Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como fazer política com ética no Brasil?!

          Depois de ouvir críticas indignadas nos veículos de comunicação social em todo o Brasil, nos telejornais de grande audiência, depois de ver declarações de indignação de milhares de brasileiros em jornais, revistas, emissoras de rádio e nas  ruas, feiras e mercados, e , todas as ruidosas CPIs e o repúdio verbalizado das pessoas ao mensalão, aos sanguessugas, aos vampiros e outros monstros gerados por uma cultura política populista, revanchista, reacionária e de falsos "esquerdistas" que buscam no poder o éden párticular e o enriquecimento ilícito comprovado, após as gravações e denuncias do ex-araponga Jairo Martins, do ex-deputado Roberto Jeferson e das declarações bombásticas de Duda Mendonça, " mago particular da eleição de Lula", Vedoin o empresário que gerou em seu "casúlo" os saguessugas da política, e, por fim, entregou toda a quadrilha diante do espanto de todo o Brasil, vimos também que nem sempre as ambulâncias servem para conduzir doentes e acidentados, mas também para encher o bolso de alguns deputados e espertos assessores, listados em centenas de sites, jornais, panfletos por todo o país, estamos perguntando:PORQUE UMA NAÇÃO TÃO INDIGNADA E UMA JUSTIÇA TÃO ZELOSA ACEITOU A ESCANDALOSA COMPRA DE VOTOS? Porque resolveram anistiar mensaleiros e famosos corruptos como Paulo Maluf ( um dos mais votados do Brasil ), como os nossos eleitores deram novamente mandatos para Jader Barbalho, João Paulo cunha, José Genoino?! Aliás, José Genoino, cujo partido PT reconhecer seu erro grave, o erro do Silvinho Land Rover expulsado-os da direção partidária, não é verdade? Tudo isso após a eclosão dos escândalos.
        Está se constatando a palestra do professor e doutor em Ciencias Politicas José Paulo Neto feita em 1987 no CEUC-UFMS na longíqua e aprazível Corumbá-MS, os estudiosos da área, sabem que o ilustre meste da PUC foi um dos grandes intelectuais do PCB na clandestinidade, esteve exilado na Bolivia, em Portugal e em outros países para fugir aos perseguições da Ditadura, lembro, como se fosse hoje, ele disse a certa altura da palestra: " O tecido politico e social brasileiro esta ficando podre" a "sociedade civil esta sendo cretinizada". Lá se vão quase duas décadas, quando na condição de estudante participamos de uma atividade coordenada, pelo professor e Geógrafo, hoje Doutor em Geografia , tendo publicado varios travalhos Dr. Tito Carlos Machado, o nome do Projeto era Corumbá na Constituínte, visava ajudar a população e aos jovens desenvolver o senso crítico, pois a democracia estava renascendo no Brasil após vinte anos de regime ditatorial, lembro que conseguimos levar Dom Hélder Câmara, Ziraldo e outras personalidades que contribuiam com o debate de idéias, pessoas importantes de varias áreas de atividades politico, religiosa e artisticas de nosso país.
          Recordo, que muitos cidadãos e cidadãs de Corumbá e de Ladário, davam muita contribuição pra a realização destes eventos, será que estas pessoas já desanimaram da democracia, diante de tantos escândalos, estarão arrependidas de lutar contra a ditadura? será que resolveram assitir passivamente a atos e ações políticas que estão ocorrendo em todo o Brasil e dando a vida a Projetos não tão democráticospra o país?
          Muitos não percebem, mas a permissividade da corrupção ativa e passiva, ignorada por Lula no Plananto Central e fora dêle, esta fragilizando o Estado de Direito Democrático e dando asas a sonhos golpistas e perigosos.
          Recentemente, acompanhie a entrevista do ex- presidente da OAB-MS, Dr. Carlos Marques, que elucida bem a gravidade dos fatos, não estamos tendo renovação, não estamos tendo avanços, estamos vivenciando a reintrodução de velhos e manjados "corruptos" e "caciques reciclados".
          Pessoas comuns e trabalhadoras não estão tendo a mínima chance de ocupar espaços institucionais eletivos, a "vilania e a bandalha" tomam  conta de espaços vitais, vivemos hoje, um processo quase irreversível de Corruptocracia institucional no Brasil. Devemos mudar os políticos ou seremos nós mesmos:os cidadãos que deveremos ser mudados? Somos eleitores e seres políticos também e as nossas urnas muitas vêzes estão botando ovos de serpente e até serpentes vivas.
Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 09/11/2006
Código do texto: T286626
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 59 anos
4770 textos (174930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:49)
Manoel Vitorio