Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFLEXÃO NA DOR



Quando a dor ou a preocupação de algo nos aflige e perante essa aflição, não temos nada para fazer a não ser aceitar a situação, dominando o medo e nos enchendo de coragem, que nem sabemos como e onde está,
é que acontece o processo de amadurecimento.
 Claro que nesses acontecimentos, nosso espírito é burilado, temos que ralar muito, sofremos, choramos, nos acovardamos. Alguns desistem e entregam os pontos, outros, enfrentam e ganham a grande oportunidade de transformação.
Descobrimos a nossa força e a nossa vulnerabilidade. Descobrimos que não somos especiais, que somos falíveis e mortais. Descobrimos e vivenciamos a solidão. Somos solitários no sofrimento, pois ninguém, por mais que nos ame e queira pode tirar de nós esse sofrimento, que é só nosso. Às vezes, chegamos como dizem, no fundo do poço, e eu digo, às vezes chegamos ao fundo do poço e descobrimos que tem mais depois do fundo. E é na lama que começamos de fato a nos conhecer, pois é lá que encontramos com o nosso verdadeiro eu. E é lá que descobrimos a força e a coragem, pois descobrimos a nossa luz, a nossa essência, descobrimos o que temos de melhor E só e somente lá que ficamos solitariamente com Deus. E só depois de estarmos solitariamente com Deus, é que podemos ser solidários.
E nesse processo, já com a maturidade um pouco mais avançada, compreenderemos e conviveremos melhor com as pessoas. Existe nisso tudo uma mudança de valores muito grande, onde aquilo que era tão importante para nós passa a ser o que menos valorizamos e o que não valorizávamos passa a ter um sentido enorme.
Então, vivemos a vida com muita simplicidade, damos importância para as pequenas coisas, o nosso discernimento aumenta, percebemos que somos capazes de nos tornar sublimes para nós mesmos, caminhamos com passos mais firmes. Passamos a olhar as pessoas que estiveram do nosso lado, torcendo, compartilhando, e se envolvendo conosco, para sairmos da lama, com mais amor e carinho.
Será que o sofrimento bem vivido é que traz o aprendizado que nos torna mais humanos e solidários?
Será que temos que sofrer para atingir essa compreensão?
Será que seríamos capazes do "amor/respeito" sem sofrer?

Sandra Lúcia
Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 12/09/2005
Reeditado em 14/10/2010
Código do texto: T49950
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sperazzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
303 textos (25337 leituras)
33 áudios (1125 audições)
1 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:51)
Sperazzo

Site do Escritor