Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1 – Que trajectória complicada

Que trajectória complicada
Faz a água nas vísceras do monte,
Até sair purificada
Da fonte
E escoar-se no chão
Como se não
Valesse nada!

Assim é a poesia
Que mereça esse nome e a luz do dia!

?

{Genuíno... o "artigo poético" impõe-se!
Um poema tem de ser, é, mais que um apontamento escrito num bloco notas... onde se dispõe em linhas separadas.
A imagem da fonte, o irromper da terra, um processo de de_pura_ação.
Quem é... ?
Se bem vos conheço, se bem pensam conhecer-me, vão pensar que trago ao nosso convívio um poeta inventado. Engano, vou passar a trazer poemas dum livro dum poeta português. Poeta do século XX e conhecido..., desconhecido fica o nome até alguém o descobrir ou eu o escrever. Poeta morto ou vivo? Vivo nas suas palavras escritas! Deixo a interrogação por resolver, até lhe dar solução.}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 07/12/2005
Reeditado em 09/12/2005
Código do texto: T81969
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310488 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:17)
Francisco Coimbra