Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pseudônimos vomitados

  Cada intelectual vomita um pseudônimo, e certamente, esconde algo que não quer perder: sua dualidade. Afinal compartilhar suas idéias pode significar abdicar da coerência ou mesmo de um poder imaginário. São intelectos e parasitas ao mesmo tempo; julgam suas faculdades de raciocínio superiores. Será que são? Logram e no ímpeto são comensuráveis, indignos de si mesmos, pois são intelectuais!
  Editam suas teses e cartilhas , mas não conseguem distinguir a noção de "felicidade". Sustentam suas hipótese e necessitam de acasos do cotidiano para lembrar que nem tudo é fenômeno. Prezam por documentos compactados e guardados como um segredo profundo. Um tanto paranóico ser intelectual, desde quando a maior parcela do público digere informações simples rapidamente, e sobretudo, praticam as teorias sem precisar ter a noção de que C e h são compostos que formaram a Terra. De etimologias e nomes as pessoas integram-se; assimilam as probabilidades e fingem serem guiadas pelos intelectuias. Na verdade, esses "homens extraordinários" é que são guiados pelas massas, pois elas os levam a criar. O que os intelectuias não sabem é que o mundo gira para todos, e não apenas pras seus experimentos.
  Na ferocidade ou na sutileza as massas dão seu recado quando quebram as regras e padrões assim impostos pelos "intelectos". Afinal, foram os intelectuais que criaram as armas de destruição em massa e as noções de "poder, capital e indústria". Os comuns criaram a rebeldia.
 
Humberto Amorim
Enviado por Humberto Amorim em 13/11/2006
Código do texto: T290532

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto Amorim
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
55 textos (1923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:19)
Humberto Amorim