Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E O BRASIL DIRÁ NÃO...

NOTA: Artigo publicado na FOLHA DO VERIDIANA em 28/10/2005.

  Em 23 de outubro o NÃO  venceu.    No entanto o resultado é o mesmo que se o Sim tivesse vencido: Nada mudará. As armas legais ou ilegais continuarão a proliferar no país. As mortes por armas de fogo não pararão tão cedo. Porém os  mais de 59 milhões de brasileiros que optaram pelo NÃO deram o recado ao Governo e ao senhor Presidente da República. O NÃO no referendo quis dizer: Não à violência, não á insegurança, não à corrupção, não ao empobrecimento do povo, não à parcialidade da justiça, não ao desemprego, não à precariedade da educação, da saúde e da habitação. Em 2002 a maioria do povo brasileiro seguiu o lema: Agora é Lula e Lula FOI. Se levarmos em conta este referendo, em 2006 o Brasil dirá: LULA JÁ ERA!
Um jornalista definiu assim o atual presidente:
“Um ex-torneiro mecânico, semi-analfabeto que governa o país do ar”.  Dizer em Lisboa que a crise da febre aftosa era a culpa dos fazendeiros, prova a omissão total do seu governo. Um dos nossos anunciantes escreveu o seguinte na Folha n° 14: "Recentemente em São Paulo, Pedro um garoto de quatro anos caiu num bueiro e perdeu a vida de maneira tão drástica. Mais uma vez o governo é o culpado." Sim os governos que se têm sucedido no país são os culpados das precariedades  sociais do povo brasileiro. O atual presidente durante a sua campanha prometeu tanta coisa, mas nada cumpriu.
O Brasil em 2006 dirá mais uma vez NÃO a tudo isso, se votar Nulo. Sim, 51% de votos nulos darão lugar a uma nova eleição sem os candidatos da anterior.Isto significará a reforma política que o país precisa.
Victor Alexandre
Victor Alexandre
Enviado por Victor Alexandre em 30/10/2005
Código do texto: T65429
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Alexandre
Bélgica, 72 anos
274 textos (86583 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:40)
Victor Alexandre