Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A hipocrisia do poder




 Diante dos atuais acontecimentos da política nacional no âmbito federal, se seguirmos atentamente o que se fala comumente na TV. pelos atuais dirigentes bem como pelos futuros governantes, ficamos estarrecidos diante de tanta enganação.
 Para melhor entender o que acontece passemos a seguir e observar algumas fases do pensamento nacional (dos políticos), durante o ano que se finda.

 O DISCURSO
 l) O PT., antes das eleições quando fazia sua política  ou politicagem dizia que o grande problema do Brasil, era culpa do governo de FHC, pelo modelo econômico adotado, o que estava inviabilizando o crescimento da indústria comércio, etc.
 2) Dizia também que era meta do seu governo caso fosse eleito, seria baixar os juros, aumentar os salários para que o trabalhador ganhando mais pudesse passar a fazer parte do mercado de consumo e com isto haveria um fortalecimento do mercado interno.
 3) Diziam algumas cabeças do partido que iriam endurecer com os americanos em relação à criação da ALCA e outras coisas mais e que os Americanos eram o grande mal. etc...
 4) que iriam aumentar o salário mínimo para R$. 250,00 e haveria de imediato reajuste dos salários dos servidores que estavam achatados já há oito anos, etc..
 5) faria de imediato as reformas da Previdência, reforma tributária e a reforma política, a fim de colocar o Brasil dentro de uma ação de governo que o possibilitasse crescer e competir com o mercado internacional.
 6) dentre estas e outras propostas longamente defendidas pelo PT., antes das eleições,  aumentou as esperança dos eleitores e com isso houve o inevitável, o PT. elegeu o presidente.

 Se olharmos apenas as propostas acima, veremos que todas elas ficaram apenas na boa intenção.Para que fique mais fácil de entender passemos a analisar cada proposta do PT., com o que acontece no momento.

