Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A 7a. classe

A  7a. classe.

O Mundo já possui mais de 6 bilhões de habitantes. Para efeito geográfico e didático, é dividido em continentes e países. Teoricamente, cada País é independente e livre para adotar as medidas que mais atendam aos seus interesses. Esta é a impressão que tentam nos passar nas escolas, livros, jornais e todo tipo de comunicação, ao longo de nossas vidas. Na verdade, o Mundo é dividido em 6 grupos sociais : Dominantes, dominadores, definidos, dominados,  desesperados e desalmados. Vamos conhecer um pouco das características de cada uma destas classes.

1 - Dominantes - constituída por quase 2.000 pessoas. São os donos do Mundo, pois são proprietários de todas  as riquezas (convencionadas por seus antepassados) disponíveis. Só não possuem ânimo para lapidar suas riquezas. Por isto, precisam das classes inferiores para o trabalho pesado e sujo. Através de barganhas, exercem o Poder sobre as demais pessoas, devidamente doutrinadas ao longo de gerações a acreditarem que este é o processo de vida que as farão felizes. Patrocinam diversas linhas religiosas e filosóficas, que colocam em moda quando se fazem necessárias. Os senhores da Terra, sabem explorar bem, a vaidade e a ganância dos pobres de espírito. Criaram um mecanismo de controle de tal forma que não surja nenhum novo líder autêntico, com idéias tolas sobre liberdade e igualdade. Quando
tal elemento desponta, seja de que classe for, tentam traze-lo para uma escala acima, oferecendo-lhe algumas mordomias. Se o sujeito for intransigente, armam alguma situação para desmoraliza-lo ou arranjam um acidente aéreo ou outro qualquer, para sumir com o mesmo. Esses elementos, definem os rumos de nossas vidas. Possuem a percepção adequada para vislumbrar algum tipo (ainda que leve) de perigo que possa colocar em risco suas posições no Planeta. Se necessário, fabricam uma guerra em grande escala para salvar seus interesses
(ou mesmo movimentar altas cifras). Conforme o caso, apelidam o holocausto de fatalidade (habilmente, massificam as populações, determinando quem foram os vilões e heróis do passado, nos quais devemos nos espelhar ao longo de nossas vidas para servi-los sempre com um sorriso nos lábios). Depois colocam a culpa na cultura de um determinado Povo para explicar os tempos de sofrimento que seus subalternos terão de suportar. Se divertem jogando xadrez, onde o tabuleiro é a Terra e o resto da população representam as peças do jogo. São bem organizados em grupos que controlam os elementos que definiram como básico para a existência dos demais, tais como : combustíveis, comunicações, transportes, diversões, minerais e outros supérfluos que nunca foram obstáculos para a existência da Humanidade nos primórdios. Jamais exercem cargos públicos. Eventualmente aparecem em revistas por terem praticado alguma boa ação em prol de alguns necessitados, gerados por alguma experiência atômica patrocinadas pelas raposas que agora oferecem alimentos e cobertas às suas cobaias.   Não possuem residência fixa. Possuem várias propriedades em volta do Globo, iates e aviões, para se mudarem junto com as estações do ano. Controlam as taxas mundiais de juros bem como as taxas cambiais, regulando importações e exportações entre as nações, objetivando a manutenção ou derrubada de algum governo que repentinamente se achou em condições de enfrenta-los. Esta classe é popularmente conhecida como forças ocultas.

2 - Dominadores – parcela constituída por 80.000 a 100.000 elementos. São os que se tornam  grandes personalidades  públicas em seus países, exercendo funções de : Presidente, Vice, Aspone, Deputados, Governadores, Senadores, Ministros, Presidentes de Estatais e até mesmo Ditadores, se assim for conveniente aos Dominantes (por falha no processo de lavagem cerebral, alguns países não se subjugam de imediato às ilusões de possuírem bens materiais - isto obriga a adoção de medidas mais enérgicas para domina-los. Quando calmos e devidamente instruídos, são libertados por um grande patriota fabricado, que a seguir é eleito como Presidente da nova nação livre). Ou então, os ditadores são mantidos para substituírem manchetes garrafais em jornais quando algum escândalo vier à tona por engano. A função desta classe é conduzir os elementos sob sua tutela, a seguirem os caminhos definidos pelos Dominantes. Eventualmente, são guindados à classe superior, depois de 20 ou 30 anos de bons serviços prestados ou pelo fato de um herdeiro seu se casar com algum elemento da classe acima. São os que escrevem as Leis (rascunhadas pelos Dominantes) que deverão ser obedecidas pelos habitantes de suas regiões (mas não pelos elaboradores, que adquirem imunidades). São os que assinam os documentos (lícitos ou não). Sabem que um dia poderão ser sacrificados (moral ou fisicamente) se a situação ficar  inconveniente aos seus superiores. Não contestam as determinações da classe acima. Se for preciso, vendem suas almas para se manterem nas boas graças de seus superiores. Alguns não se preocupam em esconder seus espíritos carrascos atrás de uma bela máscara de bom pastor.

