Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recomeçar !

Camargo abandonara a esposa e os dois filhinhos pequenos  há dez anos, desde então, sua vida entrou em intenso declínio,  envolveu-se  com vícios de todos os matizes,  a irresponsabilidade era sua fiel amiga,  e a inconseqüência parceira constante.

Cavou para si um abismo de angustia e aflição, dor e sofrimento.

Arrependido, fatigado pelas lutas insanas que empreendeu contra a vida, sentiu vontade de voltar ao seio da família.

Seria tarde demais?
A família o aceitaria ?

Emocionou-se ao lembrar das palavras de seu amigo Paulo:

- Camargo, Deus não abandona nenhum de seus filhos, em cada amanhecer há nova oportunidade de recomeçar.

Sim, faria isso mesmo, recomeçaria uma nova vida, desenharia agora um futuro mais feliz!
Sentiu um novo alento no coração, há muito que não gozava daquela paz, constatou que
Céu e Inferno não são locais geográficos, mas sim, estados da alma,  e naquele  momento sua alma navegava pelo Céu da esperança de reconquistar a confiança daqueles que amava.

Daria aos filhos a atenção que não dera em outros tempos!
Se a esposa  estivesse com outro companheiro a seu lado, compreenderia e  lhe ofereceria a amizade para que ambos criassem em harmonia as crianças.

Compreendeu enfim, que o sofrimento mora no cultivo das imperfeições e que encontrar o porto da felicidade é lutar por modificar as más inclinações que acabrunham e trazem sofrimento.

Se antes indiferente, agora faria a diferença!
Se antes impaciente, agora exercitaria a paciência!
Se antes violento, agora cultivaria a paz!

A alegria desses pensamentos o contagiava, pagaria o mal  que faz sofrer, com o bem que tranqüiliza e liberta.

Embalado por essas doces reflexões, fechou os olhos e  orou com fervor para que Deus lhe concedesse a benção do recomeço.

Com lágrimas nos olhos agradeceu e foi em busca da reconciliação com a família querida!





Wellington Balbo
Enviado por Wellington Balbo em 22/11/2006
Código do texto: T298177
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Balbo
Bauru - São Paulo - Brasil, 41 anos
364 textos (104047 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:39)
Wellington Balbo