Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaração

Tome por sua as hastes, os espinhos
deixa fluir por entre as venosas e arteriais,
quaisquer que sejam as emoções, mesmo as mais
rotas e insólitas.
Declaro aberta a sessão de baixo calão e promulgo por fim
a morte da mais bela criação que algum humano sórdido conseguiu
vomitar, sepulcro adornado de enfeites que secam em apenas um minuto
exposto a luz do sol,
salve! salve!
falam tanto das flores, chuva e palavras ao vento.
Bill Anderson
Enviado por Bill Anderson em 26/10/2007
Código do texto: T711587

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bill Anderson
Curitiba - Paraná - Brasil, 30 anos
26 textos (1025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:38)
Bill Anderson