Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A vida é realmente uma caixinha de surpresas...
 
Numa bela manhã de sol, meu companheiro de trabalho despertou com uma febre de 40º.
 
Quem diria que o primeiro livro que eu traduziria seria neste dia de folga ‘forçada’?
 
Entre canjas e termômetros, me deparei com um livro escrito em inglês que tratava diretamente do tema de nosso trabalho: “Missionários à Altura de Nossa Mensagem.”
 
Foi um prato cheio.
 
Ao final do dia, aquelas 52 páginas em inglês haviam sido traduzidas uma a uma, numa velha máquina de escrever. (Se tiver menos de 20 anos, pergunte aos seus pais – ou pesquise no Google imagens, e você saberá do que se trata.).
 
À falta da fita preta – Já consultou o Google? – escrevi em vermelho mesmo. Cito o fato apenas para ilustrar que nossa atitude e desempenho são muito mais importantes do que ficar aguardando a circunstância ideal.
 
Após concluir a tarefa na base do improviso, qual não foi minha surpresa ao notar que vários companheiros de trabalho estava se beneficiando com a tradução do livro.
 
Dessa forma, consegui abrir as portas do conhecimento a vários colegas que, de outro modo, seriam privados de tal privilégio. Puderam se fortalecer com mensagens inspiradoras que ainda não estavam traduzidas oficialmente para nossa língua.
 
Pode imaginar minha alegria?
 
“O bem está na adaptação dos meios a fins úteis.” - Rui Barbosa
 
 
Cá Entre Nós...
 
Minha mãe dizia que nossa família tem ‘ímã de doido’.
 
Um de meus amigos é prova viva disto: traduz tudo o que lhe cai às mãos, visando enriquecer seu vocabulário, de manuais de produtos eletrônicos a pacotes de salgadinhos!
 
Tal procedimento traz algum proveito, mas caso esteja pensando em fazer o mesmo, vale lembrar que esta tarefa não lhe possibilitará um contato direto com as palavras mais freqüentes, e além disso você ainda poderá engordar de montão comendo tanto salgadinho!
 
Melhor seria traduzir pequenos artigos, verter trechos para o Inglês, pesquisar listas de palavras mais freqüentes na Internet ou visitar a página de artigos do site www.CharllesNunes.com
 
Conforme deve ter percebido, não estou apenas escrevendo um livro. Estou empenhado numa causa – difundir e simplificar o ensino idiomas – e acredito de verdade nos resultados do que estou fazendo.
 
Por essas e outras, conte comigo: contato@charllesnunes.com
 
“Quando um pescador cai na água, ele deixa de ser pescador. A partir deste momento, ele só precisa nadar!” - Gene Hill
 
 
Pontos a Ponderar
 
“Um novo idioma é uma nova visão de vida.” - Frederico Fellini
 
No que consiste este sistema de comunicação ao qual chamamos ‘linguagem’? É simplesmente a representação simbólica – por meio de sons e palavras devidamente organizadas – da realidade como a percebemos.
 
Assim, um desenho, um gesto, uma expressão facial, o apito de um juiz ou do guarda de trânsito, um sinal de fumaça, um poema, uma escultura, um logotipo, a Linguagem Brasileira de Sinais, o Código Morse, a escrita em Braille, cada qual simboliza uma idéia de algo existente no mundo real.
 
E cada símbolo só faz sentido se o emissor e o receptor compreenderem o meio pelo qual a mensagem está sendo transmitida, concorda?
 
Assim... o que é ‘tradução’?
 
Nada mais do que a reformulação de uma idéia, num sistema ou código diferente do primitivo . Sempre partindo de ‘moldes’ desconhecidos do receptor para outros que ele compreenda.
 
Por isso, a flexibilidade para entender a cultura do outro, sua perspectiva e modo de enxergar o mundo é uma qualidade essencial para o tradutor.
 
Como aprendizes de línguas estrangeiras – e cidadãos de um país multicultural – precisamos buscar continuamente compreender as representações de mundo que nos cercam.
 
Vejamos alguns exemplos:
 
O cinto de segurança, no Brasil, aumenta a segurança do passageiro em caso de colisão.
 
Já o seat-belt dos americanos, é um cinto (belt) que firma o passageiro no assento (belt). O mesmo dispositivo, o mesmo objetivo, entretanto nomeado por associações diferentes. Em Português, destacamos sua função, em Inglês, sua localização.
 
Em outras palavras:
 
A tradução é a expressão em um idioma de uma realidade representada em outro por diferentes símbolos gráficos ou sonoros.
 
(No Brasil, até os sotaques variam de uma região para outra. Visse?! )
 
 
*Este texto é parte integrante do livro ‘O Pulo do Gato – Aquela Força no Seu Inglês’, que pode ser adquirido na seção Livros à Venda.
 
Artigos relacionados:
 
Em Matéria de Idiomas, Qual é o Tamanho do Seu Sonho?
Aprender Inglês... Por que não?
Sabe o ‘Caminho das Pedras’ para Aprender Inglês?
A Importância da Leitura na Aquisição de um Novo Idioma
Qual é o Seu ‘Tendão de Aquiles’ para Falar Inglês?
Aprender Inglês é Um Esporte de Contato
Para Escrever em Inglês ou se Coçar, é Preciso Começar  
Quem Tem Ouvidos e Um MP3, Ouça em Inglês!
Aprenda Inglês entre Amigos
Língua Estrangeira: Quem Ensina, Aprende Mais
Em Terra de Cego, Quem Traduz Uma Palestra... Errei!
Quer Aprender Inglês? Alguém Lá em Cima Torce Por Você! 
Charlles Nunes
Enviado por Charlles Nunes em 13/11/2007
Código do texto: T735468
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Charlles Nunes
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
99 textos (239611 leituras)
17 áudios (3453 audições)
5 e-livros (57960 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 07:51)
Charlles Nunes