Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Senado e suas peraltices.

As crianças estão sempre tentando esconder suas peraltices dos pais. Próprio da imaturidade infantil, querem manter a traquinagem em segredo, fechada a sete chaves, inacessível à seus tutores. Entretanto, não raro os pais descobrem a peraltice. Lembro que também aprontava das minhas, e, naturalmente, me esforçava por ocultà-las de meus pais. Quando era descoberto, partia para outra tática: a de depositar a culpa da peraltice em um amiguinho chamado Túlio.
- Você quebrou o gravador, Wellington?
- Não, pai, foi o Túlio! Era minha resposta tentando se livrar da inevitável bronca.
Entretanto, lei da vida, todos somos obrigados a crescer, pelo menos em tamanho. Muitas pessoas crescem, tornam-se adultas, mas não amadurecem e, querem de todas as formas esconder suas peraltices e traquinagens.
Por isso, nosso Senado Federal preferiu, bem ao gosto de crianças peraltas que escondem a traquinagem dos pais, em sessão secreta obviamente, absolver o senador Renan Calheiros do processo por quebra de decoro parlamentar, por 40 votos a 35.
Não quero, caro leitor, discutir se o senador Renan Calheiros é inocente ou culpado, quero apenas demonstrar minha indignação de cidadão brasileiro em relação à votação secreta. Por que nós, eleitores, não podemos saber o posicionamento daqueles que nos representam? Por que votação secreta? Qual a razão disso?
Só se esconde o que não se quer que venha a público. Se esconde a corrupção, o adultério, a sonegação, a falsidade. O homem público que tem uma postura correta, honesta, sincera com seus eleitores, jamais cogita em esconder seu posicionamento, mesmo que seja um posicionamento antipático, que não agrade a maioria. Mesmo que para isso perca votos, apoio, consistência política. O homem público digno, honrado, consciente de seus deveres para com a pátria que o elegeu, arca com as conseqüências de suas atitudes, de seus projetos, de seus votos em plenário, não necessitando ser acobertado pelo segredo.
Esses segredos, essas votações secretas, vêm com o fétido odor da hipocrisia, do compromisso com a mentira e deslealdade. Nossa sociedade necessita se comprometer com a verdade e transparência para crescer moral e espiritualmente.
Portanto, podemos eleger como meta de vida o compromisso com a verdade, porquanto, assim, plantaremos as sementes da transparência, que germinarão nas futuras gerações, de modo a inspirá-las em servir ao próximo de forma digna e honesta, sem segredos que mancham a história da democracia de um país.
Pensemos nisso.
Wellington Balbo
Enviado por Wellington Balbo em 12/09/2007
Código do texto: T649898
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Balbo
Bauru - São Paulo - Brasil, 42 anos
364 textos (110886 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:36)
Wellington Balbo