Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
               
images?q=tbn:ANd9GcSV2roBGW4U9x0pd0VBa57
Conscientização Ambiental 
 
17 de Julho Dia De Proteção Às Florestas
                               
                                              
 
 
O Calendário marca  o dia 17 de julho como o “Dia  De Proteção Às Florestas”.

O Brasil é conhecido mundialmente como  país da florestas - a  Floresta Amazônica, a maior reserva tropical  e genética do planeta, além de abrigar
1/5 de água potável da terra.


Em termos de cobertura vegetal ocupa o segundo lugar no ranking mundial, perdendo apenas para a Rússia.

As florestas brasileiras  abrigam o ecossistema mais rico  do planeta compreendendo as espécies animal
e vegetal.


A destruição irresponsável causa a erosão dos solos,
a morte dos animais, a e degradação das regiões das bacias hidrográficas.


Quando se destrói a floresta não é apenas a
vegetação que morre,  pois destruindo o habitat  natural dos animais, estes morrem também.

Perde-se a  biodiversidade  e a perpetuação da vida e das espécies no planeta Terra.


O meio ambiente também é afetado pela
desertificação ou degradação do solo,  que em consequência gera  alterações nos ciclos das  chuvas, variação do clima  e das temperaturas.


Na destruição das florestas além das perdas da fauna e da flora ocorre o desequilíbrio  da cadeia alimentar -  quando diminuem as espécies carnívoras, cresce o número das herbívoras, maior consumo dos vegetais
o que pode ocasionar a extinção de algumas espécies.


Quando falamos em meio ambiente, não podemos de forma alguma ver isoladamente o Brasil, pois  qualquer ação nociva praticada contra a natureza  repercute  no Universo.

 Em outras palavras,  afeta o  ecossistema de todo
o planeta, independente da dimensão do dano.


Em termos de ecossistemas e biodiversidade biológica   destaque-se que o Brasil   abriga  ecossistemas únicos -  a Floresta Amazônica e a Mata Atlântica.

Os cerrados, as áreas úmidas e os ambientes marinhos dentre outras.


Dados estatísticos apontam que algo em torno de
um terço da biodiversidade mundial  se encontra 
em solo brasileiro.


A Floresta Amazônica representa a metade das florestas tropicais do mundo.

Da  Mata Atlântica em relação à época do descobrimento do Brasil, hoje resta menos de
 8% de sua área primitiva.


Não somente no Brasil, mais em todo o mundo as florestas têm sido ameaçadas pela degradação incontrolada, resultado do desvio do uso adequado
e consciente para as necessidades do homem
somada à ausência de um gerenciamento ambiental que efetivamente as proteja da ação desenfreada do pretenso progresso.


A data é um importante momento para refletirmos acerca da importância das florestas para o mundo e para o Brasil.

De um breve panorama tem-se a importância de se comemorar o dia  17 de julho como  o  Dia de
Proteção às Florestas.


Mais que isso, um dia dedicado para que as pessoas, os educadores, os governantes possam refletir  sobre a importância de se proteger as florestas, não só no Brasil, porém em todo o planeta.

Em que pese às legislações pertinentes,  fato é que diariamente abrem-se em todo o mundo  no silêncio das matas tombadas,  enormes clareiras por conta
da ganância, da irresponsabilidade e da fiscalização precária.


Em termos de Brasil, dados do IBGE apontam   que
a ausência de medidas efetivas para combater a
ação dos devastadores, dentro de aproximadamente cinco décadas  deixarão de existir as florestas
tropicais originais.
 

A preservação das florestas repercute na preservação do ser  humano,por isso a importância em se proteger o meio ambiente, o ecossistema, a vegetação, ao animais, ás águas.

A data é propícia para todos possam pensar de que  forma podem contribuir para a preservação do verde.
Ao proteger e defender as florestas do desmatamento, do contrabando, da exterminação dos animais, dos garimpos clandestinos, dos fornos de carvão, do extrativismo desmedido, da  caça e da pesca predatória, da posse ilícita da terra,  o Homem está defendendo o bem maior que recebeu do
Criador – A Vida!


A atitude do hoje contribui para a construção do planeta do futuro.
É preciso pensar – que mundo  deixaremos  para as próximas gerações?  (Ana Stoppa)


 
Para saber mais sobre as florestas
 Dados do IBGE:
 
De acordo com a ONU:
- As pessoas utilizam de 39 a 50%, ou talvez mais, da produção biológica do planeta, através de atividades como a agricultura e extração vegetal, por exemplo.
- O mundo já perdeu metade de suas florestas.
- Nos últimos 40 anos, a área per capita de floresta caiu mais de 50%: a média global anterior era de 1,2 hectares por pessoa e agora chegou a 0,6 hectares. Fatores que influenciam estes números: aumento populacional e, sem dúvida, o desmatamento das florestas.
- As perdas florestais são mais significativas na Ásia, seguida pela África e pela América Latina.
- Os países desenvolvidos são os que mais contribuem para o reflorestamento.
- As florestas tropicais representam 50% da biodiversidade do mundo.
- Contagem regressiva: se a destruição das florestas permanecer no ritmo que se encontra, dentro de cerca de 50 anos não teremos mais florestas tropicais originais.
- As perdas florestais na América Latina e Caribe merecem atenção. Esta área tem cerca de metade de sua extensão coberta por florestas naturais, mas em cinco anos (de 1990 a 1995) houve uma perda de 3% desta cobertura.
Entre 1988 e 1997, o Brasil perdeu 15 milhões de hectares de área florestal, principalmente por causa de desmatamentos para fins agrícolas. (fonte www.ibge.gov.br
        
 
(Ana Stoppa)
Ana Stoppa
Enviado por Ana Stoppa em 17/07/2012
Código do texto: T3781951
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Stoppa
Santo André - São Paulo - Brasil
2484 textos (139896 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 18:44)
Ana Stoppa

Site do Escritor