 A PRATICA

 A primeira, dizia que o grande problema do Brasil, era o modelo econômico, injusto, errado e perverso que estava exaurindo a economia do país, e que o governo de uma forma irresponsável estava seguindo as cartas do FMI., etc. e tal. (e agora qual é a política que será adotada pelo PT?) tudo indica que irão copiar item por item as propostas do governo anterior e até colocou um banqueiro para dirigir o Bco. Central.Será que o partido não tem ninguém com capacidade para tal. ?
 É bom observar que o Sr. Henrique Meirelles é banqueiro ou foi e é do PSDB. Aquele mesmo partido que estava entregando o Brasil.
 A segunda dizia que os juros teriam que baixar imediatamente a fim de fortalecer a indústria, comércio e o mercado interno e além de diminuir a dívida corrigida por tais taxas.E qual é o discurso neste momento? que diz seu futuro ministro da economia e o presidente do BC. ? E o FMI, como é que fica? Observe-se que este último aumento dos juros, que tem por meta coibir o aumento do dólar e da inflação. Feito a pedido do próprio PT, com certeza irá negar isto, pois é uma medida impopular.
 A terceira questão a ser analisada se refere ao endurecimento contra os americanos no que se refere a ALCA e outros assuntos da macroeconomia.Até mesmo as sobretaxas que são impostas aos produtos nacionais. O presidente eleito foi para o exterior e voltou dizendo que os Americanos são aliados. Aliados de quem, quais os interesses que defendem os americanos?. Será que o Sr. presidente recém eleito, não se colocou perante o Sr. Bush como mero pedinte. E a soberania?
 Cuidado Mercadante!!!
 As constantes investidas do deputado Paulo Paim, contra o governo FHC. Instigando todos para um salário mínimo de R4. 250, 00, já foi esquecida? Porque mudar o discurso, porque antes dava e agora não?  Já apareceu um deputado do PT. dizendo que não pode conceder o aumento antes prometido porque está recebendo o Brasil rebentado.(piada?) Esta é uma questão que poderemos classifica-la de quarta.
 A quinta questão está relacionada com as reformas sociais necessárias para o Brasil voltar a crescer.Poderíamos até esperar para falar sobre as mesmas posteriormente, pois são difíceis de se implementar porque nem todos são a favor. No tocante a reforma da Previdência que mexia com direitos adquiridos o PT. sempre foi radicalmente contra e nunca aceitou negociar, baixar aposentadorias e salários de pessoas que ganham fortunas, conseguidas mediantes leis que visavam atender a uns poucos.A reforma política deverá ser efetuada depois, por isso vamos aguardar. Quanto à reforma tributária veremos o que acontece. Quem não se lembra da proposta do vice- presidente eleito para renegociação das dívidas dos Estados e agora que diz o PT  porque antes dava para renegociar e agora não?
 Nesta pequena análise, foram citadas umas poucas propostas do PT. Já que se fossemos estender todas e analisar uma a uma iríamos delongar por demais um assunto tão interessante que decerto terá outra oportunidade a ser observada.
 Afinal onde foram parar os nacionalistas, os brasileiros que defendiam com unhas e dentes a nossa soberania contra a ALCA e o FMI e outros organismos internacionais?
 Particularmente eu acho que o discurso mudou, como sempre mudam os políticos que vivem e se locupletam com o erário público, sem nenhum compromisso com o nosso país.Neste momento fico apreensivo sempre pensando o pior e que o novo presidente já se encontra comprometido com o sistema que o elegeu.
 É difícil aceitar esta realidade, mas devemos observar de onde estão vindo os futuros ministros do novo governo. (um pequeno lembrete) Logo após as eleições a empresa MONSANTO, lançou através da Globo várias vezes por dia uma chamada procurando formar a opinião publica em favor dos   alimentos  transgênicos. E quem foi indicado para ministro e o que ele defende com relação aos transgênicos ? o tempo dirá.
 Não podemos esquecer que o Lula foi visitar os EUA e lá o FMI., indicou o Henrique Meireles para o BC.  Que o PT  prove o contrário.Onde estava o Sr. Henrique Meireles no dia, coincidência?
 Diante de tudo que vemos e está acontecendo, quando o  LULA, terá que seguir a cartilha do antigo governo, seguindo todos seus passos, negando o que antes defendia, só lhe restou uma alternativa para não parecer tão igual ao governo que sai. Qual será esta diferença?
 Foi lançada a campanha fome ZERO, dando a impressão para o  BUSH e outros paises do mundo que o Brasil é um país de miseráveis onde todos passam fome.Parece que na realidade esta foi a única alternativa que lhe sobrou de não parecer igual ao seu antecessor e para se colocar diante da opinião pública e da mídia, como alguém que irá fazer alguma coisa pelo pobre e faminto povo brasileiro.
 A fome do nosso povo é de justiça, de responsabilidade dos governantes que assaltam os escassos recursos destinados para os programas de combate à fome, que já existem e estão implantados por este governo que se despede em poucos dias.
 A fome do nosso povo é de ver preso todos aqueles que enganam, ludibriam, os eleitores, criam leis apenas para beneficia-los, procurando com isto a eterna impunidade. Usufruindo todas as benesses do governo, portando-se perante a sociedade como donos do país e do destino do povo.
 A fome do nosso povo, não é apenas de alimentos que possam se ingeridos pela boca e sim de educação. E que a justiça seja implantada de forma a punir corruptos e corruptores que agem nos bastidores do poder conscientes da eterna impunidade.
 A fome de nosso é por igualdade de oportunidades onde sejam definidas regras claras para aqueles que legislam apenas em causa própria e vão postergando os reais interesses do país para frente. (ver ex, do aumento do salário do deputados, senadores, e o resto da corja).
 O que vemos hoje diante do quadro que se desenha, é o continuísmo disfarçado de salvadores da pátria usando como pano de fundo, casos isolados de falta de comida em regiões que sempre são vítimas da seca.
 É bom lembrar que não somos um país de miseráveis ou famintos, como vemos constantemente na áfrica e regiões do oriente onde existe a fome crônica patrocinada pela exploração do povo por governantes insensíveis e que se vendem por dez moedas.
 O Brasil é enorme e muito maior é o seu povo, que se limita a rir da própria desgraça de ter governantes de se portam perante a opinião pública como se fossem a única solução para qualquer coisa que nem mesmo eles sabem o que é.
 Que se preparem aqueles que enganam, pois está chegando a hora da cobrança.


 19/12/02-

 Obs. este artigo foi escrito na data acima e ainda não   sabíamos  do que iria acontecer no futuro.




 


Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 29/11/2005
Reeditado em 05/03/2006
Código do texto: T78485
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:59)
Vanderleis Maia