Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TV DIGITAL: TIRE SUAS DÚVIDAS (Uol Televisão)

A TV digital estréia neste domingo; tire suas dúvidas sobre o novo sistema

Imagem em alta definição exige aparelhos HDTV Ready ou Full HD

O QUE ASSISTIR EM HD
TV DIGITAL TRARÁ NOVOS HÁBITOS
TV PAGA: CRONOGRAMA PRÓPRIO
TV DIGITAL: MARCO NO PAÍS
CONVERSOR: POR QUE TÃO CARO
CUIDADOS NA HORA DA COMPRA
GUIA DO UOL TECNOLOGIA
MAIS SOBRE TV DIGITAL
 
Às 20h30 deste domingo (2), ocorrerá em São Paulo a primeira transmissão terrestre em sinal digital da TV aberta no Brasil. A transmissão marca a história da TV brasileira, que entrará, paulatinamente, em uma nova era. Para entender como isso pode afetar seu cotidiano, leia as questões abaixo e tire suas dúvidas. Mas fique tranqüilo, pois, de imediato, pouca coisa vai mudar. Nos boxes, você encontrará uma breve descrição das características da TV digital.


O que é a TV digital?
TV digital é uma nova tecnologia que possibilita às emissoras transmitirem a programação com melhor qualidade de som e imagem. As emissoras também poderão utilizar novos recursos como interatividade, exibição de informações sobre a programação, transmissão para aparelhos móveis como celulares e notebooks. Há também a possibilidade de transmitir até seis programas simultaneamente ou exibir um mesmo programa de vários ângulos--é a multiprogramação. O Ginga, software brasileiro que permite a interatividade, ainda não está pronto.

A IMAGEM DIGITAL
 
O sinal digital proporciona imagens com cores mais vivas e maior definição. Definição é o nível de detalhamento que a imagem pode possuir, medido em número de linhas horizontais (480, 720 e 1080 linhas). A definição padrão da TV analógica é de 480 linhas. Na digital, a definição máxima chega a 1.080 linhas (chamada Full HD). O formato da imagem na TV digital é widescreen (16:9), como o das telas de cinema, e não quadrado (4:3), como no sistema analógico. Além disso, não são exibidas imagens com "fantasmas" nem com "chuviscos". Mas, se o sinal estiver fraco, a TV não vai exibir imagens ruins; ela simplesmente não vai exibir nada.
 
Em 2 de dezembro de 2007, a TV digital só estréia na Grande São Paulo. Quando a TV digital chegará a outras partes do Brasil?
Até meados de 2013, o sinal digital deve chegar a todo o Brasil. Veja o cronograma de implantação do sistema no site do Fórum Brasileiro do Sistema de TV Digital Terrestre


Eu poderei receber o sinal digital na minha televisão convencional de tubo?
Sim. Para isso será necessária a aquisição de um conversor (também conhecido como set-top box) e de antena UHF, que serão conectados à TV de tubo. Neste caso, imagem e som serão equivalentes aos de um DVD. A aquisição desses aparelhos são aconselháveis para quem já não recebe uma boa imagem analógica --com "fantasmas" , por exemplo- e quer melhorar a qualidade da recepção. A imagem, no entanto, não será de alta definição, pois o conversor transforma o sinal digital em analógico, com perda de qualidade. Mas o espectador deve estar ciente de que, em aproximadamente um ano, o conversor disponível hoje no mercado deve estar obsoleto, pois serão lançados novos conversores que permitirão interatividade. O software que permitirá recursos interativos ainda está em desenvolvimento.

O SOM DIGITAL

A TV digital terá som "Som Surround 5.1" , mais rico e transmitido em múltiplos canais. Esse tipo de som também é conhecido como "som de home theater". Na TV analógica, o som só pode ser transmitido em dois canais: mono ou estéreo.
 
