Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Competir ou cooperar ???

Os hikikomoris são os japoneses que não agüentam a pressão para serem bem sucedidos na vida , preferem retirar-se da comunidade a  competir com os outros, ficam meses ou até mesmo anos a fio enclausurados dentro do quarto sem o menor contato com a sociedade, são pessoas em sua maioria com idade de 16 a 30 anos e somam cerca de 1 milhão de japoneses.

Este fato me faz lembrar a história de uma família que conheci.
O casal  Paulo e Maria tiveram dois filhos com diferença de idade de 2 anos, Rafael é o mais velho e Jorge o mais moço.

Rafael é  inteligente e perspicaz , garoto com muitas habilidades se destaca perante ao  irmão Jorge que é  um tanto tímido e tem  menos facilidade para aprender.

Os pais constantemente fazem  comparações do tipo:
- Jorge, você tem que ser igual a seu irmão.
- Jorge, veja as notas que seu irmão tirou na escola, seja aplicado como ele.
- Jorge, você e seu irmão recebem a mesma educação e só ele é elogiado pelas pessoas.

Sem perceber,  os pais criavam um hostil clima de rivalidade entre os irmãos, alimentavam uma inútil competição.

Rafael seguia o exemplo dos pais e  fazia questão de deixar claro ao irmão que era melhor que ele em tudo, que os pais se orgulhavam de suas virtudes,  de sua eloqüência,  de suas habilidades ,  Jorge por sua vez, tornava-se cada vez mais retraído, sentia-se inferior, cresceu com enorme dificuldade de se relacionar, sepultou seus talentos por julgar não possuí-los, como os hikikomoris,  se escondeu do mundo.

O contato social deve nos facultar aprendizado, troca de experiências e não medo da sociedade e  sentimento de rejeição.
Analisando a questão sob o prisma das sucessivas existências fica mais fácil deixarmos de estabelecer comparações infrutíferas.

Fomos criados por Deus  a partir de um momento na eternidade, cada qual a seu tempo,  portanto, temos idades diferentes, vocações diferentes, habilidades que não são as mesmas.

Espíritos em trânsito pela Terra damos testemunho apenas do que já angariamos ao  nosso cabedal espiritual.

Não precisamos nos envergonhar do que não sabemos, não necessitamos de nos menosprezar por ainda não termos determinados dotes de cultura , de virtudes morais, ou mesmo,  patrimônios materiais, devemos sim, procurar nosso adiantamento como espíritos imortais.

Como estabelecer um clima de comparações se somos tão desiguais?

É uma pena que muitos ainda queiram instituir uma atmosfera de competição com o próximo.
É uma pena que muitos se aproveitam das habilidades conquistadas para constranger o semelhante, para desqualifica-lo.

Competição salutar é aquela que empreendemos com nós mesmos, lutando por vencer nossas limitações, buscando o conhecimento que nos livra das trevas da ignorância, correndo para adquirir valores morais imperecíveis,  esforçando-nos para sermos melhor hoje do que fomos ontem e amanhã do que somos hoje.

De que me adianta ser bem sucedido se não utilizo meus recursos  para impulsionar meus companheiros de caminhada a buscar  a  evolução ?

Quem sabe mais  esta aqui  para ensinar quem sabe menos a trilhar um caminho seguro, deve ser o companheiro que ilumina e não o adversário que constrange e humilha.

É de suma importância que alimentemos na família, no ambiente profissional, no recinto religioso,  na comunidade onde vivemos,   a chama da cooperação que anima sempre uma convivência fraterna .

Melhor do que competir é cooperar e aproveitar as benesses do contato com nossos irmãos de caminhada !!!



Wellington Balbo
Enviado por Wellington Balbo em 09/01/2006
Código do texto: T96335
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Balbo
Bauru - São Paulo - Brasil, 41 anos
364 textos (104006 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:06)
Wellington Balbo