Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal...

Em um ano de 365 dias, aqui no Brasil são 11 os feriados nacionais, sem contar os 4 dias de Carnaval e feriados regionais!

A comemoração mais esperada do ano é o Natal!

Dia de confraternização da família, que viaja quilômetros para reunir-se com os parentes depois de um ano distantes, falando-se por cartas, e-mails ou telefone. Abraços, presentes e muita comida! Decoração apropriada para festejar o nascimento de Cristo e troca de cartões cheios de votos de felicidade!

Um período em que há muitas campanhas de ajuda ao próximo, com cestas básicas e brinquedos (mesmo que usados) para crianças carentes.

E como muitos possuem o hábito da grande faxina de final de ano, tudo o que foi acumulado e guardado o ano inteiro vira lixo ou doação: roupas que não servem mais ou saíram de moda, sapatos, e tudo mais que esteja encostado e sem uso em algum canto da casa!

Quem tem muito a comemorar são o comércio e as empresas que faturam bilhões só no fim de ano com os 13º salários e a empolgação daqueles que apreciam manter a tradição natalina!

Mas, afinal de contas, o que é Natal?

A palavra Natal significa 'nascimento'.

É no dia 25 de dezembro que se comemora o nascimento de Jesus, nascido em Belém, cidade da tribo de Judá.

Na verdade, não há registros da data precisa desse nascimento. Mas, para comemorar-se a data foi escolhido o dia 25 de dezembro para substituir uma festividade pagã do Nascimento do Sol Invencível, e esta foi declarada feriado universal pelo Imperador Aureliano no ano de 275.

Foi a igreja, a fim de abolir as festividades pagãs do calendário que encontrou nesta data, uma boa razão para festejar o nascimento de Cristo que é chamado na Bíblia de o Sol da Justiça.

Como se pode perceber, por trás dessa tradição existem histórias que muitos desconhecem! E não é só isso!


Assim como o dia de Natal é uma festividade para 'esconder' a antiga festa pagã, o bom velhinho Papai Noel também não é bem o que se pensa ser!

A imagem do Papai Noel foi inspirada na imagem de um bispo que viveu na Turquia, Bispo Nicolau, no século IV. Ele sempre esteve a ajudar pessoas carentes, oferecendo-lhes moedas. Depois de sua morte, e inúmeros relatos de milagres atribuídos a ele foi considerado um santo!

A imagem do santo só foi relacionada ao Natal na Alemanha, onde se comemorava o aniversário do Bispo. Mas apenas no século XIX que ficou conhecido.

Em 1931, a empresa Coca-Cola nos EUA escolheu o bom velhinho para alcançar o público infantil, e para isso, deram à imagem do Bispo as roupas vermelhas, o trenó, as renas e o enorme saco de presentes. Foi uma grande tática de vendas e a nova imagem do velhinho seduziu não só crianças como também os adultos, sendo o Papai Noel e a Coca-cola populares em todo o mundo.

A árvore de Natal também tem suas histórias que muitos desconhecem. Existem pessoas que acreditam que as árvores foram relacionadas ao Natal porque, próximo ao local de onde Jesus nasceu teriam vários Pinheiros plantados. No momento do nascimento do menino, a estrela de Belém que guiou os 3 Reis Magos, teria se colocado no topo de um deles, e o brilho que se via das estrelas através de suas folhas teriam inspirado o uso desta nas festividades natalinas.

Isso claro, é lenda!

A bem verdade é que o costume de enfeitar árvores vem também da Alemanha desde o século XVI. Nesta época, as famílias germânicas enfeitavam os pinheiros, que são as únicas árvores no hemisfério norte, que mesmo com a intensa neve, mantém-se verde. Usavam papel colorido, frutas e doces para enfeitá-la.

O costume espalhou-se pelo mundo quando os imigrantes vieram para a América no século XIX.

Até mesmo a troca de presentes tornou-se costume para imitar o gesto dos 3 Reis Magos que ofereceram presentes ao menino Jesus!

Ai você me pergunta:- Então o Natal é um monte de enganação?

Lamento afirmar para aqueles que acreditam que o Papai Noel descerá por uma chaminé(raras no Brasil) que sim!

Tudo o que se conhece hoje sobre Natal vem de tradições antigas de culturas européias, usadas para vender os produtos que fazem com que o comércio e as empresas faturem milhões as custas de seu 13º!

Então, não se deve comemorar o nascimento de Cristo?

Claro que sim! Só que não apenas numa data específica, mas todos os dias!

Por trás desse calendário cheio de datas comemorativas, estão aqueles que usam destas datas para ganhar rios de dinheiro às custas da crença e tradições das pessoas.

Durante todo o ano, as lojas e as empresam usam taticamente um meio de manter o fluxo de seus ganhos: Natal, Ano Novo, Carnaval, Dia dos Pais, dias das Mães, dia das Crianças... Tudo em intervalos suficientes para que o consumidor tenha tempo de respirar e voltar a gastar!

E Natal não é o consumismo! Natal é o nascimento de alguém, no caso Jesus! Este que trouxe ao mundo uma mensagem de amor ao próximo, de amor e caridade!

Muitas pessoas carentes recebem benefícios e ajuda em tempo de Natal, essas mesmas pessoas passam pelas mesmas necessidades no ano todo!

Participar de campanhas, reuniões beneficentes, fazer mutirões, cestas básicas, vestir-se de Papai Noel e distribuir brinquedos aos pequenos carentes, irá apenas acalmar a sua consciência que dói diante de tanta fartura e alegria, por saber que do outro lado da rua pode haver pessoas vivendo um dia de festas bem oposto ao seu.

A mensagem de amor ao próximo de Cristo, deve nascer todos os dias nos corações, distribuindo amor e caridade sempre, não porque sua consciência o incomoda ao pensar nos pobres, mas porque você deixou que o real sentido do Natal renasça todos os dias em sua vida e seu coração.

Aproveite a boa companhia e confraternização com sua família para desenvolver o verdadeiro Natal para o ano todo!

by Shimada Coelho
desejando à todos que o verdadeiro Natal nasça todos os dias de sua vida, o ano todo!

Shimada Coelho A Alma Nua
Enviado por Shimada Coelho A Alma Nua em 01/12/2007
Reeditado em 08/09/2008
Código do texto: T760573

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shimada Coelho A Alma Nua
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
374 textos (58715 leituras)
10 áudios (1727 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:26)
Shimada Coelho A Alma Nua