Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

quando o dia de hoje

quando o dia de hoje
já não é o dia de ontem
avançando as horas

a noite tem uma dança
propícia para os versos

virem ver quem os escreve
Assim

{Assim o poeta celebra a noite a hora e o dia na sua transição marcando da vida a idade e, no meu caso, neste caso, também um regresso. Um "artigo poético" para o poeta Assim regressar.}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 03/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T637259
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
786 textos (311211 leituras)
37 áudios (39640 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:23)
Francisco Coimbra