Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA TRINDADE NECESSÁRIA.

                        Cidadãos mobilizados fundam e
                      refundam a sociedade e a  fazem
                      funcionar dentro  de    padrões
                      éticos.
                                  Leonardo Boff


A sobrevivência salutar de um povo passa por paradigmas éticos. Do contrário, fatalmente se instalará um labirinto  complexo de interesses onde a regra geral consiste num vale tudo e, como decorrência, reina o inaceitável “salve-se quem puder”. Assim, na busca de tais referências, devemos aplicar amiúde, como nos alerta mestre Boff, ao menos as três grandes virtudes a seguir: audácia, prudência e temperança.

Sem nos apossarmos da audácia, não há caminhos abertos, não há verdades desbravadas. Os audaciosos fazem acontecer, não se intimidam frente aos obstáculos, estão sempre avançando rasgando as veredas das realizações. Todavia, é bom lembrar que  audaciosos sem juízo, sem causa (correndo atrás de ventos) colherão, inexoravelmente, a insensatez. De modo que toda audácia geradora de solidão, não importa de e em que nível, é puro desvario, não vale a pena.

A prudência, quando de mãos dadas com a ousadia, jamais nos arrastará à ruína, à frustração, ao desencanto. O exercício desta virtude nos auxilia nas escolhas que a todo instante somos instados a fazer nos indicando sempre as melhores saídas. Tais escolhas nunca são apenas de caráter individual. Não, o prudente vai muito além considerando, acima de tudo, o Outro, o próximo, o semelhante e até os eventuais inimigos. É preciso, no entanto, que tenhamos bastante cuidado para não cairmos no seu excesso que reduz o prudente a um covarde, um pusilânime, um parasita.

Por sua vez,  a temperança é o verdadeiro sal que nos mantém lúcidos evitando sim os radicalismos atoleimados. Aquele sob o manto da temperança procura , no dizer de Boff, “a justa medida, o ótimo relativo, o equilíbrio entre o mais e o menos”.  No fundo, um outro nome desta imprescindível virtude é Sabedoria . Com ela, sabemos bem aonde iremos  e como resolver tudo a partir de escolhas inteligentes, viáveis , respeitosas.

Portanto, antes de realizarmos qualquer empreitada, seja ela de que dimensão for (ações pragmáticas, lançar farpas, emitir juízos de valor, criticar quem derrapou etc.) – ainda mais sob esse nefasto estádio de tantas turbulências ético-morais -, é mister nos vestirmos destas  virtudes .



Ary Carlos Moura Cardoso
Enviado por Ary Carlos Moura Cardoso em 17/12/2005
Reeditado em 16/12/2006
Código do texto: T86949
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Normal.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ary Carlos Moura Cardoso
Palmas - Tocantins - Brasil
1003 textos (256498 leituras)
1 áudios (293 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:30)
Ary Carlos Moura Cardoso