Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

    

Um Pouco Sobre Dependência Química

 

          Quando dizemos ser contra as drogas, contra a legalização alguns nos julgam como retrógrados, ou qualquer outro adjetivo. No entanto, é importante salientar que, o mal das drogas não está tão somente na dependência causada, mas dizer, que ela (droga) atinge proporções graves levando para um estado de morte aquele que faz uso, aqueles que vivem a sua volta, e por fim toda a sociedade de um modo geral.

          Todos aqueles que ao fazerem uso de drogas tornam dependente químico sofrem, independente ser de um sexo ou de outro. Porém, quero voltar-me para as mulheres. Muitos jovens (masculinos) procuram criar dependências em mulheres para abusarem sexualmente delas destruindo toda sua dignidade de mulher. Este meu comentário se deve a depoimentos de jovens dependentes que muitas vezes nos coloca em reuniões. Ouvir isto é muito doloroso, mas é uma realidade da dependência.

        O jovem dependente na busca do prazer sexual não se preocupa com a dignidade da mulher, somente quer curtir e sair contando aos seus amigos se achando o máximo. No entanto, é totalmente irresponsável em suas relações sem se preocupar que está transmitindo alguma doença sexualmente transmitida (DST) ou mesmo usa preservativos para que não haja a gravidez de sua parceira. No entanto, quando ocorre uma gravidez indesejada a deixa, jogando toda responsabilidade para a mulher ou incentivá-la para abortar.  

         Enfim, quando um jovem dependente nos procura pedindo tratamento damos toda atenção, e procuramos ajudá-lo pela sua história de angustia e sofrimento. No entanto, quando é uma jovem dependente nos sentimos sensibilizados com suas histórias, por saber como ela é usada e humilhada em sua dignidade de mulher tornando-se um objeto sexual nas mãos de usuário como traficante.   

       Desta forma ser contra a liberação das drogas é  mais que simples retórica ou conceito ultrapassado, mas sim ser ciente de todos as conseqüências seja ela biológica, psíquica e social que envolve a dependência química.

        Muitos resumem a dependência na simples questão de ilegal ou legal, mas não são capazes de fazer uma reflexão ampla das conseqüências bio-psico-social da dependência no individuo

        O mundo das drogas é um submundo humano, onde as pessoas vivem constantemente um estado de morte, se autodestruindo e também os que estão a sua volta sem consciência plena. É importante esta reflexão.  

          
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 23/09/2005
Reeditado em 25/11/2008
Código do texto: T53044
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219498 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:14)
Ataíde Lemos

Site do Escritor