Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Papai Noel vai reduzir a violência

 
Recebi do grupo www.movimentobasta.com.br!   -   Dezembro 2005




Trazemos boas novas! Ou: Papai Noel vai reduzir a violência na cidade (Haroldo).




O ataque terrorista ao ônibus 350 deixou claro, mais uma vez, que estamos diante de grave emergência!



Portanto, disputas políticas, normas protocolares e responsabilidades diretas, devem ser deixadas de lado para que os Governos Federal, Estadual e Municipal façam um acordo de cavalheiros e encontrem uma solução para a explosão de violência no Rio. E rápido! O que não pode é a população continuar sendo queimada viva nessa fogueira de vaidades.



O Movimento BASTA! e o Deputado Fernando Gabeira se reuniram dia 8 de dezembro, em Brasília, com o Secretário Nacional de Segurança Pública - Luiz Fernando Correa.



Em nome da sociedade civil carioca, foram pedir ao Governo Federal que invista e cuide da segurança do Rio de Janeiro, como vem fazendo no Haiti, onde investiu 200 milhões de reais no envio de tropas.



Para nossa surpresa e alegria, na véspera, havia sido aprovado um mega-plano de segurança para o Rio, que deverá ser instalado no PAN e permanecerá em operação na cidade após o término dos jogos.



Município, Estado e Federação já estão acordados para tal. Tropas estão sendo treinadas, da mesma forma que o foram para o Haiti. O investimento será de 370 milhões de reais.



O plano, que foi apresentado ao deputado Fernando Gabeira e ao BASTA! é abrangente, aglutinador, inteligente e já tem verba assegurada. Se for implantado como foi apresentado poderá ser a \"luz no fim do túnel\" para a nossa cidade.



"Movimento Basta!"



*****



Comentários!



1) Há 100 anos o governo promete acabar com a seca, com a fome, com o desemprego, com as filas nos hospitais, com a corrupção, com a crise na educação e outros de menor porte. E estas áreas continuam servindo de trampolim eleitoral até hoje. Logo não pretendem acabar com nada disto. Muitos anos antes do ataque ao ônibus 350 o clima de medo já estava instalado e visível na cidade.



2) Apesar das evidências apresentadas, os participantes dos "mensalões" (a maioria do grupo do poder) escapam sorridentes. Muitos destes são integrantes de quadrilhas de pirataria e afins. Por isto não vão acabar com isto.



3) Depois da Eco-92 todo o aparato de segurança criado no Rio foi desmontado em 2 dias e nossa tranquilidade foi mais um sonho desfeito. O aparato montado no Haiti foi para obter o papel de “humanista” na tentativa de conseguir uma cadeira de gabarito no conselho da ONU.



4) Prometendo para depois do Pan 2007, eles adquirem um tempo largo para ninguém ficar cobrando-lhes providências. Até lá desviarão a atenção do povo com novelas, copa de futebol, desfile de escolas de samba, "paredão" do Big Bobo Brasil e assemelhados enquanto alguns milhares (que não poderão esperar até lá), serão chacinados em diversos pontos da cidade.



5) Historicamente, o que um governo promete o inicia, o seguinte desfaz alegando contenção de custos e erros de "planejamento". Logo, este "fabuloso" projeto vai ser desfeito 3 dias depois do final do Pan. Ações mais baratas e eficientes não são colocadas em prática. Imagine um aparato para sustentar a tranquilidade de uma cidade com quase 15 milhões de almas. A não ser que fiquem restritos aos bairros nobres.



6) As forças armadas estão sem verba até para fornecer marmitas (apenas almoço) aos soldados. Imagine dar atenção à nossa cidade na área de segurança. Não conseguem patrulhar nem as fronteiras asfaltadas. Imagine se irão subir morros com equipamentos sucateados para capturar infelizes de 17 anos armados com AR15, AK47, bazucas e similares. A tropa em “treinamento” será designada apenas para as autoridades visitantes. Se começassem pelos gabinetes refrigerados dos palácios do poder, ainda poderíamos sonhar com alguma coisa.



7) A violência não acabará tão cedo pois movimenta R$ 2 BI / ano nas grandes capitais do Brasil (venda de armas, drogas e as falsas "seguranças"), onde os "dirigentes" levam "algum" para não criar obstáculos ao "negócio". Durante o Pan deverá ocorrer uma trégua para acalmar a imprensa e dar proteção aos estrangeiros que aqui vierem gastar seus dólares.



8) Quanto ao plano ser “... abrangente, aglutinador, inteligente e ter verba assegurada” temos a questionar:



verba assegurada – A CPMF estava assegurada para a saúde e o caos nesta ares está cada vez pior;



Inteligente – a maior parte dos pomposos projetos nascidos nos gabinetes sem a participação das comunidades que sofrem diretamente, tendem a apresentar falhas gritantes na execução;



Aglutinador – com as vaidades imperando entre as lideranças das forças de comando das entidades de segurança, quando chegarem ao consenso e ao local do combate, os meliantes já estarão longe. Só encontrarão as vítimas baleadas e estupradas;



Abrangente – não basta focar o ponto central das ocorrências, ou seja, os núcleos urbanos. Tudo começa bem antes, nas fronteiras, com o aval de guias falsificadas e fiscalizações ineficazes e compactuadas com os meliantes.



9) Como estamos em época de Papai-Noel, eles prometem sem cerimônia. Acredita quem quiser. Assim como naquelas marchas dominicais à beira da praia com a galera vestindo bermudas e tênis brancos comandadas pelo Viva Ri©o que jamais tomam o rumo do palácio do governo.
Haroldo
Enviado por Haroldo em 22/12/2005
Código do texto: T89478
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Haroldo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
678 textos (24808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:25)
Haroldo