Se eu não adquirir um conversor, o que vai acontecer com a minha televisão de tubo a partir de domingo, dia 2, quando estréia a TV digital?
Nada. As transmissões do sinal analógico continuam até 2016. Só a partir dessa data é que todos os aparelhos terão de ser digitais.


Minha TV de plasma ou LCD já está pronta para receber o sinal digital?
Provavelmente não, pois os aparelhos com conversores embutidos só começaram a chegar ao mercado no final de novembro de 2007. Quem tiver um aparelho de plasma ou LCD também terá de adquirir um conversor para receber os canais digitais.


INTERATIVIDADE E PORTABIILIDADE
 
A TV digital permite que as emissoras forneçam serviços interativos, semelhantes a alguns da Internet. O usuário poderá participar de enquetes, adquirir produtos, comentar notícias ou acessar guias de programação, quando houver compatibilidade com algum sistema de telecomunicação, como a banda larga, celular ou mesmo pelo telefone fixo. Mas o Ginga, software que permite a interatividade, ainda não está disponível. Portabilidade permite à transmissão do sinal a aparelhos móveis (celulares, notebooks).
 
Quem receber o sinal digital já está recebendo programação em alta definição?
Só recepção do sinal digital não basta. A alta definição só estará disponível para quem tiver um aparelho Full HD (1.080 linhas) ou HDTV Ready (720 linhas) - este último com qualidade de imagem um pouco inferior. Quem tiver um aparelho convencional conectado a um conversor, receberá o sinal digital padrão, com imagem equivalente à de DVD. Vale lembrar que apenas parte da programação das emissoras está sendo produzida em alta definição.


Tenho um pacote digital de TV por assinatura. O que muda?
Por enquanto, nada muda. Esses canais já são digitais, mas não têm alta definição. As operadoras de TV por assinatura têm um cronograma próprio para lançar decodificadores que melhorem a definição da imagem. Se você tiver um aparelho Full HD ou HDTV Ready conectado a um conversor e sua operadora não lançar um decoder HD, você poderá assistir à TV aberta em alta definição e continuar assistindo normalmente a TV paga como já fazia. Mas será necessário trocar do decodificador para o conversor, e vice-versa, a cada vez que se quiser alternar o sistema.


MULTIPROGRAMAÇÃO

É o recurso que possibilita às emissoras transmitirem até seis programas simultaneamente. A definição das imagens vai variar conforme o número de programas exibidos. As emissoras, no entanto, não estão investindo no recurso, já que poderia haver dispersão de audiência entre os programas, o que seria incompatível com o atual modelo de negócios da TV aberta, baseado na venda de espaços publicitários.
 
Recebo o sinal de TV via parabólica. O que muda?
Nada muda. A digitalização é da televisão com sistema de transmissão terrestre.

Posso assistir à TV digital pelo celular?
O sistema digital permite que o sinal seja transmitido a aparelhos móveis de forma gratuita, mas os celulares brasileiros ainda não estão adaptados para receber esse sinal.

Poderei assistir à TV digital no computador?
Sim. Há receptores para microcomputadores, mas, por enquanto, eles são compatíveis apenas para telas de até 14 polegadas.

A programação poderá ser gravada?
A TV digital estréia sem um bloqueador de gravação. As emissoras de TV e as distribuidoras de conteúdo internacional, no entanto, pressionam o governo para que haja algum dispositivo de bloqueio. O objetivo é combater a pirataria, que poderia crescer ainda mais, pois não há perda da qualidade da imagem quando se reproduz um programa transmitido em Full HD. Segundo o Ministro das Comunicações, Hélio Costa, eventuais dispositivos de bloqueio que venham a ser implementados devem permitir a gravação e reprodução doméstica dos programas.

FONTE:  UOL TELEVISÃO, em 02 de dezembro de 2007.

   

Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 02/12/2007
Código do texto: T761765
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1075 textos (287649 leituras)
1 áudios (338 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 05:57)
Ary Carlos Moura Cardoso