na minha boca era doce como mel; e havendo comido, o meu ventre ficou amargo.
E ele disse-me:
Importa que profetizes outra vez a muitos povos, nações, línguas e reis”
 (Ap 10:4-11 – SBB 1955).


(*O livrinho aberto do arcanjo Miguel contém as palavras encerradas e seladas  até o tempo do fim (Dn 12:9).

João ao saborear o seu conteúdo exultou de alegria, mas, tão logo elas estavam em seu estomago, lhe foram penosas, pois João sofreu pelos profetas que discernirão e pregarão o Apocalipse no fim dos tempos, sob grande tribulação e perseguição.
À João foi revelado os acontecimento do fim dos tempos, e aos profetas deste final dos tempos é dado pregar o que já foi revelado).

(*Por isto Miguel diz a João: “importa que profetizes outra vez”).

(*As Bíblias editadas pela SBB depois de 1955 deturpam esta ordem e seu autor).


(*No tempo determinado, dentro do tempo do fim, os sábios segundo Deus (profetas), terão discernimento deste mistério que somente Jó sabia, e João vivenciou em visão.
Estes profetas do fim dos dias, ensinarão a muitos; mas cairão pela espada, e pelo fogo, pelo cativeiro e pelo roubo por algum tempo.
Este tempo é o tempo da grande tribulação (Dn 11:33-35, Jó 29:4).


“E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu  Espírito sobre toda a carne, vossos filhos e filhas profetizarão, vossos  jovens terão visões, e sonharão vossos velhos ...” (At 2:17-21).

 
 O ESPÍRITO DE ELIAS


Três anos sem chuva, e muita sede e fome em Israel, e todos estavam angustiado e aflitos por causa disto, e ainda assim não se arrependiam e continuavam em sua idolatria, porém, 7000 israelitas não dobraram os joelhos a Baal, e esta estiagem e fome levou alguns ao arrependimento (1Rs 17:18, 19:18).


João Batista pregou o arrependimento, e batizou com água a todos que se arrependeram de suas iniquidades.
Muitos achavam que João Batista era Elias, mas Jesus deixa claro que João não era Elias, embora a missão de ambos fosse a mesma:
de pregar o arrependimento e preparar o caminho para o Senhor (Lc 3:3, Mt 17:10-13, Mc 9:11-13).

Os que pregam o Apocalipse neste fim dos tempos tem a mesma vontade e discernimento de João, porque o Espírito que os move a isto, é o mesmo.


SETE ESTRELAS, SETE ANJOS, SETE IGREJAS


“Quanto ao mistério das sete estrelas que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro: As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais são as sete igrejas”  (Ap 1:20 e Zc 4:2 - SBB 1955).


“Quando fazia resplandecer a sua candeia (Vênus) sobre a minha cabeça, e eu com a sua luz (de Vênus) caminhava pelas trevas.
Como era nos dias de minha mocidade, quando o segredo de Deus estava sobre a minha tenda...”


*Todos, do menor ao maior, escutavam atentamente a Jó, e o tinham por bem-aventurado, porque Jó temia e amava a Deus, e Deus o agraciou com este segredo (mistério) de discernir as catástrofes cósmicas de seus dias, e a influência dos astros na terra (Jó 29:3-25 – SBB 1955).


“Ou poderás tu ajuntar as delícias das sete estrelas, ou soltar os laços do Órion?
Ou produzir as constelações a seu tempo, e guiar a Ursa com seus filhos (Ursa Maior e suas sete estrelas).
Sabes tu as ordenanças dos céus, ou podes dispor do domínio (influência) deles sobre a terra?” (Jó 38:31-33).


*A Ursa Maior e suas sete estrelas simbolizam Jesus e suas sete igrejas primitivas.
E o espírito destas sete igrejas dominam (influenciam) a terra, através dos sete anjos que guiam estas sete estrelas (Ap 1:20, 10:3,4).

