Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOROROCA DA SAÚDE

OPINIÃO

Esta semana mais uma vez se encerra com acontecimentos lamentáveis, e desta vez na área da saúde pública, cujo cenário agora se foca no nordeste brasileiro, embora a situação ocorra no Universo Nacional.
Não nos é necessário grande  formação  técnico-administrativa em tal assunto, para se arregalar os olhos para tais fatos, embora “a coisa” não nos seja novidade, posto que remonta de longos anos.
O mais interessante, e´que fatos aparentemente anacrônicos ocorrem num mesmo momento político, mas se atentarmos com olhos observadores veremos que tudo se encaixa como num quebra-cabeças...daqueles de mil e uma peças...de causas e consequências nítidas!
O congresso Nacional, nos últimos dois anos, gasta “seus esforços” para caçar as Bruxas da corrupção, que desta vez coloca em xeque uma das figuras mais importantes de lá.
Paralelamente, a sociedade se organiza para pedir o fim da CPMF, cuja letra P de provisório equivocou-se etimologicamente com “P” de Permanente.
E a sociedade mais uma vez me parece peso morto nesse assunto de impostos, e além de perdemos a batalha , perdemos também  a saúde.
Mas perdemos a saúde de maneira crônica, trágica e negligente, pois nesse exato momento em que lembramos que o tal  tributo era justamente para salvá-la, temos inaceitáveis notícias das mortes de pessoas que “PERDERAM A CHANCE”  de evoluírem com vida, momento em que há uma paralisação da saúde do Nordeste.
Esse é o termo jurídico...A PERDA DA CHANCE.
E essa, jamais lhes será devolvida.
Mas, e a perda da chance que ocorre com tantos outros tributos que deveriam chegar e não chegam?
Quantas vidas qua se perdem no anonimato e sequer se levanta a possibilidade de que estariam pulsando se tantos outros recursos não tivessem sido desviados?
Então, a situação é grave,A saúde adoeceu a olhos vistos, e parece que ninguém viu, mas se viu, fechou os olhos!
 O SISTEMA COMO UM TODO SE QUEBROU e talvez a mídia e o governo foquem tão somente a culpabilidade dos grevistas, jogando a população contra os profissionais.Isto não é difícil de se fazer, visto o caráter humanitário da atividade médica.Um Jogo Lastimável!
Ocorre que o ESTADO , e aqui me refiro como “SOCIEDADE POLITICAMENTE ORGANIZADA", responde solidariamente AOS SEUS FUNCIONÁRIOS.
E quem é o ESTADO? O estado somos nós! Os nossos anseios, a nossa crítica, a nossa observação, a nossa reivindicação, o nosso voto, A NOSSA CONSCIÊNCIA!
Se um ESTADO é conivente com  “setenta reais” por uma cirurgia cardíaca, com certeza já está propondo a falência do sistema, aviltando e humilhando profissionais da saúde, desestimulando o trabalho sério, responsável e digno de todos aqueles que se propõem a passarem grande parte de suas vidas aprendendo um ofício que com certeza exige muito mais habilidade e ESFORÇO, do que o que se exige para se inventar tributos e sumir com eles!
E é bom que se diga: Não é só o sistema de saúde que  está doente, com “ingerenciamento” e infiltração política incompetente  em inúmeros cargos de comando, por parte de quem nada!-entende do assunto.
Os profissionais também adoeceram. Muitas vezes submetidos a locais de trabalhos desumanos, sujos, sem a mínima manutenção estrutural dos equipamentos,sob stress intenso e contínuo, sem condições sanitárias, trabalham jornadas extensivas em vários locais para manterem ganhos compatíveis com a dignidade dum trabalhador.
Ou será que profissional da saúde não é considerado trabalhador, nesse país “dos trabalhadores’?
Li sobre um trabalho sendo realizado por um importante centro de atendimento e pesquisa de São Paulo, que o nível  de distúrbios da ansiedade, depressão e suicídio entre tais profissionais  têm atingido níveis alarmantes. E quem responde por isto? Seria a CPMF?
Aí está a gravidade dos fatos. Os recursos humanos adoeceram e vivemos um grave paradoxo:doentes cuidando de doentes...
Em nada se justifica perdas de vida.A medicina tem como bandeira pacientes acolhidos, tratados, recuperados e vivos!
E SE A MORTE FOR INEVITÁVEL, QUE SE GARANTA DIGNIDADE!
Mas como já comentei por aqui...uma sociedade que não valoriza a vida, certamente não chorará seus mortos...à altura que este absurdo merece!
Ah, e antes que eu me esqueça: desliguem os aparelhos, porque a saúde...morreu. E faz tempo.
Causa Mortis? A de sempre.Tributos...corrupção...e caos.
MAVI
Enviado por MAVI em 25/08/2007
Reeditado em 25/08/2007
Código do texto: T623059

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5421 textos (339028 leituras)
991 áudios (86924 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 23:00)
MAVI