Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                       
               “Ciúme: Uma Ameaça ao Amor”

Desconfianças constantes, interrogatórios diários, irritação ao ver a pessoa amada bem produzida... Quem já experimentou tais comportamentos sabe a quanto uma relação amorosa fica desgastada após uma crise de ciúme.
Trata-se de um sentimento negativo e não é indicador da presença de um intenso e verdadeiro amor, pelo contrário, revela a insegurança em relação aos sentimentos do parceiro, a necessidade de interferir sobre o outro, e principalmente revela o medo da perda.
O ciúme geralmente traz dor, pois é gerado por uma intensa desconfiança, na a maioria das vezes infundada, valorizando o sofrimento. Cabe ressaltar que o verdadeiro amor não dói, quando dói não é amor, é apego!
Na realidade existe um grande medo de lidar com as próprias frustrações e perdas, além de uma sensação de inferioridade que acompanha as crises de ciúme.
É comum pessoa ciumenta imaginar perder seu amor para alguém “maravilhoso”, bem melhor e mais qualificado que si próprio. Quando isso ocorre é importante verificar atentamente os motivos do medo da perda e resgatar a auto estima se faz necessário, pois existem sinais, evidências que denunciam o imenso incomodo internalizado.A baixa auto-estima faz parte de um processo e tem a ver com o modo que a pessoa se sente consigo mesma, portanto ao valorizar-se considerando seus pontos positivos fica bem mais fácil gostar de si e naturalmente doar seu amor ao outro.
Sessões terapêuticas podem ser um dos recursos viáveis para a conquista de um caminho mais breve e honesto, pois um profissional possibilita descobrir quem realmente é, pois favorece a descentração e naturalmente colocar-se no lugar do outro. Assim, amplia-se à visão de situações e ao reconhecer as falhas de seu comportamento, adquire-se melhor domínio sobre si e não restará espaço para nenhum sentimento negativo interferir no relacionamento.
Existem casos em que o parceiro quer justificar um comportamento inadequado ou até mesmo agressões físicas e morais decorrentes de uma crise de ciúme, baseado na célebre frase: “Meu amor é verdadeiro, por isso sinto ciúmes! ”
Mas, será que é possível relacionar amor com posse?
Amor é um sentimento incomensurável e inexplicável: puro, nobre, prazeroso, saudável, doce, manso, suave, intenso e é também quente forte e incondicional. Enfim, não combina em nada com o que conhecemos por ciúme.
Pessoas amadurecidas, otimistas, mentalmente saudáveis administram e controlam melhor as emoções e são capazes de reconhecer, além de valorizar a magia da incerteza, uma vez que esta é a responsável pela “graça” do bem viver!


Lilian  Nakhle

Escritora/Psicoterapeuta

Atendimento Clinico:

lilocanakhle@hotmail.com

 

LilianNakhle
Enviado por LilianNakhle em 10/11/2006
Reeditado em 24/08/2009
Código do texto: T287531
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LilianNakhle
São Paulo - São Paulo - Brasil
85 textos (53163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:31)
LilianNakhle

Site do Escritor