Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paz em Israel. Guerra no Brasil.

Paz em Israel. Guerra no Brasil.
http://blogchicao.tripod.com/

Há alguns anos quando me preparava para visitar Israel, vários amigos me falaram que eu estava maluco em ir a um país à beira da guerra. Na televisão apareciam alguns atentados suicidas, com amplos relatos de corpos mutilados. Insegurança havia também entre os meus familiares. Mas, como livre pensador eu não lido com as imagens e sim com a realidade. Crenças, imagens e fantasias servem somente para quem não quer pensar e, por isso, se tornam meros repetidores do que escutam ao longo da vida. São como papagaios que falam, falam e não pensam.

Decidi procurar dados sobre violência e morte no Brasil e no estado de Israel. O que descobri me chocou. A probabilidade de ser morto no Brasil era 25 vezes maior do que em Israel. A probabilidade de ser assaltado no Brasil era 50 vezes maior. Era muito mais seguro viajar do que ficar no Brasil.

Mostrei esses dados aos amigos e familiares e eles concordaram com as minhas conclusões. Concordaram em um primeiro momento. Todavia, eles não treinaram, como eu treinei, para me desapegar das imagens e crenças. Isto fez com que, passado alguns dias, a velha opinião voltou. Novamente a viagem se tornou um grande risco e eu um maluco de realizá-la. O dado de realidade não foi forte o bastante para se impor na mente das pessoas.

Esta pequena história da minha vida mostra o quanto é difícil para as pessoas se desvincularem das suas fantasias internas e dos seus preconceitos para lidarem com a realidade. E porque isto acontece? Porque estas pessoas estão viciadas em fatos negativos. Quando são apresentados dados de realidade, racionais e didáticos, estes são colocados em segundo plano. Com isto são esquecidos, desprezados e, acima de tudo, tratados com desconfiança. Em primeiro plano retornam as velhas crenças, preconceitos, imagens construídas a partir de mecanismos que visam evitar o negativo. O foco é o negativo, o que mobiliza as pessoas é o negativo.

Pense bem: se uma pessoa for gentil com outra, a que recebeu a gentileza logo esquece ou nem presta atenção. Já, se alguém for desagradável com outra, a que foi desagradada fica com raiva, lembrará por muito tempo, contará o acontecido para outras pessoas. Ou seja, ficará com o fato negativo durante um bom tempo na mente. O fato positivo, onde há companheirismo, respeito e consideração será rapidamente esquecido.

As pessoas sofrem com isto. Sofrem e fazem os outros sofrerem. Não prestam atenção neste fato e o consideram normal.

O melhor da vida é aprender a se desapegar do que existe na mente. Se ater ao que é a realidade (boa e ruim) e cultivar o que é positivo.

Um livre pensador deve aprender sempre. Para tanto deve aceitar a realidade e aproveitar o que há para aproveitar e cultivar o que gera bons pensamentos e bons sentimentos.

A próxima libertação do Brasil deverá vir das pessoas que se libertaram dos preconceitos e criaram bons conceitos e bons sentimentos.

Neste 07 de setembro quero deixar claro a minha gratidão ao meu País: Brasil. Obrigado! Obrigado por tudo de bom que você me oferece! Obrigado! Obrigado! Obrigado! Que Deus me dê força para retribuir ao meu país e ao seu povo uma parcela daquilo que tão generosamente recebo. Obrigado! Obrigado, Brasil!
http://blogchicao.tripod.com/

Chicão Dois Passos
Enviado por Chicão Dois Passos em 09/09/2007
Código do texto: T645187

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Chicão Dois Passos e link para http://blogchicao.tripod.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chicão Dois Passos
Campinas - São Paulo - Brasil
32 textos (8533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:25)