“... e os que a muitos ensinam a justiça (a Verdade: as palavras de Jesus) refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente” (Dn 12:3, João 12:48).

             
O choque de Vênus com Seth, e a destruição e Seth, bem como as convulsões dos astros no cosmo (Jó 25:4, 38:19) e a influência das Sete Estrelas na Terra, como guia e norte da Terra, mostraram a Jó que o que aconteceu em seus dias eram sombras do que viria acontecer, desde a vinda do Salvador e a instituição de sua Igreja, até o retorno do Senhor Jesus no tempo do fim.

Este é o segredo (mistério) que foi dado a conhecer a Jó, e vivenciado em visão por João, o apóstolo amado de Jesus.


AO MESTRE, COM CARINHO


   "Ah! Quem me dera ser como eu fui nos meses passados, como nos dias em que Deus me guardava!
Quando fazia resplandecer a sua candeia sobre a minha cabeça,
e eu com a sua luz caminhava pelas trevas; como era nos dias da minha mocidade, quando o segredo de Deus estava sobre a minha tenda;
quando o Todo poderoso ainda estava comigo, e os meus meninos em redor de mim"  (Jó 29:2-5 – SBB 1955).


“A minha alma está profundamente triste até à morte” disse Jesus no Getsêmani (Mt 26:38).
“Deus meu, Deus meu, por que me desamparastes?” disse Jesus na cruz, poucos minutos antes de morrer, quando já os seus meninos (os apóstolos) não estavam ao redor dele, com exceção de João, o discípulo amado (Mt 27:46, Jo 19:25,26).


Prossegue Jó:
"Os moços me viam e se escondiam, e os idosos se levantavam e se punham em pé.
Os príncipes continham as suas palavras...
Ouvindo-me algum ouvido, me tinham por bem-aventurado, vendo-me algum olho, dava testemunho de mim;
 porque eu livrava o miserável, que clamava, como também o órfão que não tinha quem o socorresse.
A benção do que ia perecendo vinha sobre mim, e eu fazia que rejubilasse o coração da viúva.
Cobria-me de justiça, e ela me servia de vestido; como manto e diadema era o meu juízo.
Eu era o olho do cego, e os pés do coxo.
Dos necessitados era pai,
e as causas de que eu não tinha conhecimento inquiria com diligência.
E quebrava os queixos do perverso, e dos seus dentes tirava a preza"
  (Jó 29:8-17).


*Jesus governará a terra, através dos 144000 selados, com cetro (vara) de ferro, ou seja: com o rigor da Lei mosaica (Ap 19:15, Sl 2:9, 1Co 15:25, Nm 24:17).


Prossegue Jó:
"A minha honra se renovava em mim...
Ouvindo-me esperavam, e em silêncio atendiam ao meu conselho.
Acabado a minha palavra, não replicavam, e minhas razões destilavam sobre eles.
Porque me esperavam como à chuva...
Se me ria para eles, não o criam, e não faziam abater a luz do meu rosto.
Se eu escolhia o seu caminho, assentava-me como chefe, e habitava como rei entre as suas tropas, como aquele que consola os que pranteiam.” (Jó 29:20-25),(SBB 1955).



À semelhança de Jó, que julgava com justiça a seu povo, Josué, depois de Moisés, governou o seu povo com justiça.
Mais do que todos os juízes, governos e mestres, Jesus o tem feito nos últimos 2000 anos e o fará eternamente.

 Zacarias disse:
 
“Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do Anjo do Senhor (Miguel), e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor.
Mas o Senhor (Miguel) disse a Satanás:
O Senhor (Jesus) te repreende; ó Satanás, sim, o Senhor que escolheu Jerusalém, te repreende: não é este um tição tirado do fogo.

Ora, Josué, trajado de vestes sujas, estava diante do Anjo (e foi lhe dado vestes limpas)” (Zc 3:1,2, Jd 1:9).

