Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reconhecimento da profissão de necropsia

A CBO é uma espécie de dicionário das profissões no Brasil. Neste guia estão registradas 2.558 atividades.
A entrada na CBO não interfere em questões trabalhistas como jornada de trabalho ou piso salarial. Ela reconhece no papel o que muitas pessoas fazem há anos, na prática.

O pedido de inclusão não CBO tem que ser feito por uma entidade de classe, sindicato ou um órgão do governo. Quando é aceita, a profissão ganha um código pelo qual passa a ser identificada.

A grande questão para nós necropsistas é que a área de necropsia não é reconhecida. A confusão entre tecnico de necropsia e auxiliares é comum pelos concursos afora.
Na verdade o certo seria, para quem executa aa necrropssia junto ao medico ser classificado como tecnico de necropsia.

Funções:
TECNICO em necrópsia
Retirar as vestes do cadáver após as devidas anotações do médico, durante a perícia; realizar necropsia em cadáveres
através de técnicas apropriadas e segundo orientação do médico; lavar o cadáver durante a necropsia e conforme
orientação médica; realizar embalsamento e formolização de cadáveres, quando necessário e apenas nos casos pertinentes
à legislação sanitária; proceder à retirada de peças anatômicas para exames, ensino e pesquisa; proceder à dissecação de
peças anatômicas através de métodos e técnicas diversas; proceder à higienização final; obedecer às normas de
segurança; participar de comissões, grupos de trabalho ou de estudos, quando designado por seu superior hierárquico;
executar outras atividades afins à sua unidade a partir das necessidades e demandas da área e de conformidade com as
orientações dadas pela sua gerencia imediata; manter organizados, limpos e conservados os materiais, máquinas,
equipamentos e local de trabalho, que estão sob sua responsabilidade; operar equipamentos e sistemas de informática e
outros, quando autorizado e necessário ao exercício das demais atividades.

Auxiliar deveria ser um ajudante que busca o corpo, ajuda na sala de  necropsia e faz liberação do corpo.
Ajudante é uma designação que deveria ser extinta.

Existe um grande problema com a falta de  reconhecimento da área. As leis trabalhistas não conseguem enxergar as ossas necessidades. Não nos da insalubridade total e nem direito a periculosidade. A carga horaria   deveria ser melhor adaptada e o salario com um referencial próprio. Nenhum juiz é preparado para  ver o real trabalho e os riscos que um profissional de necropsia enfrenta no dia a dia.
É preciso urgênte um projeto para regulamentar a profissão e dar o valor necessario a esses  profissionais, pois existe no Brasil a necessidade de se aumentar o numero de Serviços de Verificação de Óbitos. O curso  tecnico ja esta reconhecido pelo MEC e isto é uma vitória pra nós. Agora é reconhecer em projeto lei tambem e no CBO com a classificação certa.
necropsista
Enviado por necropsista em 16/07/2014
Código do texto: T4884082
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (necropsista). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
necropsista
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
16 textos (84503 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/04/17 01:32)
necropsista