Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRABALHO E CIDADANIA

          As mutações no mundo do trabalho geram insatisfação, crise, desconforto, desemprego e essa realidade precisa ser conhecida pela população que está atônita em busca de sua própria identidade, pois o trabalho é a principal via que transporta o indivíduo à condição de gente exercendo o direito à cidadania.
          Globalização, mudanças rápidas, comunicação instantânea, tecnologia em praticamente todas as áreas do fazer humano estão preocupando os trabalhadores e aqueles que estão em busca de um emprego. Como estar preparado? As exigências do mercado atual são inúmeras e diversificadas: escolaridade, cursos, equilíbrio emocional e prática. E onde vamos encontrar esse profissional?
          Devemos analisar o trabalho também pela ótica do futuro que passa por todos nós, diariamente, com a velocidade comparada  à da luz - é a tecnologia de ponta, em alguns aspectos difícil de entender, mas presente nos setores primário, secundário e terciário da economia e, ao mesmo tempo, o trabalho ainda é manual, braçal, executado com suor, força e muita dignidade.
          Portanto, o trabalho ligado à cidadania deveria trazer satisfação ao homem, mas nem sempre isso ocorre, talvez por conseqüência de uma cultura que passou pela marca negativa da escravidão, ainda não totalmente abolida em nosso país e essa idéia de que se trabalha apenas por necessidades financeiras causa fadiga, sofrimento e doenças. O trabalho para o homem deveria ser como a brincadeira para a criança, ou seja, só se brinca do que se gosta, então o relógio deixa de ser um elemento controlador da produção.
          Nessa época de desemprego e de desespero, pois muitas pessoas que precisam trabalhar dizem o seguinte: "qualquer coisa serve", e esse lamento não condiz com a espécie humana, então surge o desafio deste século - a procura do fazer ligado à personalidade de cada pessoa, ao conhecimento, à vontade de aprender ou de renovar-se. O desafio também se estende à luta contra os seguintes preconceitos da nossa sociedade: "só com experiência" - para os jovens iniciantes e "sinto muito, passou dos trinta" - para os desempregados.
          Para se chegar próximo ao trabalho ideal são necessários o exercício, as tentativas, os erros, a busca incessante do conhecimento e fazer do emprego real um trampolim para um salto maior, então será possível unir suor, esforço, dignidade, prazer e alegria e o homem verdadeiramente sentir-se-á um cidadão do mundo.
Rosa Dias
Enviado por Rosa Dias em 25/11/2006
Código do texto: T300705
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Dias
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 59 anos
39 textos (6702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:37)
Rosa Dias