Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AVALIAÇÃO POR COMPETENCIAS: SALVAÇÃO DO SISTEMA AVALIATIVO OU UM RISCO

       Devidamente introduzida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação - LDB, a avaliação por competências surge como um novo recurso na busca de mudanças nos rumos da educação, tendo esta como objetivo principal avaliar o educando de maneira processual, de um ponto de vista qualitativo, tornado-se um processo continuo. Onde o educando participa da construção do conhecimento, atuando como ator principal no caminho da absorção do conhecimento.
       Sendo assim, avaliar por competências tem suas interpretações voltadas para a observação do desenvolvimento continuo do individuo na construção de seu conhecimento, na solução de problemas, no seu pensamento critico e na busca e conquistas de novos conteúdos voltados a aprendizagem.
       Tal forma de avaliação faz-se indispensavel devido que por varias vezes serviu e até hoje tem servido como arma a favor dos professores, na intenção de deter o poder sobre os alunos, dentro de um sistema excludente o qual a escola está toltalmente inserida. Com respeito a esse tipo de avaliação Philippe Perrenoud (p. 66) ao tratar dos obstáculos encontrados na avaliação educacional fala que "o sistema clássico de avaliação favorece uma relação utilitarista com o saber. Os alunos trabalham pela nota" e somente por ela, e nada mais. Criando um ambiente chantagista na sala de aula, tudo sendo avaliado quantitativamente em vez de qualitativamente em grau de aprendizado.
       O sistema de avaliação por competencias embora pareça de inicio "a salvação" do sistema de avaliação educacional, na missão de encontrar e sanar as necessidades e dificuldades dos educandos, deve ter sua ação condicionada às questões que envolvem os riscos de se regredir, idêntico ao que acontece ao sistema classico de avaliação que exclui pela propria educação, no critério desenvolvimento qualitativo, devido seu rigor de continuo processo avaliativo.
       Embora tal sistema de avaliação não ocorra em todas as unidades de ensino, o sistema excludente que é criado devido as formas tradicionais de avaliação, pode ser revertido, se nesse processo avaliativo indicado pela LDB, os professores e educadores se tornarem conscientes de seu papel no desenvolvimento de seus alunos, que vao desde a sala de aula até a sociedade, colaborando com a busca de resultados, não de numeros, mas sim de resultados ligados a formação de cidadãos criticos, com responsabilidade e acima de tudo que tenham humanidade em seus corações.
Rodrigo Machado Marinho
Enviado por Rodrigo Machado Marinho em 27/10/2006
Reeditado em 30/10/2006
Código do texto: T274852
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Machado Marinho
Palmas - Tocantins - Brasil, 31 anos
2 textos (473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:33)