3 - Definidos - são os milhares de elementos que ocupam os escalões de governo. Neste universo também vivem os donos de empresas de grande porte, fazendas médias, algumas indústrias, firmas comerciais, bancos, empresas de ônibus, segurança, alimentação, postos de comandos militares e entidades do gênero. Alguns possuem parentes na classe acima ou se tornaram elementos de alta confiança por parte de quem permitiu a ele, ter um padrão razoável de vida (regularmente este elemento é lembrado desta bondade por parte de seus protetores). Ficam encarregados de conviver no meio da plebe, sempre atentos a qualquer situação que possa incomodar às classes superiores. Precisam ser criativos no sentido de inventar idéias que façam a classe inferior trabalhar para as classes acima, na ilusão de que estão melhorando sua qualidade de vida. Eventualmente, um entre 10 milhões consegue tal objetivo (devidamente armado por mentores), para reforçar a propaganda de que tal fato pode acontecer com todos que se esforcem (e que não enxergam a pirâmide de parasitas que sustentam com seu suor e sangue ao longo de suas vidas).
São encarregados de bolarem grandes mecanismos de arrecadação de valores, tipo: loterias, 0900, copa mundial de qualquer esporte e similares.

4 - Dominados – parcela formada por 75 % da população. Dentro deste universo, reside a verdadeira força de trabalho (inclusive jovens que deveriam estar  se preparando melhor, mas são pressionados pela miséria a se tornarem sofredores mais cedo em troca de migalhas). Foram bem doutrinados e se contentam  em trabalhar por baixos salários, desde que tenham à sua disposição, poucas regalias. No caso dos latinos, bastam os seguintes itens: futebol, carnaval, cerveja, praia e novela de TV. Foram educados para a competição selvagem, apelidada de Democracia econômica pelos Dominantes (aboliram a escravidão física há dezenas de anos, pois neste sistema, tinham de efetuar altos gastos para manter a estrutura de aprisionamento). Tal situação os fazem esquecer as atitudes básicas de civilidade e cidadania. Passaram achar normal prejudicar um segmento da  pobre população, desde que a ação tomada seja benéfica para um grupo maior, ou seja, aumento de mordomia para as classes superiores. Uma grande parte desta classe, já beira o nível dos desesperados. Não reclamam nem agem em defesa de seus direitos, pois são doutrinados a imaginar que
poderão mudar o rumo de suas vidas com algum esforço (ou seja, fazer o papel de lacaio em silêncio) e dentro de alguns anos, se transformar num vitorioso empresário da Sociedade. vivem num estado de conformismo e letargia, numa analogia com  a síndrome da sapo fervida. Se um elemento deste nível se destaca em defesa dos interesses da alta classe, tem  90 %  de chances de passar a integrar o time dos definidos. Em caso de falhas sucessivas, certamente será jogado na vala dos desesperados.

5 - Desesperados – turma composta pelo que sobrou. Seus elementos são os que exercem as atividades de pior remuneração, ficam desempregados por enormes períodos, tornam-se mendigos, ratos de praia, punguistas, estelionatários, traficantes e coisas piores. Não possuem nenhuma chance de melhorar sua forma de sobreviver. São mantidos vivos para que os integrantes da classe de dominados pensem que suas vidas são razoáveis, pois existem outros em pior situação, na qual  não desejam mergulhar (assim não se empenham em se rebelar em defesa de seus direitos à uma existência melhor e permitem que os parasitas da humanidade continuem sugando suas forças lentamente).

6 - Desalmados – classe composta por elementos desajustados, normalmente oriundos da classe de desesperados (mas existem alguns poucos das demais). Vivem para fazer o mal por prazer. Regularmente, as 3 primeiras classes se aproveitam desta anomalia e “contratam” seus serviços para afastar desafetos de seus caminhos. Quando estão de “folga”, arquitetam ações prejudiciais às pessoas que eventualmente contrariem seus desejos. Apesar de serem poucos, conseguem resultados em suas investidas, pois adquirem armas com certa facilidade, contam com os fatores de surpresa e anonimato e são “protegidos” por advogados pagos por quem tem interesse em mante-los na ativa.
 
A tendência de mudar tal quadro é remota, pois a estrutura no momento está forte e rende altos dividendos na "indústria" do caos com a venda de "soluções" não duradouras. A única chance é o fortalecimento da 7a. classe, que alguns acreditam ter sido exterminada, mas ainda possui alguns adeptos espalhados pelo Mundo. É a classe dos Defensores.
Haroldo
Enviado por Haroldo em 29/11/2005
Código do texto: T78129
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Haroldo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
678 textos (24810 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:45)
Haroldo