    Na qualidade de sumo sacerdote, Josué e os seus seguidores portentosos, também julgarão os que são dignos da Igreja, e cuidarão de seus átrios, pois eles terão lugar entre os milhões que amam a Jesus (Ap 10:7, Jó 29:3-25,  Rm 11:25, Zc 3:6-10 – SBB 1955).

    Josué não poderia ser sacerdote segundo a lei de Moisés, pois não era descendente de Arão, e nem descendente de Levi, levitas (Êx 30:30-33 , Nm 3:6,10 , Hb 7:5).

Josué, na vinda de Jesus será sumo sacerdote segundo o sacerdócio de Melquisedeque (Gn 14:18 , Hb 7:11).
A Jesus, descendente de Zorobabel, foi lhe dado o anel de selar (Ag 2:23), e Deus o confirmou (Jo 6:27 e Ap 7:2),
e Jesus, também por isso, tem autoridade sobre a casa de Israel, para selar a todo o israelita, e fará isto com os seus remanescentes (Jl 3:21).


 *******************************************

 o livro
 FIM DOS TEMPOS: O ENCOBERTO DESCOBERTO

 está à venda na editora         http://www.clubedeautores.com.br/
 
 contacto com o autor e-mail   darcijara@yahoo.com.br

****************************************
   

   JESUS SABIA E SABE O DIA EM QUE VIRÁ NOVAMENTE

  Jesus disse aos seus discípulos, no final do ano 35:

“Mas a respeito daquele dia e hora (da sua 2ª vinda) ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o filho, senão o Pai” (Mt 24:36).

  Jesus também disse numa ocasião anterior, que ele e seu Pai trabalhavam (João 5:17), ou seja: o plano de salvação estava em processo de construção, que foi plenamente concluído quando ele foi crucificado e ressuscitou no terceiro dia, e assim se cumpriu este plano do Senhor Deus (Gn 3:15).

   Este plano não foi uma tirania de Deus-Pai contra o seu Filho, Jesus. Teve que ter a anuência de Jesus.

  Jesus hesitou por segundos, e em agonia suou sangue na sua oração ao Pai, quando teve que tomar a decisão de continuar com este plano do Pai, no jardim do Getsêmani (Lc 22:39-46).

  Jesus se quisesse, poderia não ter continuado com este plano de salvação.

   Deus-Pai certamente respeitaria esta decisão de seu Filho.

   Neste caso, não teria sentido Jesus voltar novamente para buscar os seus redimidos do pecado.

  Se Jesus soubesse o dia de sua vinda, antes da consumação deste plano, na cruz, teria sido uma coisa imposta, tirânia de Deus Pai sem o consentimento de seu Filho... mas Jesus consentiu, por amor a nós.

  Se os discípulos tivessem feito esta pergunta depois que Jesus ressuscitou (ocasião em que estava concluído este plano de salvação), certamente Jesus lhes teria dito em que hora, dia, mês e ano ele viria novamente.

  Mas quis a sabedoria divina que não houvesse esta pergunta, para que ninguém ficasse por demais angustiado com os dois mil anos que teriam que suportar e aguardar para esta segunda vinda.


***************************************************

    OS ANJOS DESTRUIDORES SABEM
    a hora, o dia, o mê e o ano
    em que destruirão a terra.  (Apocalipse 9:15)

   Em 2018 serão soltos os 4 anjos  que se acham atados junto ao rio Eufrates, e eles reunirão o seu exército de (semelhantes) de cavalos que totaliza "vinte mil vezes dez milhares", ou seja 200 milhões (Ap 9:14-19).
   Estes 4 anjos sabiam por volta do ano 100, a hora, o dia, o mês e o ano em que iriam matar 1/3 da população mundial (eles matarão numa só hora 2,5 bilhões de pessoas).

   Esta destruição se dará no "tempo do fim", em torno de um ano antes da segunda vinda de Jesus em 2019.

   Quem informou isto a João foi o próprio Jesus, através de seu anjo (Ap 22:16).
   Se Jesus sabia o dia desta destruição, por que não saberia, no ano 100, o dia de sua vinda ?


