Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dar o Sangue pela Terra




Vivemos como se cada dia fosse o último. Tememos o findar de tudo nos próximos segundos. Não esperamos, não lutamos, salvam-se exceções, apenas queremos, e sofremos. Mas sempre pelo bem próprio, no máximo por um parente amado ou amigo muito próximo... Causas humanas e grandiosas para o bem de toda uma raça são terciárias, em quarto, quinto lugar, ou então eliminadas. É por isso que poucos recebem prêmios sobre a paz, é por isso que poucos são grandes, é por isso que quem faz o bem por um miserável é considerado um Deus pelos auxiliados. Por isso que prêmios da paz são tão importantes, por isso que pessoas assim são raras e amadas.
Não podemos também fazer o extremo da situação. Doar-se a uma causa, lutar por algo propício á vários fracos não é esquecer da vida, é equilibrar o necessário e o optativo.
O mundo jamais esquecerá Madre Tereza de Calcutá, Mather Luther King, Henry Kissinger, Nelson Mandela, entre outros, porque fizeram um bem para um povo necessitado. Nos atuais dias isso é impossível, pois temos de nos preocupar com o trabalho, o carro na oficina, com o curso de inglês, a consulta no psicólogo... Afazeres que fazem estas 24hs parecerem milésimos. Não nos sobra tempo para ser voluntário em uma escola, para auxiliar num grupo de recreação de crianças carentes, não fazemos o tempo sobrar, porque deixamos a cabeça inventar problemas, e destes criados nascem os verdadeiros, nos prejudicando, nos enterrando e fazendo robôs cada vez mais. Quando então a barreira não é a capacidade, quando pensamos que não somos capazes de fazer isso ou aquilo, já diz o ditado que “Ninguém é tão sábio que nada possa aprender, e ninguém é tão ignorante que nada possa ensinar”. Mas fazemos substituição por outro ditado: “Cada um por si e Deus por todos”. Eu lhe pergunto então numa questão nem tão grande, mas necessária: Quantas vezes você já deu seu sangue por Tijucas? Repito o gesto do amigo Celso Leal em recente evento público, e como ele repito que não se trata de doar o sangue a um hospital, mas realmente fazer o bem diretamente, tendo consciência disto.
Podemos então pensar que nossa terra não precisa, que os governantes estão aí pra isso, mas é preciso então lembrar que o que os governantes fazem é pelo povo, é por cada um, e a ajuda destes jamais é indispensável. Há tanto a se fazer, há tanto para se planejar e pelas nossas mãos materializar.
Porém desfrutamos de uma cultura que apenas o que é gera lucro é que realmente importa, e que por mais que façamos, nosso país nunca vai dar em nada, é uma bola de neve, uma cadeia incessante.
Olhamos então uma nação evoluída, sim, os estados Unidos, que muito causa repugnância, mas eles são o que são porque acreditam em si mesmos, e fazem não só por si mesmos, mas por todos a sua volta. Eles são patriotas, amam seu país, seja ele repleto de podridão, aquela é sua terra, e eles não aceitam como é, não se acomodam, lutam para melhoras, sempre querem mais, mesmo sabendo que nunca chegarão á perfeição, sabem também que união faz força, e se unem para causas comuns, gerando consequentemente resultados para todos. Os brasileiros são acomodados, adoram importados, e se conformam com o desprezo de outras nações, poucos fazem para mudar isto. Quantas vezes você já deu seu sangue pela sua terra? Deixou gotas de suor regarem o solo? Apenas conhecemos o significado da palavra união quando se trata de coisas muito pequenas mesmo, ou quando se fala em olimpíadas ou copa do mundo. Cantamos o hino nacional quase de boca fechada, porque não acreditamos no que estamos cantando, temos vergonha de nosso país... Mas ele é tão bom, temos tantas coisas invejáveis que vale a pena arregaçar as mangas e faze-lo muito melhor, com pequenos gestos, que unidos se tornam gigantes.
Procure causas nobres, pode ser mínima e de fácil resolução, mas assim feita, tenha certeza que para alguém um grande bem foi realizado, e principalmente quando feito de forma sincera, para realmente ajudar, pois quando é para fazer vista social, arrancar elogios, somente retarda estes princípios. Ajude sempre e isto lhe trará um enorme prazer, já que a verdadeira paz e o bem estão em proporcionar a paz e o bem aos demais.


Douglas Tedesco – 11/2007
Douglas Tedesco
Enviado por Douglas Tedesco em 20/11/2007
Código do texto: T744466
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Tedesco
Tijucas - Santa Catarina - Brasil
319 textos (57076 leituras)
35 áudios (2920 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 14:21)
Douglas Tedesco