Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Corporativismo na Imprensa !

Interessante observar a pressão que a impressa faz para acabar, no Brasil, com o câncer do corporativismo. Entretanto, ela mesma adota este procedimento quando se trata de casos envolvendo profissionais da sua área. Um bom exemplo é o caso Tim Lopes. Brilhante profissional, corajoso, foi barbaramente assassinado por traficantes de drogas no Rio de Janeiro. O fato comoveu a cidade e toda a imprensa usou as armas devidas para fazer a polícia “trabalhar” e exercer a sua atividade. Enfim, os bandidos foram presos, julgados e condenados. O trabalho que a mídia fez, neste caso, foi fantástico e resgatou as esperanças da população de que ainda há luz no fim do túnel com referência a justiça neste país.
Porém, e aqui registra-se o corporativismo da categoria, por que a mesma pressão e o mesmo empenho da imprensa falada, escrita e televisiva, não foi efetuado no caso Pimenta Neves ? Aquele jornalista e diretor de um famoso jornal paulista que assassinou a sangue frio a sua namorada e colega de trabalho que, por sinal, era bem mais jovem do que ele ?
O assassino da jovem, um velhote covarde, matou-a com dois tiros pelas costas e está solto até hoje, mesmo depois de condenado pela mesma justiça que condenou os criminosos do caso Tim Lopes. Por que será que não vimos e nem assistimos a mesma determinação da mídia no caso Pimenta Neves ? Será por que a vitima era mulher ? Quer dizer que mulher pode ? Ou será porque trata-se de um “coleguinha” de profissão, como costuma dizer Ancelmo Gois em sua coluna diária em O Globo ? Quer dizer que os “coleguinhas” podem sair por aí “aprontando” á vontade que a imprensa, nestes casos, irá olhar para o outro lado da rua e fingir que não viu nada ? É assim que a mídia acredita que irá AJUDAR o Brasil a sair do lamaçal em que encontra-se atolado ? Tenho certeza que não ! Posturas como esta só denigrem a imagem da imprensa e colocam-na no mesmo patamar das sujeiras do nosso congresso nacional, por exemplo.
Leandro Cunha
Enviado por Leandro Cunha em 26/09/2007
Reeditado em 27/09/2007
Código do texto: T669596

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Leandro Cunha - www.leandrojcunha@oi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Leandro Cunha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
596 textos (107845 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:17)
Leandro Cunha

Site do Escritor