CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Vida alheia

Tem uma coisa que me incomoda em algumas pessoas, é serem mexeriqueiro, esse tipo só quer saber de cuidar das vidas das outras.
Querem saber aonde vão, com quem, porque, querem dar conselhos, se intrometem na vida alheia, e na grande maioria das vezes sem serem convidadas a darem opiniões.
Tiram parte de seu tempo pra se dedicar única e exclusivamente a fofocarem, claro que não estou dizendo sobre sites e blogs profissionais, mesmo até porque este é o trabalho de algumas pessoas, fazem isso como profissão, muitos ganham a vida assim.
Refiro-me a pessoas entronas que não tem o que fazer e ficam bisbilhotando as conversas dos outros, e reparam as roupas, calçados, jeito de andar, sabe tudo.
Tem uma vizinha de uma tia que mora na casa em frente que toda vezes que vou há casa da minha tia sem avisar antes e ela não esta, a vizinha diz a hora que ela saiu que horas aproximadamente ela volta, um dia a vizinha até me comentou que minha tia havia saindo com um vestido “lindo mais a sandália não combinava muito” aquilo me impressionou como as pessoas perdem seu tempo com algo tão fútil; como cuida e se preocupar com a vida das outras.
E o fato mais interessante é que as pessoas que fazem isso são pessoas que estão com suas vidas paradas no tempo, sem saberem para onde ir, ou o que fazerem.
Também não sei o que elas podem fazer, tem um dito que não pode ser ignorado neste texto, que diz: cada macaco no seu galho.
E o principal; Deus de a vida para que cada um cuide da sua.
PH SOUZA
Enviado por PH SOUZA em 15/09/2012
Código do texto: T3883026
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
PH SOUZA
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
119 textos (2005 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/14 15:14)