***************************************************

     Jesus NÃO nos proibiu de calcularmos o ANO de sua vinda

  "O dia e a hora ninguém sabe"  (Mt 25:13) é o velho e surrado chavão com que retrucam os que se acham sábios perante os seus olhos.

  Nem se dão ao trabalho de estudar mais profundamente este assunto... seus egos não permitem.

  Esses tais, pensam que são sábios, mas, são faltos de raciocínio, pois, não sabem uma coisa primária:

  que dia é dia; hora é hora; e ano é ano.

  Jesus falou de "dia e hora" e não de "ano".

  Jesus não nos proibiu de calcularmos o ANO de sua vinda.

  E tudo o que não nos é proibido na Bíblia, nos é lícito.

  "Quem comigo não ajunta... espalha!" diz Jesus.

  Com essa contumás pré disposição para se oporem, irrazoavelmente (que beira ao fanatismo) esses tais, perdem a oportunidade de motivar o povo de Deus para a vinda de Jesus, que se dará em 2019, e de preparar o povo de Deus para suportar a Grande Tribulação que teremos de 2015-2019.

"NÃO HAVENDO PROFECIA O POVO SE CORROMPE"   (Pv 29:18)

 e neste fim dos tempos, a profecia é o Apocalipse.

  A grande motivação dos cristãos hoje, tem que ser esta expectativa da vinda de Jesus ... é a melhor forma de conseguirmos aturar este mundo de pecados mil... ou arriscamo-nos a perder a fé, e nos afundar também com os ímpios  ("Haverá fé quando Jesus voltar? " - Lc 18:8).

  O ano pode ser calculado sim, e é negligência nossa se, podendo,  não o fizermos.

  A maioria dos cristãos, neste tempo do fim, estão vivendo como os ímpios: despreocupados com as coisas de Deus.

  Suas preocupações são as mesmas dos ímpios: viver uma vida de riquezas, gozo  e sucessos neste mundo.

  Levam esta vida se preparando, estafando-se em fadigas, em seus trabalhos e estudos mundanos para galgarem profissões rendosas e respeitáveis... para ganharem  status, galardões dos homens.

  À respeito disto Paulo disse:

"Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele (Jesus) que o arregimentou." (2Tm 2:4).

 Quando um homem de Deus fala do Apocalipse para um ímpio, ele fica horrorizado, e nos despreza, nos tendo por tolos, e nos insulta, e vez por outra nos agride.

 Os cristãos "de fachada" (*os que ajem com má fé nisto) fazem pior: nos tem por falsos profetas e mentirosos (tais hipócritas nem sabem o que é um falso profeta... e provavelmente até estejam seguindo a um... na sua igreja).

    E externando a sua arrogância, dizem um dito, que embora bíblico, eles tornaram-no lugar-comum:

   “Ninguém sabe o dia e a hora que Jesus virá!”.

  Com este dito sacro, mas dito de modo jocoso, esses tais (cristãos) demonstram a sua ignorância ou pior,

  em algumas vezes, a sua má fé.

  Tais cristãos "de fachada" não AMAM o dia da vinda de Jesus (2Tm 4:8, 2Pe 3:12).

  Querem que este mundo que Deus amalçoou  (Gn 3:3:17, 5:29) se prolongue indefinidamente, pois eles amam este mundo muito mais do que a Jesus.

  Tais cristãos "estão de bem com esta vida" e não se importam com o sofrimento de bilhões de pessoas que sofrem.

  Tais cristãos, no fundo de seus corações , agem  como os ímpios, e querem que esta vinda de Jesus não passe de uma lenda, de mais uma das crendices e fantasias populares.

  Jesus não nos proibiu de saber o ano ou o TEMPO em que ele viria .

  (*tempo era também como os judeus denominavam o ano - Dn 2:21).

   Antes, pelo contrário, Jesus  disse em  que tempo que ele viria:

 “Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabeis que está próximo, às portas (a sua vinda)... não passará esta GERAÇÃO, sem que tudo isso aconteça.” (Mt 24:32-36).

