Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eutanásia!

A paciente, uma cadela de 15 anos, da raça Cocker Spainel, de olhos tristes, podia-se ver o medo e a insegurança do cãozinho.
O proprietário foi entrando e logo explicando que o animal estava muito mal, cheia de tumores nas mamas e tinha um cheiro que ninguém mais agüentava.
Ao examinar a paciente, observou-se um coração fraco com batimentos rápidos e o cordão mamário esquerdo com tumorações bastante agressivas, que deveriam ter sido
cirurgiadas pelo menos um ano atrás.
Mesmo assim, entendeu-se que a patologia era tratável e informou-se ao proprietário, que imediatamente interrompeu o médico veterinário, afirmando que não teria mais como ficar com o animal e que desejaria mesmo sacrificá-lo e que em não sendo possível, procuraria um outro colega para fazê-lo.
Diante da certeza dessa decisão, foi explicado então
que o proprietário deveria pagar os custos da eutanásia e do enterro do animal, mas que ele seria mesmo operado e se bom ficasse, doado a quem dele interessasse. Ele ( o animal do proprietário), disse que não teria problema algum, pagou os custos e saiu sem ao menos olhar para trás, deixando no seu livre arbítrio um grito de alerta.
E assim se desfez da amizade, dos sentimentos e das alegrias trazidas, que ficaram esquecidas, lá  nos primeiros anos da vida  daquele  animal.
Na Clínica ficou o velho cão, curado e livre da estupidez humana do seu falso amigo!































paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 19/11/2005
Reeditado em 19/11/2005
Código do texto: T73636

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470988 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:06)
paulo cesar coelho

Site do Escritor