Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinais dos tempos atuais

Acordar enquanto é tempo

   O Brasil é conhecido por acontecimentos que se tornaram destaques nos principais jornais do planeta. Entre os fatos positivos, encontramos abnegados brasileiros que só contaram com a participação do governo, após a proeza consumada, nas festas montadas para as convenientes fotos. Eis alguns: Santos Dumont (aviação), Maria Ester Bueno (tênis), Éder Jofre (boxe), João do pulo (atletismo), Fernanda Montenegro (cinema), Guga(tênis), Daniela (ginástica) e tantos outros talentos que penaram para mostrar que temos potencial em todos os segmentos da sociedade. Entre os fatos negativos, conduzidos apenas pelas brilhantes mentes que definem nossos destinos, estamos sempre entre os 3 primeiros colocados: consumo de drogas, desperdício de alimentos, falta de saneamento, mortes no trânsito, surto de doenças contagiosas, analfabetismo, infecção hospitalar, desvios de verbas, corrupção na administração pública (todos os níveis) e dezenas de outros serviços sociais que as autoridades não se preocupam em atender. Tudo isto faz parte de um programa cujo objetivo é nos tornar um povo descrente, sem identidade, sem esperança, fácil de ser dominado e conduzido. Diversos pontos deste programa desumano já estão em andamento com sucesso. O falso controle da inflação, através de índices onde só figuram produtos que não permitem que o resultado atinja a 1 %, enseja que se congele a remuneração dos trabalhadores por longos 10 anos. Os sindicatos foram enfraquecidos com a desmoralização de algumas lideranças. E o golpe fatal está em ponto de ser desferido, com a falsa proposta de uma investigação na Justiça. Enquanto isto incendeiam prédios onde são arquivados processos que condenam empresas sonegadoras ao pagamento de altas indenizações a antigos empregados. Desejam terminar com a defesa do trabalho, para que os empresários não tenham mais o que temer quando de suas pisadas sobre os famintos que ainda produzem suas mordomias. Observem como prosperam os bancos, as empreiteiras, a indústria dos remédios e assemelhados que patrocinaram as campanhas eleitorais.

   Será que a Justiça também vai abrir algumas investigações que foram abafadas nos últimos 12 anos ? Bem que poderiam realizar um mutirão para que os gordos processos transitassem em 2 ou 3 meses, nos possibilitando penalizar os culpados (80% ocupam cargos públicos) e reaver os montantes desviados. Nos prestariam um valioso serviço, pois com toda certeza, esvaziariam as Casas do Povo e engordariam os cofres públicos. Existem mais de 50 temas para escolher. Se nos permitem, eis alguns para começar : mandioca, CAPEMI, banco Meridional, Haspa, Coroa-Brastel, VASP, Linha Vermelha, Metrô, ferrovia Norte-Sul, bicicletas, orçamento, barragem da Maternidade, SIVAM, compra de votos, pasta rosa (a pasta verdadeira deve estar vermelha de vergonha), Mensalão, ... -  vamos dar um breque por aqui para não acabar com o estoque de tinta da impressora. De que adianta abrirmos novos processos? Apenas ajudarão a entupir as prateleiras abarrotadas (pois não há interesse em arquivar em meio magnético com seguro backup) e ajudarem no combustível de um "acidental" incêndio num TRT da vida, quando assim for conveniente.

   Onde estão aquelas entidades que um dia se rotularam de defensoras de nossos direitos e vieram a público dar apoio aos que se juntaram para derrubar o Collor ? Só fizeram isto por que foram comandadas pela rede bobo? Ficaram fora do esquema prometido pelo Presidente da época? Almejam alguma participação no Big BOBO Brasil? Estão em silêncio agora devido a algum convênio (do tipo recuperação de igrejas estilo barroco) ou perderam a identidade mais cedo do que o programa previa? Existe a suspeita de estarem no esquema do "mensalão"! Aí, só nos resta aguardar a eclosão da revolta social (já enviando seu cartão de visitas com: arrastões nas praias, queimas de ônibus, invasões de condomínios) dentro de 10 ou 15 anos e a transformação do país em mais uma republiqueta de quinto mundo.

Haroldo
Enviado por Haroldo em 04/12/2005
Código do texto: T80697
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Haroldo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
678 textos (24814 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:15)
Haroldo