Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ JÁ GOZOU HOJE ?


Nas minhas andanças pela Internet encontrei uma menção, mais precisamente uma entrevista,  com o  psicanalista paulista José Ângelo Gaiarsa, seguidor das idéias do médico austríaco Wilhelm Reich ( 1897-1957).
Na introdução à entrevista, pude ler : “ Você já gozou hoje ? E , mais importante ainda , foi bom ? Não há nada de estranho, engraçado ou sujo com essas perguntas. Para o psicanalista Gairsa essas são indagações fundamentais por acreditar que viveríamos em um mundo mais justo e livre se fizéssemos mais amor. Ou, colocado de outra forma, se nossas relações sexuais fossem mais intensamente exploradas e menos reprimidas “ .
Hoje, aos 85 anos, o psicanalista, cinco mulheres, quatro filhos, sete netos, está sozinho.
Pensei comigo : como deve ser triste alguém viver quase cem anos buscando sustentar suas relações com as mulheres baseado  em orgasmos e prazeres sexuais e vendo no casamento uma prisão.
A entrevista termina com a seguinte frase : “ No final, a gente volta tudo: por que amar é tão difícil ? “
Vivo casado, com a mesma mulher, minha namorada, há 29 anos, e posso afirmar: é muito fácil amar...quando encontramos a tão famosa alma gêmea.
Nesses anos, foram muitos os momentos de felicidade, de encantamento, decorrentes de um amor lindo  e sempre lírico de dois jovens cinqüentões, chegando ao ponto de constantemente nos perguntarmos a Deus o porquê desse privilégio.
Foram muitos também os sofrimentos que passamos juntos, sendo os piores  por falta de emprego e por doenças.
Mas foi assim, entre  lágrimas e alegrias que a vida foi amalgamando nossas almas, a ponto de hoje, quando penso algo, ela, quase que imediatamente, traduz em palavras e/ou gestos concretos . Vivo buscando satisfazer aos seus desejos — inclusive os sexuais: com tesão de  eternos namorados — e ela se delicia satisfazendo aos meus: um novo prato, uma nova e provocante lingerie , uma cerveja  com pipoca na hora do jogo de futebol: coisas pequenas , detalhes tão pequenos de nós dois...
Essa riqueza de alma que somente a prolongada  convivência entre dois  seres humanos pode produzir, é uma dádiva, mas é, também , ao mesmo tempo, fruto de um gratificante e saudável exercício diário de servir a quem se ama, cujos resultados são, automaticamente, passados para os filhos que aprendem a ver em seus futuros parceiros não somente objetos sexuais descartáveis mas seres humanos que escreverão com eles  histórias que merecerão ser revividas por seus descendentes.
Por esses motivos eu prefiro perguntar : Você já amou hoje ? E , mais importante ainda , foi bom ?
Eu posso garantir que sempre é muito bom.


     
Tórtoro
Enviado por Tórtoro em 25/10/2005
Código do texto: T63581
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tórtoro
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 67 anos
176 textos (27933 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:08)
Tórtoro