 TRÊS GERAÇÕES JÁ SE PASSARAM:
 A DA FÉ; A DA LEI; E A DA FÉ/GRAÇA.

A primeira geração (a da fé) durou 2048 anos e foi de Adão até a aliança de Deus com Abraão, quando ele tinha 100 anos, do ano 4107 a 2059 a.C.

A segunda geração (da fé e Lei de Moisés) durou 2046 anos, iniciando com o nascimento de Isaque, foi concluída no ano 13 a.C, com o nascimento de Jesus.

A terceira geração (da fé e da graça) levará 2032 anos, iniciando-se com o nascimento de Jesus no ano 13 a.C. e será concluída nesta sua segunda vinda em 2019.

 * Cada geração espiritual de Deus dura 2000 anos (em torno disto). (Êxodo 20:6  conforme a Torá).

  "... e faço misericórdia até DUAS mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos" .

   E por fim, Jesus diz em que tempo seria isso, se referindo a vinda da abominação desoladora, que Daniel falou (Mt 24:15).

 “E quando se acabar a destruição do poder do povo santo, estas coisas todas se cumprirão... Vai Daniel porque estas palavras estão encerradas e seladas até o tempo do fim. Muitos serão purificados, embranquecidos e provados; mas os perversos procederão perversamente, e nenhum deles entenderá, MAS, os sábios entenderão.” (Dn 12:7-10).

   No tempo do fim, haverá alguns cristãos SABIOS que entenderão o que estava lacrado e selado nos livros (Daniel 12:1,8,9,10,  11:33-35) e o principal deste entendimento é saber quando se dará a vinda de Cristo, pois é dito que isto se daria depois de um tempo (360 anos), dois tempos (720 anos) e metade de um tempo (180 anos).

  Este tempo começou a ocorrer depois do início da destruição do PODER do povo santo (no ano 754, quando os papas começaram o seu governo terreno).

  Este "poder" é o nosso sacrifício de louvor e está descrito em Hebreus 13:15,16

  Some-se o ano 754+1260 (360+720+180) e teremos o ano 2014 para a destruição final deste poder do povo santo, e para o  início da grande tribulação; quando as duas testemunhas (Velho e Novo Testamento) serão mortas (proibidas, ou substituídas por uma anti-Bíblia), e por 3,5 ano ficaram penduradas na praça da cidade que se chama Sodoma e Egito (Roma, como era assim qualificada no ano 100)(Ap 11).

Some-se 2014,5+3,5 (Grande Tribulação) n= 2019.

   DEUS NADA DE MAL FAZ AO HOMEM, SEM QUE PRIMEIRO
   O NOTIFIQUE, ATRAVÉS DE SEUS PROFETAS. (Am 3:6,7)

Deus avisou ao homem que mandaria o Dilúvio com uma antecedência de 120 anos, e, novamente o fez, 7 anos antes dele ocorrer (7 dias bíblicos = 7 anos), (Gn 6:3, 7:4), (Nm 14:34, Ez 4:7).

Também agora, neste fim dos tempos, 2011-2018, o Senhor Deus fala através de seus profetas, pois constituiu profetas para isto:


"E acontecerá, nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos jovens terão visões, e sonharão vossos velhos; ...

  Mostrarei prodígios em cima nos céus (fenômenos cosmológicos inimagináveis) e sinais embaixo na terra (terremotos, tsunames, tornados, etc, em grande monta e de enormes destruições): sangue, fogo e vapor de fumaça.

 O sol se converterá em trevas (no fim deste período), e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso Dia do Senhor (vinda de Jesus em 2019)... "
 (At 2:17-21).
Darci Ubirajara
Enviado por Darci Ubirajara em 19/01/2011
Reeditado em 24/12/2014
Código do texto: T2738944
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Darci Ubirajara
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
123 textos (89049 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/04/15 21:40)
Darci Ubirajara



Rádio Poética