Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROJETO ACADÊMICO - Contação de história

  Contar história: uma arte a qualquer tempo e em qualquer lugar

Introdução
Nas cavernas os homens pré-históricos reuniam-se para ouvir relatos de caçadas; nas ocas, os índios sentavam-se para escutar o contador da sua tribo que, contando ensinava a garantia de que a cultura e as tradições daquele povo não seriam esquecidas; nos castelos, os reis e sua corte reuniam-se em elegantes saraus para contar relatos de viajantes de outras terras. Em nossos dias, a contação de história chega as empresas para alinhar o pensamento, estimular vivências e motivar conceitos.

Objetivo
Este projeto teve como objetivo contar a história "O príncipe Ádil e os leões, no mundo corporativo, com o propósito de oferecer referenciais para a redescoberta de valores, de experiências e de expectativas futuras.

Referencial Teórico
Fundamentamos o trabalho com os direcionamentos teórico-metodológicos  e literários de Silva (1997), Machado (2004), e Mellon (2009). Para esses autores, o ato de contar história constitui a chave para abrir a porta da sabedoria emocional, possibilitando ao homem pensar a sua própria condição, rever conceitos e atingir uma dimensão em que a realidade pode ser reinventada e poetizada, em função de uma existência agradável e próspera.

Metodologia
Pesquisa documental, complementada por pesquisa de campo, que possibilitou contatos freqüentes com a empresa – procedimentos necessários à análise dos aspectos sociais, psicológicos e profissionais que determinaram a escolha da narrativa a ser contada. Os dados coletados foram registrados em relatórios.

Resultados
Contar história reproduz conceitos, amplia simbologias, cria laços sociais e momentos mágicos de empatia com a trajetória da empresa, transformando o ambiente de trabalho em um espaço favorável ao desenvolvimento de uma mente criativa e inventiva, e de uma identidade profissional enriquecida de valores colaborativos e reconhecida institucionalmente.

Considerações Finais
O contar e o ouvir histórias trazem aconchego, afetividade e reconhecimento de não ser único, mas de pertencer a uma coletividade. A fantasia e a magia de uma história encantam a imaginação e faz aparecer valores subjetivos intrínsecos ao ser humano, incentivando a superação de conflitos e renovando as expectativas de estar no mundo.

Referências
MACHADO, Regina. Acordais: fundamentos teórico-poéticos da arte de contar histórias. São Paulo: DCL, 2004.
MELLON, Nancy. A arte de contar histórias. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.
SILVA, Maria Betty Coelho. Contar histórias uma arte sem idade. São Paulo: Ática, 1997.

P.S. A história foi contada para um público de cinquenta funcionários de uma multinacional da região, aposentados, que estavam com o desligamento agendado.


MAROTA
Enviado por MAROTA em 18/11/2011
Código do texto: T3343899

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
MAROTA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (48233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/14 00:55)



Rádio Poética