CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O que é ser afrodescendente?

  Quem assiste aquela novela é vê personagens dizendo que agora nao se pode dizer que fulano de tal é negro, que o certo é falar que é "afrodescendente", falar isso para uma criança parece mais palavrão. Mas cá entre nós imaginem só, dizer que a sua etnia é afrodescendente, nem caberia naquelas pesquisas do ibge.
  Analisando o significado resumido da palavra, significa alguém que descende da África, e quem em todo o mundo não descende de lá, já que o fóssil mais antigo foi achado em tal continente, o mundo originou lá, Jesus nasceu lá e querem dizer que apenas por ser negro é que faz de alguém um afrodescendente?
  É tão ilógico, pra não dizer ridículo que se tiver dois irmãos um sendo negro e outro branco( completamente natural no Brasil), o que é negro é considerado afrodescendente e o que é branco é chamado de um tal de "branco caucasiano", sendo que é impossivel alguem ser 100% algum tipo de etnia.
  Chega de ficar achando que dizer que alguém é negro é considerado um ximgamento, e por tal motivo ficar inventando outros termos para tentar "amenisar o tom impactante da palavra". Afinal de contas por quê será que dizer que alguém negro parece estranho?
  Porque quando os negros vieram para o Brasil, elas não vieram aproveitar as riquezas naturais, vieram para modificar as riquezas naturais, vieram trazidos como objetos abarrotados, dentro dos calburões dos navios negreiros, para trabalharem como mão - de - obra escrava sem receber nada em troca, a não ser é claro as leves 50 chibatadas ou até mesmo a morte, já que para nossos adorados colonizadores o negro não era gente, não tinha alma, e vimos mais tardamente apenas uns 70 anos após a abolição que a Igreja reconheceu que o negro era gente e que por cima de tudo tinha alma, que coisa hein? Precisou-se de tanto tempo para descobrir isto.
  Então, pelo negro ser tido como a pior praga durante o período colonial, é que mesmo quando acabou a escravidão, o problema não era ser ex- escravo o problema maior era ser negro, pois para a sociedade da época o ser negro era feio, era sinônimo de submissão eterna, portanto uma ofensa.
  Sendo assim, esse termo vai sumir e vai surgir outro para substituir o tão temigo NEGRO, mas no flingir dos ovos continuam vendo o negro com o mesmo olhar do período colonial.

paloma furtado
Enviado por paloma furtado em 21/02/2008
Código do texto: T869386

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
paloma furtado
Goiânia - Goiás - Brasil, 32 anos
9 textos (41765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/14 07:18)