Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
“VENHA A NÓS O VOSSO REINO”.
“Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça e todas as coisas vos serão dadas em acréscimo”. (Mt 6,33).

Não há dúvida que o Reino de Deus e sua vinda formam o tema central da pregação de Jesus. Para Jesus o Reino de Deus é Deus mesmo, agindo no mundo de forma decisiva, manifestando-se a Si mesmo e ordenando sua criação por meio Dele que é o seu Filho amado. É por isso, que Jesus inclui o “Venha a nós o vosso Reino” na oração do Pai nosso, pois para Jesus a oração é o poder de Deus em nossa vida que libera as graças necessárias para a nossa salvação e, o Reino de Deus é a verdadeira salvação, lugar comum dos filhos e filhas do Altíssimo, morada eterna onde a verdadeira justiça se faz presente em todos os sentidos.

Caríssimos irmãos e irmãs vivemos num mundo onde a nossa liberdade é influenciada pela ação do mistério da iniqüidade de tal forma que a desarmonia e a desordem advinda do pecado torna a vida humana sobre a terra um verdadeiro inferno. Vivemos em meio a toda espécie de malícia, perversidade, cobiça, maldade; inveja, homicídio, contenda, engano e malignidade, e mesmo assim cultivamos a esperança de uma vida melhor, onde haja a igualdade, onde o amor reine em toda a sua plenitude e onde Deus seja tudo em todos. Ora irmãos e irmãs, esse desejo do Reino dos Céus não é uma utopia (algo inatingível), é a vontade de Deus expressa por Jesus para todos aqueles que servem a Deus “em santidade e justiça, em sua presença, todos os dias de sua vida”.

Escrevendo às primeiras comunidades São João assim se Expressa: “Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a Deus, porquanto o veremos como ele é. E todo aquele que nele tem esta esperança torna-se puro, como ele é puro”. (1Jo 3,1-3). Com isto, São João anunciava o Reino de Deus que consiste nessa comunhão perfeita de amor, pois “Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele”.

Por outro lado, a vinda do Reino de Deus também significa o cumprimento da Justiça Divina, isto é, o julgamento de todos os homens e mulheres desde o princípio da criação. São João Batista pensava o Reino de Deus como julgamento divino que estava para acontecer em breve e por isso anunciava o batismo e a conversão como única forma de salvação. Jesus, porém, começa sua missão salvífica anunciando: “Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo: fazei penitência e crede no Evangelho”. (Mc 1,15). Portanto, é urgente a nossa adesão ao plano de salvação que o Senhor nos propõe, pois sua vinda é iminente (está próxima).

“Venha a nós o vosso Reino”, essa expressão da Oração do Senhor, trata de seu retorno, de sua vinda gloriosa no fim dos tempos. Por isso, “considerai qual deve ser a santidade de vossa vida e de vossa piedade, enquanto esperais e apressais o dia de Deus, esse dia em que se hão de dissolver os céus inflamados e se hão de fundir os elementos abrasados! Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e um nova terra, nos quais habitará a justiça. Portanto, caríssimos, esperando estas coisas, esforçai-vos em ser por ele achados sem mácula e irrepreensíveis na paz”. (2Pd 3,11b-13).
“Vem, Senhor Jesus!” MARANA THA!
Com Jesus e com Maria
Frei Fernando, OFMConv.
Frei Fernando Maria
Enviado por Frei Fernando Maria em 30/10/2006
Código do texto: T277481
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Frei Fernando Maria
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 57 anos
992 textos (215231 leituras)
87 áudios (18784 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:33)
Frei Fernando Maria

Site do Escritor