Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

premonição e o pequeno príncipe

Ontem resolvi reler O pequeno príncipe, livro que AMO e identifico-me por inteiro.
Sinto-me frustrada por ter tido uma leitura tão retardada dessa grande obra. Como dizem, é um livro pra ser lido váruas vezes, mas deve-se começar quando você ainda é uma criança. Na verdade, comecei na idade certa, aos seis anos. Minha leitura era ainda 'precária' e um tanto vagarosa, mas nada anormal para uma criança da minha idade.
Lembro-me do dia que, fuxicando um armário lá em casa, encontrei esse clássico de Antoine de Saint-Exupéry. Senti-me tão atraída! Acho que foi por causa da capa: um menininho loirinho num planeta olhando pro céu, pro sol. Comecei a ler na hora! Lembro até o porquê da minha pausa na leitura; era hora de ir pra escola. Deixei o livro sobre a TV da sala e rumei pro colégio, pensando em voltar logo pra poder continuar lendo aquele que seria o meu primeiro livro! Na época, eue studava no período vespertino e quendo voltei à casa, tive que fazer os trabalhos que a 'tia' passara. Acabou que não pude lê-lo aquela noite, mas na próxima certamente poderia. Faria tudo rápido só pra poder continuar minha aventura literária. Porém, chegando a noite, meus tios foram nos visitar e eu não pude continuar com meus planos, ams o livro continuava ali, sobre a TV. Aquele certamente fora o pior lugar escolhido por mim pra guardar meu tesouro. O livro era da minha tia e ela queria relê-lo... '- Ah, meu livro- disse ela- Vou pegar pra ler!'.
Meu mundo caiu! EU estava lendo primeiro! Intervim na hora e falei que estava no meio da leitura. Minha tia até ia levar depois, mas minha mãe disse que era pra ela pegar e eu lia depois. Pessoas grandes são realmente bizarras e extraordinárias, não?!
Elas nem percebem, mas destróem os mais puros e simples sonhos infantis. Muitos traumas vêm de acontecimetos como este, aparentemente corriqueiros.
Obviamente minha tia não me trouxe o livro de volta. Ela era grande, muito séria e ocupada. Esqueceu-se de seu compromisso com uma criança.
O tempo foi passando e eu acabei deixando pra lá, fui crescendo sem ler o livro que sempre quis. Às vezes eu pedia pra minha mãe comprar, mas como um tesouro, ele costumava ser caro.
Há apenas dois anos, quinze depois do acontecimento narrado acima, pude realizar o meu sonho de ler O pequeno príncipe. Não foi uma leitura inocente, eu já posso compreender metáforas e mensagens subliminares, mas mesmo assim foi válido. Antes tarde do que nunca, não é mesmo?

Pois bem, ontem encontrei um arquivo aqui na net com o livro. Errado ou não, baixei.
Estava em português. Não sei o porquê, mas veio na minha mente a possibilidade de ler em espanhol também... dois capítulos depois adivinhe o que surge...SIM, UM CAPÍTULO INTEIRO EM ESPANHOL. O ÚNICO NO LIVRO! Eu fiquei arrepiada e chamei meu namorado pra ver. Ele já havia lido o livro, mas cresceu. É grande e não entendeu, achou uma grande besteira. Eu não...
Eu moro nos Estados Unidos, deveria ter pensado em inglês, mas não, pensei no espanhol e o capítulo que aparece é logo na segunda língua?! Bizarro, senão curioso.

Mas deixa pra lá! Certamente, se alguém ler até aqui, vai achar tudo isso uma grande idiotice e perda de tempo, mas fica aqui um conselho: Para o bem da humanidade, dêem O pequeno príncipe para seus filhos, primos, ou qualquer criança que tenham na família. Tentem fazer com que este seja seu primeiro livro, ou um dos primeiros. Não vou me estender, pois é um livro que além d elido, precisa ser sentido, afinal, só se vê bem com o coração; o essencial é invisível para os olhos.
Lee Bueno
Enviado por Lee Bueno em 25/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T667252

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor e link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lee Bueno
Estados Unidos, 33 anos
11 textos (1344 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/17 16:34)
Lee Bueno